Estresse em enfermeiros com atuação em Unidade de Terapia Intensiva

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lopes, Antonio Carlos [UNIFESP]
dc.contributor.author Cavalheiro, Ana Maria [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-07-22T20:50:03Z
dc.date.available 2015-07-22T20:50:03Z
dc.date.issued 2008-02-27
dc.identifier.citation CAVALHEIRO, Ana Maria. Estresse em Enfermeiros com Atuação em Unidade de Terapia Intensiva. 2008. 141 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9488
dc.description.abstract Purpose: The objective of this study was to evaluate stress and its intensity in nurses who work in intensive care units. We analyzed their clinical symptoms and identified the stressing factors’ influence in the health of these professionals. Methods: This was a transversal study including seventy five nurses. The data was collected by questionnaire; including information about stress factors (stress score) and clinical symptoms (clinical symptoms score). The statistical analyses were performed using Pearson correlation coeficients and adjusted linear modeling. A p value <0.05 was used to declare statistical significance. Results: The nurses had a moderate intensity of stress. Those professionals that were dissatisfied with their work presented on average 8.34 points more in the clinical symptoms score than those nurses who were not dissatisfied. Each point in the critical situations score corresponds to an increase of 0.62 points in the clinical symptoms score. This last score refers to cardiovascular, gastro-intestinal and muscular-skeletal changes. Conclusion: The nurses who work in intensive care units had moderate intensity of stress, according to the questionnaire used in this study. The clinical symptoms are positively related to the stress factors and to the intensity of stress. The stress factors and the clinical symptoms are associated with work dissatisfaction. en
dc.description.abstract Objetivos: O presente estudo teve como objetivos estudar a presença de estresse e sua intensidade caracterizada pelos sintomas clínicos e agentes estressantes em enfermeiros que trabalham em unidades de terapia intensiva e identificar os fatores estressantes em unidade de terapia intensiva relacionado à sua interferência na saúde destes profissionais. Método: realizou-se um estudo transversal com setenta e cinco enfermeiros. Os dados foram obtidos por questionário, que contém informações sobre os fatores estressantes (escores de estressores) e sobre os sintomas clínicos (escore de sintomas clínicos). A análise foi realizada por meio do uso de coeficientes de correlação de Pearson e ajustados modelos lineares generalizados, a significância estatística para se manter no estudo foi de p<0,05. Resultados: análise dos resultados mostrou que os enfermeiros apresentaram intensidade moderada de estresse. Os profissionais que referiam insatisfação com o trabalho tiveram em média 8,34 pontos a mais no escore de sintomas clínicos e cada ponto obtido para o escore de situações críticas corresponde a um aumento de 0,62 pontos no escore de sintomas clínicos, referentes às alterações cardiovasculares, gastrintestinais e músculo-esquéletico. Conclusão: o enfermeiro que exerce sua atividade profissional em unidade de terapia intensiva (UTI) apresenta intensidade moderada de estresse de acordo com escala proposta;os sintomas clínicos estão diretamente relacionados aos fatores estressantes e a intensidade de estresse; os fatores estressantes e os sintomas clínicos estão associados à insatisfação com o trabalho. pt
dc.format.extent 141 f.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Enfermagem pt
dc.subject Physiological stress en
dc.subject Trabalho pt
dc.subject Work en
dc.subject Estresse fisiológico pt
dc.subject Nursing en
dc.title Estresse em enfermeiros com atuação em Unidade de Terapia Intensiva pt
dc.title.alternative Stress in nurses who work in intensive with care en
dc.type Tese de doutorado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.identifier.file Publico-9488.pdf
dc.description.source TEDE
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)
unifesp.graduateProgram Saúde baseada em evidências – São Paulo



File

Name: Publico-9488.pdf
Size: 2.351Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account