Comparação da percepção subjetiva de qualidade de vida e bem-estar de idosos que vivem sozinhos, com a família e institucionalizados

Show simple item record

dc.contributor.author Dias, Daniela da Silva Gonçalves
dc.contributor.author Carvalho, Carolina da Silva
dc.contributor.author Araújo, Cibelle Vanessa de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-06-14T13:45:19Z
dc.date.available 2015-06-14T13:45:19Z
dc.date.issued 2013-03-01
dc.identifier http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232013000100013
dc.identifier.citation Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Universidade do Estado do Rio Janeiro, v. 16, n. 1, p. 127-138, 2013.
dc.identifier.issn 1809-9823
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7648
dc.description.abstract OBJECTIVE: Compare the subjective perception of quality of life and well-being of older people living alone, with the family and institutionalized, by means of instruments WHOQOL-BREF and WHOQOL-OLD. METHOD: We evaluated, in cross section, 51 elderly of either sex, aged over 60 years, attending the daycare center Casa do Idoso, in São José dos Campos city, State of São Paulo, Brazil, and residents of institutions Lar São Vicente de Paulo and Lar de Amparo à Velhice e à Infância de Barra Bonita, both in the city of Barra Bonita-SP, from November 2010 to February 2011. RESULTS: The group analyzed had high levels of quality of life in all domains of WHOQOL-BREF and WHOQOL-OLD facets, compared to the maximum score (100%) for each domain and/or facet. Only statistically significant differences were found regarding the WHOQOL-BREF in its physical domain, comparing the group of elderly living with their families with those institutionalized, being that the latter showed a higher degree of satisfaction. CONCLUSION: The study shows that despite the expected, the institutionalized elderly did not show worse perception of their quality of life when compared to non-institutionalized individuals. In addition, it strengthened the importance of social conviviality, psychological well-being, physical activity, among other factors, for a better perception of the quality of life. en
dc.description.abstract OBJETIVO: Comparar a percepção subjetiva de qualidade de vida e bem-estar de idosos que vivem sozinhos, com a família e institucionalizados, por meio dos instrumentos WHOQOL-BREF e WHOQOL-OLD. MÉTODO: Foram avaliados, em corte transversal, 51 idosos de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 60 anos, frequentadores do centro de convivência Casa do Idoso, em São José dos Campos (SP) e moradores das instituições Lar São Vicente de Paulo e Lar de Amparo à Velhice e à Infância de Barra Bonita, ambos localizados na cidade de Barra Bonita (SP), no período de novembro de 2010 a fevereiro de 2011. RESULTADOS: Os idosos analisados apresentaram bons níveis de qualidade de vida em todos os domínios do WHOQOL-BREF e facetas do WHOQOL-OLD, quando comparados à pontuação máxima (100%) dos escores para cada domínio e/ou faceta. Somente foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no que diz respeito ao WHOQOL-BREF em seu domínio físico, quando se comparou o grupo de idosos que vivem com a família com aqueles institucionalizados, sendo que este último apresentou maior grau de satisfação. CONCLUSÃO: O estudo permitiu verificar que, apesar do esperado, os idosos institucionalizados não apresentaram pior percepção de sua qualidade de vida quando comparados aos indivíduos não-institucionalizados. Além disso, reforçou ainda mais a importância do convívio social, do bem-estar psicológico, da prática de atividade física, entre outros fatores, para uma melhor percepção de qualidade de vida. pt
dc.format.extent 127-138
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade do Estado do Rio Janeiro
dc.relation.ispartof Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Aging en
dc.subject Homes for the Aged en
dc.subject Quality of Life en
dc.subject Envelhecimento pt
dc.subject Instituição de Longa Permanência para Idosos pt
dc.subject Qualidade de Vida pt
dc.title Comparação da percepção subjetiva de qualidade de vida e bem-estar de idosos que vivem sozinhos, com a família e institucionalizados pt
dc.title.alternative Comparison of subjective perceptions of quality of life and well-being of elderly people living alone, with family and institutionalized en
dc.type Artigo
dc.contributor.institution Centro de Estudos Firval
dc.contributor.institution Universidade do Vale do Paraíba Instituto de Pesquisa & Desenvolvimento
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.affiliation Centro de Estudos Firval
dc.description.affiliation Universidade do Vale do Paraíba Instituto de Pesquisa & Desenvolvimento
dc.description.affiliation Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Departamento de Medicina Translacional
dc.description.affiliationUnifesp UNIFESP, Depto. de Medicina Translacional
dc.identifier.file S1809-98232013000100013.pdf
dc.identifier.scielo S1809-98232013000100013
dc.identifier.doi 10.1590/S1809-98232013000100013
dc.description.source SciELO



File

Name: S1809-98232013000100013.pdf
Size: 787.4Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account