Mimetização in vitro da prática transfusional em neonatos: influência do tipo de cateter e da irradiação de concentrados de hemácias sobre marcadores de hemólise

Mimetização in vitro da prática transfusional em neonatos: influência do tipo de cateter e da irradiação de concentrados de hemácias sobre marcadores de hemólise

Author Orsi, Kelly Cristina Sbampato Calado Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Avelar, Ariane Ferreira Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Enfermagem
Abstract Introduction: In transfusion practice in neonates, predominantly irradiated red blood cell (RBC) are administered by smaller caliber catheters due to small diameter and vascular fragility of neonates. The literature does not define precisely whether the mechanical action of the devices on the RBC, as well as the irradiation process can influence on occurrence of harmful hemolysis levels to newborn´s health. Objectives: To evaluate the effect of RBC irradiation on hemolysis marker levels; to compare the levels of irradiated and non-irradiated RBC hemolysis markers after in vitro infusion by peripheral intravenous catheter (PIV), umbilical catheter and peripheral inserted central catheter (PICC); to verify the influence of the infusion method on hemolysis markers administered in vitro in PIV. Materials and methods: Experimental study conducted in laboratory under controlled temperature and humidity conditions. Data collection occurred after approval of the ethical merit (nº 3,116,300) .Irradiated and non-irradiated RBC type A+ conserved in CPDA-1, with maximum 7 days of storage, were used. RBC was randomly administered in triplicate by syringe pump at 10 ml/h velocity, in 24 Gauge PIV, 2 French PICC and , 5Fr umbilical catheter, and gravitational method only on 24G PIV. Aliquots were collected directly from the RBC bag - M1, after manual filling of the infusion system (syringe and extension tube)-M2 and after infusion by catheters -M3. The hemolytic markers analyzed were: hemolysis degree (%), hematocrit - Ht (%); total hemoglobin - Hbt (g / dl); free hemoglobin - Hbl (g / dl); potassium - K (mmol / l) and lactate dehydrogenase - LDH (U / L). 360 aliquots were analyzed and levels of 1800 irradiated and non-irradiated RBC hemolysis markers were identified. The mean storage time of RBC were 4.9 (± 2.1) days Descriptive and inferential analysis were used and, according to the nature of the variables, the Mann – Whitnney, Wilcoxon, Kruskall Wallis, and / or Student's T tests, p <0.05, were applied. Results: Irradiated RBC presentes higher potassium levels 25,40±7,19) than non irradiated (18,92± 4,83) (p<0,001). CIVP have no influence in hemolysis markers, in both blood types. After umbilical cateter infusion we noted incremente in Hbl [0,04±0,01 to 0,05±0,02g/dl]; Ht [69,60±5,84 to 75,60±4,29%]; K [17,95±19,69 to 19,69±3,30] of RBc non irradiated, and Ht [65,80±5,96 to 68,20±7,46%]; e LDH [118,73(107,93-82,13) to 146,01(113,33-irradiated RBC, and Hbl [0,03±0,01 to 0,04± 0,02g/dl] e grau de hemólise [0,04±0,01 to 0,05±0,02g/dl] (p=0,020) on irradiated RBC. The gravitational infusion influenced on incremente of Hbl [0,03±0,02 to 0,05±0,02g/dl], Ht [72,00(70,00-73,00) to74,00(72,00-74,5)%], K [26,27±5,19 to 30,2±4,23] e LDH [118,73(107,93-223,96) to 159,20(122,77-236,10)U/L] of irradiated RBC.Conclusion: Red blood cell irradiation had an influence on potassium and LDH levels, and in vitro infusion with CCIP and umbilical catheter resulted in significant changes in the levels of some hemolysis markers, regardless of the type of blood evaluated. In the infusion of irradiated and non-irradiated RBC by PIV, the gravitational method caused greater variation of hemolysis markers when compared to the syringe infusion pump. The levels of hemolysis markers identified, regardless of blood type, catheter or infusion method, do not suggest clinical repercussions in the neonate and are safe for transfusion therapy.

Introdução: Na prática transfusional em neonatos são utilizados, predominantemente, concentrados de hemácias (CH) irradiados administrados por cateteres de menores calibres devido ao pequeno diâmetro e fragilidade vascular. A literatura não define com precisão se a ação mecânica dos dispositivos de infusão sobre as hemácias, bem como o processo de irradiação podem influenciar na ocorrência de hemólise em níveis prejudiciais à saúde do recém-nascido. Objetivos: Avaliar o efeito da irradiação de CH sobre os níveis de marcadores de hemólise; Comparar os níveis de marcadores de hemólise de CH irradiados e não irradiados após infusão in vitro por cateter intravenoso periférico (CIVP), umbilical e central de inserção periférica (CCIP); Verificar a influência do método de infusão gravitacional ou bomba de infusão de seringa sobre alterações nos marcadores de hemólise de CH irradiados ou não irradiados, administradas in vitro em cateter intravenoso periférico. Materiais e métodos: Estudo experimental realizado em laboratório sob condições de temperatura e umidade controladas. A coleta de dados ocorreu após aprovação do mérito ético da pesquisa (nº 3.116.300). Utilizaram-se CH do tipo A positivo conservados em CPDA-1, com até 7 dias de estocagem, irradiados e não irradiados. O CH foi administrado randomicamente em triplicata por bomba de seringa a 10 ml/h em CIVP calibre 24 Gauge (G), CCIP calibre 2 French (Fr), cateter umbilical calibre 5Fr, e por método gravitacional em CIVP 24G. Foram coletadas alíquotas diretamente da bolsa de CH - M1, após o preenchimento manual do sistema de infusão (seringa e extensor) - M2 e após a infusão pelos cateteres - M3. Os marcadores hemolíticos analisados foram: grau de hemólise (%), hematócrito - Ht (%); hemoglobina total - Hbt (g/dl); hemoglobina livre - Hbl (g/dl); potássio - K (mmol/l) e lactato desidrogenase - LDH (U/L). Analisaram-se 360 alíquotas, sendo identificados 1800 níveis de marcadores de hemólise de CH irradiados e não irradiados com tempo médio de estocagem de 4,9(±2,1) dias. Utilizou-se análise descritiva e inferencial e, de acordo com a natureza das variáveis, foram aplicados os testes de Mann–Whitnney, Wilcoxon, Kruskall Wallis, e/ou T de student, p<0,05. Resultados: Os CH irradiados apresentaram maiores níveis de potássio (25,40±7,19) quando comparados aos não irradiados (18,92± 4,83) (p<0,001). O uso de CIVP não influenciou alterações nos níveis de marcadores de hemólise, independentemente do tipo de sangue. Após a infusão pelo cateter umbilical, evidenciou-se aumento nos níveis de Hbl [0,04±0,01 para 0,05±0,02g/dl]; Ht [69,60±5,84 para 75,60±4,29%]; K [17,95±19,69 para 19,69±3,30] de CH não irradiados, e de Ht [65,80±5,96 para 68,20±7,46%]; e LDH [118,73(107,93-82,13) para 146,01(113,33-229,35)U/L] de CH irradiados. O CCIP ocasionou aumento nos níveis de Hbl [0,03±0,01 para 0,04± 0,02g/dl], Ht [69,13±4,80 para 73,06±5,09%]; grau de hemólise [0,04±0,01 para 0,05±0,02g/dl] e LDH [191,58(111,98-393,95) para 248,25(124,12-489,75)U/L] em CH não irradiados, e Hbl [0,03±0,01 para 0,04± 0,02g/dl] e grau de hemólise [0,04±0,01 para 0,05±0,02g/dl] (p=0,020) em CH irradiados. O método de infusão gravitacional ocasionou aumento nos níveis de Hbl [0,03±0,02 para 0,05±0,02g/dl], Ht [72,00(70,00-73,00) para 74,00(72,00-74,5)%], K [26,27±5,19 para 30,2±4,23] e LDH [118,73(107,93-223,96) para 159,20(122,77-236,10)U/L] de CH irradiados. Quando comparados os tipos de sangue, os níveis de K foram maiores e estatisticamente significantes (p=0,009) em CH irradiados. Conclusão: Identificou-se que a irradiação da hemácia exerceu influência nos níveis de potássio, e a infusão in vitro por CCIP e cateter umbilical resultou em alterações significativas nos níveis de alguns marcadores de hemólise, independente do tipo de sangue avaliado. Na infusão de CH irradiado e não irradiado por CIVP, o método gravitacional ocasionou maior variação dos marcadores de hemólise quando comparado à bomba de infusão de seringa. Os níveis de marcadores de hemólise identificados, independentemente do tipo de sangue, cateter ou método de infusão, não sugerem ocasionar repercussões clínicas no neonato, sendo seguros para terapia transfusional.
Keywords Blood Transfusion
Hemolysis
Catheters
Patient Safety
Neonatal Nursing
Intravenous Infusions
Transfusão De Sangue
Hemólise
Cateteres
Segurança Do Paciente.
Enfermagem Neonatal
Infusões Intravenosas.
Language Portuguese
Date 2019-11-28
Research area Fundamentos, Métodos, Processos E Tecnologias Em Enfermagem E Saúde (Fmptes)
Knowledge area Enfermagem, Cuidado E Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 122 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7898858
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59938

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account