Avaliação histopatológica de botões corneanos provenientes de falência de transplante penetrante

Avaliação histopatológica de botões corneanos provenientes de falência de transplante penetrante

Alternative title Histopathological study of delayed regraft after corneal graft failure
Author Santos, Leonardo Noleto Negry Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Burnier Júnior, Miguel Noel Nascente Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Oftalmologia e Ciências Visuais - EPM
Abstract Purpose: To evaluate the histopathological features of corneal graft failures over time. Methods: A single-centered, retrospective analysis was performed on corneal specimens diagnosed as corneal graft failure retrieved from The Henry C. Witelson Ophthalmic Pathology Laboratory and Registry (Montreal, Canada) over a 9-year period. The corneal buttons were divided in three different groups according to the time between the diagnosis of corneal graft failure and regraft. Corneal specimens obtained during keratoplasty were subjected to hematoxylin and eosin (H&E) and periodic acid Schiff (PAS). Five different histopathological findings were evaluated in each specimen. Results: Overall, the most common histopathological findings was endothelial decompensation (97.2%). Subepithelial pannus (38.9%), vessels in the corneal stroma (11.1%), and anterior synechiae (2.8%) were the other present findings. The inflammatory reaction was considered discrete in 83.3% of the cases. The only significant histopathologic finding correlated with time was the presence of vessels in the corneal stroma (p=0.0092). Conclusions: Corneal neovascularization, represented by the presence of vessels in the corneal stroma, was the only histopathological finding correlated with time. Because it is a know factor of poor prognosis, our findings strongly support that early regraft has higher chances of success.

Objetivo: Avaliar os achados histopatológicos em botões corneanos provenientes de transplante penetrante de córnea, correlacionando tais achados com o tempo decorrido entre o diagnóstico clínico e a realização da nova cirurgia (retransplante). Métodos: Setenta e dois espécimes anátomo-patológicos de cinquenta e oito pacientes com diagnóstico de falência de transplante foram incluídos no estudo de cinco achados histopatológicos previamente determinados. Os botões corneanos foram divididos em três diferentes grupos de acordo com o tempo decorrido entre a falência do transplante e a realização do retransplante: 1)grupo 1: tempo inferior a 6 meses (n=18); 2)grupo 2: período entre 6 meses e 1 ano (n=23); 3)grupo 3: tempo superior a 1 ano (n=31). Resultados: Dentre os achados histopatológicos avaliados no estudo, descompensação endotelial foi o mais observado, estando presente em 97,2% da amostra total de córneas. Em seguida, em ordem decrescente de frequencia, os outros achados mais comuns foram reação inflamatória discreta (83,3%), pannus subepitelial (38,9%), vasos estromais (11,1%) e sinéquia anterior (2,8%). O único achado histopatológico estatisticamente significante em relação ao tempo foi a presença crescente de vasos sanguíneos no estroma corneano (p=0,0092). Conclusão: Neovascularização corneana profunda, representado pela presença de vasos sanguíneos no estroma corneano, constitui o único achado histopatológico significante em relação ao tempo decorrido entre o diagnóstico clínico e a realização do retransplante. Considerando que a neovascularização corneana representa um importante fator de risco para a falência de transplante, esse resultado sugere, sempre que possível, a realização do transplante de córnea numa fase precoce (menos de 1 ano), o que poderia aumentar o sucesso da ceratoplastia penetrante.
Keywords Córnea
Transplante
Falência
Language Portuguese
Date 2009-09-30
Published in SANTOS, Leonardo Noleto Negry. Avaliação histopatológica de botões corneanos provenientes de falência de transplante penetrante. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 105 p.
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9124

Show full item record




File

Name: Publico-11919.pdf
Size: 1.707Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account