O agente indígena de saúde e o uso da tecnologia no atendimento obstétrico

O agente indígena de saúde e o uso da tecnologia no atendimento obstétrico

Author Maia, Janize Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Marin, Heimar De Fatima Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Gestão e Informática em Saúde
Abstract Introduction: Information is the essence of health professional’s work. Despite the restructuring of care system for indigenous people’s health in Brazil, indicators still remain unfavourable, encouraging research on the use of technologies in a study focused on the indigenous population, identifying the potential use of technologies for improving care, health status and well-being through empowerment of the indigenous health agent (IHA). Objective: Develop and evaluate a mobile application for using by IHA during obstetric care. Matherials and methods: Applied research of quantitative approach technology production, designed to develop an application for a mobile device, for the purpose of providing information about risk factors in pregnancy and guidelines based on the gestational age reported to the IHA. Results: The application was developed using the Scrum method, in an adapted way, where the Product Owner, the Scrum Master and the Dev team were replaced by the author, who commanded the programming and was responsible for the product backlog, and the programmer, whose responsibility for coding resulted in sprint backlogs. The application was assessed by a group of experts and IHA using Nielsen heuristics. The inserted content was evaluated by health professionals and proved to be suitable. In addiction, it was conducted a detailed study of specialists answers for each question. The lack of identification of low and high priority problems by most IHA reinforce the agreement among the different evaluators that the instrument provided access to information, which until then was only available through verbal contact with other professionals of the team for indigenous health. Conclusion: The application was developed for utilization by the IHA, explaining risk factors that can evidence an unfavourable evolution of pregnancy, and has undergone technical and functional quality assessments, including page loading speed, content, user first impression, information reliability or accuracy, ease of navigation and updating, and interactivity. Thus, it is considered that the objectives of development and evaluation of the application as a support instrument for the assistance provided by specialists and IHA were achieved as demonstrated by the results presented.

Introdução: A informação é a essência do trabalho do profissional de saúde. Apesar da reestruturação do sistema de atenção à saúde indígena no Brasil, os indicadores de saúde ainda se mantêm desfavoráveis, estimulando investigação da utilização de tecnologias em um estudo para população indígena, identificando o potencial uso de recursos tecnológicos para melhoria do atendimento e estado de saúde e bem-estar na população indígena, por meio de empoderamento do Agente de Indígena de Saúde (AIS). Objetivo: Desenvolver e avaliar um aplicativo para dispositivo móvel a ser utilizado pelo (AIS) no atendimento obstétrico. Material e método: pesquisa aplicada de produção tecnológica de abordagem quantitativa, destinada a desenvolver um aplicativo para dispositivo móvel, com a finalidade de disponibilizar informações sobre os fatores de risco da gestação e orientações aplicadas mediante a informação da idade gestacional para AIS. Este estudo divide-se em duas partes: a construção do aplicativo e a avaliação do mesmo por especialistas e AIS. Resultado: o aplicativo foi desenvolvido pelo método Scrum, de forma adaptada, onde O product owner, Scrum master e Dev team foram substituídos pela autora, que comandou a programação e responsabilizou-se pelo product backlog e, pelo programador cuja responsabilidade de fazer a codificação resultou nos sprint backlog, avaliado por um grupo de especialistas e AIS por meio das heurísticas de Nielsen. O conteúdo inserido foi avaliado por profissionais e mostrou-se adequado. Ainda, um estudo detalhado das respostas dos avaliadores especialistas para cada questão foi realizado. A ausência de identificação de problemas de baixa e alta prioridade pela maioria dos AIS reforçam a concordância entre os diferentes avaliadores de que o instrumento proporcionou acesso à informação, até então, disponibilizado somente por meio do contato verbal com os outros profissionais da equipe de saúde indígena. Conclusão: O aplicativo foi desenvolvido para a utilização de AIS explicitando os fatores de risco que podem evidenciar uma evolução desfavorável da gestação e passou por avaliações de qualidade técnica e funcional, considerando velocidade de carregamento de cada página, conteúdo, primeira impressão do usuário, confiabilidade ou precisão das informações, facilidade de navegação e atualização e interatividade. Assim, considera-se que os objetivos de desenvolvimento e avaliação do aplicativo como instrumento de apoio para a prestação da assistência feita por especialistas e AIS foram atingidos como demonstrado pelos resultados apresentados.
Keywords Mobile App
Primary Care
Obstetrics Care
Health Of Indigenous Population
Biomedical Technology
Aplicativos Móveis
Atenção Primária A Saúde
Cuidado Pré-Natal
Obstetrícia
Saúde Das Populações Indígenas
Tecnologia Biomédica
Language Portuguese
Date 2019-12-19
Research area Gestão E Informática Em Saúde
Knowledge area Gestão E Informática Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=9179251
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60013

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account