Influência da poluição do ar, durante o período do inverno, na resposta inflamatória da via aérea em praticantes de corrida de rua e sedentários

Influência da poluição do ar, durante o período do inverno, na resposta inflamatória da via aérea em praticantes de corrida de rua e sedentários

Author Pagani, Lucas Guimaraes Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Vaisberg, Mauro Walter Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Otorrinolaringologia)
Abstract Objective: To evaluate the effects of air pollution during the winter, based on the inflammatory response of the airway on sedentary and regular runners. Methods: Twenty-eight volunteers were split into two different groups: regular runners (Cor, n=14) and non-runners/sedentary (Sed, n=14), all aged between 23 and 44 years old, both groups (Cor and Sed) were living metropolitan region São Paulo (MRSP). All the volunteers lived, worked and, in the case of the runners, they trained in the MRSP. The Cor group were included regular trained for more than 6 months prior to the start of the study, at least 3 times a week. The Sed group were included volunteers who had not practiced regular physical activity for at least 12 months and did not use walking and / or bicycles as options for locomotion. Two collections were performed, the first one in the week before the beginning of the winter season (Pré Inv) and the second after 10 weeks of the beginning of the season (Inv). Nasal lavage fluids and exhaled air from all volunteers were collected at 2 moments for the analysis of interleukins (IL- 6, IL10, IL-17A and TNF-α). Results: The concentration of IL-10 in nasal lavage of the Cor group showed no significant difference (p = 0,12) in the different collections, although in the Sed group, were found an increase in IL-10 at Inv moment, comparing to Pre Inv (p = 0,037). The concentration of IL-6 of nasal lavage, in the Cor group (p=0,037) and Sed group (p=0,027) showed an increase at Inv moment when compared to the Pre Inv. The concentration of IL-17A of the nasal lavage Cor group, showed an increase (p=0,001) in the Inv when compared to Pre Inv. In contrast, in the Sed group, there was no difference in the concentration of this cytokine between the moments of the collection (p = 0,13). There was a decrease in the concentration of FeNO, in the Cor group at Inv (p = 0,025), not shown in the Sed group (p = 0,12). Conclusions: Winter runners modulate the inflammation / anti-inflammatory balance, but this mechanism seems to have a limit of pollution, so when reached it’s no longer effective. Runners appear to develop by increasing IL-17A in the upper airway, local inflammation mechanism, to protect the lower airway.

Objetivo: Avaliar os efeitos da poluição atmosférica, durante o período do inverno, sobre a resposta inflamatória da via aérea em praticantes de corrida de rua e sedentários. Métodos: 28 voluntários divididos em dois grupos: corredores de rua (Cor, n=14) e sedentários (Sed, n=14), com idade entre 23 e 44 anos, residentes na região metropolitana de São Paulo (RMSP). Todos os voluntários residiam, trabalhavam e, no caso dos corredores, treinavam na RMSP. No grupo Cor forma incluídos corredores de rua em treinamento físico há mais de 6 meses antes do início do estudo e mantinham com frequência de treino mínima de 3 vezes por semana. No grupo SED foram incluídos voluntários que não praticavam atividade física regular há pelo menos 12 meses e não utilizavam caminhada e/ou bicicletas como opções de locomoção. Foram realizadas 2 coletas, sendo a primeira na semana que antecedeu o início da estação inverno (Pré Inv) e a segunda após 10 semanas do início da estação (Inv). Foram coletados fluidos do lavado nasal e ar exalado de todos os voluntários nos 2 momentos para análise da interleucinas (IL-6, IL-10, IL-17A e TNF-). Resultados: A concentração de IL-10, no lavado nasal do grupo Cor não mostrou diferença significativa (p= 0,12) nas diferentes coletas, entretanto no grupo Sed, encontramos um aumento na concentração de IL-10 no momento Inv, comparando com o Pré Inv (p= 0,037). As concentrações de IL-6, do lavado nasal, tanto no grupo Cor (p= 0,037) como no grupo Sed (p= 0,027) demonstraram aumento no momento Inv em relação ao Pré Inv. A concentração de IL-17A, do lavado nasal do grupo Cor apresentou aumento (p= 0,001) no momento Inv comparado ao Pré Inv. Em contrapartida, no grupo Sed, não houve diferença na concentração dessa citocina entre os diferentes momentos da coleta (p= 0,13). Houve diminuição na concentração de FeNO, do grupo Cor no momento Inv (p= 0,025), não demonstrado no grupo Sed (p= 0,12). Conclusões: Corredores no momento Inverno modulam o equilíbrio inflamação /antiinflamação, mas esse mecanismo parece ter um limite de poluição, além do qual deixa de ser efetivo. Corredores parecem desenvolver, através do aumento de IL-17A na via aérea superior, mecanismo de inflamação local, de modo a proteger a via aérea inferior.
Keywords Physical Exercise
Street Runners
Air Pollution
Airways
Cytokines
Inflammation
Exercício Físico
Corredores De Rua
Poluição Do Ar
Vias Aéreas
Citocinas
Inflamação
Language Portuguese
Date 2019-07-25
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 29 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7728702
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59617

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account