Avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor de lactentes de 6 à 12 meses de idade nascidos com baixo peso de acordo com Teste de Triagem de Desenvolvimento de Denver II e Alberta Infant Motor Scale

Avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor de lactentes de 6 à 12 meses de idade nascidos com baixo peso de acordo com Teste de Triagem de Desenvolvimento de Denver II e Alberta Infant Motor Scale

Author Paulo, Priscila Andrade Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Strufaldi, Maria Wany Louzada Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria
Abstract Objective: To compare the developmental assessment according to two instruments, the Denver Developmental Screening Test II (DDST II) and the Alberta Infant Motor Scale (AIMS) in infants between 6 and 12 months age with low birth weight (LBW) and adequate birth weight (ABW). Method: Analytical cross-sectional study. Exclusion criteria: congenital malformations, chromosomal abnormalities, chronic non-progressive encephalopathy (NPE) and Apgar score at 5 min < 7. Variables: maternal, family and infant data (birth conditions, morbidity and nutritional status at the time of motor assessment). Results: Ninety-eight children participated in this study, 38 with LBW and 60 with ABW. A positive association was observed in the comparison between the two instruments in all children, according to Cramér's V analysis (p < 0.001). There were no statistically significant differences in DDST II and AIMS assessments in children with LBW and ABW, nor with the variables analyzed. In this sample, 14 (36.8%) and 18 (47.4%) of the children with LBW had suspect DDST II and suspect/abnormal AIMS, respectively. Between children with ABW, 12 (20.0%) had suspect DDST II and 26 (43.3%) had suspect/abnormal AIMS. It was observed high rates of motor alterations in both tests and in both groups. Conclusions: The present study suggests a similarity between both assessments, the DDST II and the AIMS in children with LBW and ABW. High rates of motor alterations were observed in both tests and in both groups.

Introdução: O avanço nas pesquisas relacionadas à neuroplasticidade demonstra a importância dos primeiros anos de vida como fator preponderante para a formação do indivíduo. O desenvolvimento é considerado um indicador importante da saúde da criança e sua avaliação deve ser realizada de forma sistematizada por meio de instrumentos de triagem, visando detectar e intervir oportunamente as crianças com risco para alteração no desenvolvimento. Atualmente não existe um consenso na literatura a respeito de um teste de triagem universal. Dados apontam que no Brasil os principais instrumentos utilizados são o Teste de Triagem de Desenvolvimento de Denver II (TTDDII) e Alberta Infant Motor Scale (AIMS). O TTDDII é muito utilizado na prática clínica e em pesquisas científicas, pois avalia o desenvolvimento global, por englobar uma extensa faixa etária e apresentar um alto escore de validade e confiabilidade (0,99 interobservador e 0,90 em teste/reteste) quanto ao desenvolvimento. Objetivo: comparar a avaliação do desenvolvimento segundo dois instrumentos, o TTDD II e a AIMS em lactentes com baixo peso ao nascer (BPN) e com peso adequado ao nascer (PAN). Método: Estudo transversal analítico. População: lactentes entre 6 e 12 meses de idade corrigida, com BPN e com PAN. Critérios de exclusão: malformações congênitas, anormalidades cromossômicas, encefalopatia crônica não evolutiva e Apgar no 5º min <7. Variáveis: dados maternos, familiares e dos lactentes (peso, idade gestacional e condições do nascimento, intercorrências neonatais) e condição nutricional no momento da avaliação motora.Resultados: Participaram deste estudo 98 crianças, sendo 38 com BPN e 60, com PAN. Houve concordância entre os dois instrumentos em todas as crianças, segundo análise de Cramér’s V (p=< 0,001). Não houve diferença estaticamente significante nas avaliações com o TTDDII e com a AIMS nas crianças com BPN e PAN. Neste estudo, 14 (36,8%) e 18 (47,4%) das crianças com BPN apresentaram TTDDII suspeito e AIMS suspeito ou anormal, respectivamente. Nas crianças com PAN, observou-se que 12 (20,0%) tiveram o TTDDII suspeito e 26 (43,3%), a AIMS suspeita ou anormal. Conclusão: O presente estudo sugere similaridade nas avaliações utilizando-se o TTDDII e AIMS em crianças com BPN e PAN. Observou-se altas taxas de alterações motoras nos dois testes aplicados e em ambos os grupos.
Keywords Low Birth Weight
Child Development
Infant
Screening
Motor Skills
Baixo Peso Ao Nascer
Desenvolvimento Infantil
Triagem
Lactente
Habilidades Motoras
Language Portuguese
Date 2019-08-26
Research area Afecções E Assistencia No Periodo Neonatal
Knowledge area Pediatria E Ciências Aplicadas À Pediatria
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 85 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7937498
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59893

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account