Efeitos do transplante de menisco lateral na estabilidade e biomecânica do joelho: estudo robótico avaliando as técnicas de fixação com bloco ósseo e apenas com sutura

Efeitos do transplante de menisco lateral na estabilidade e biomecânica do joelho: estudo robótico avaliando as técnicas de fixação com bloco ósseo e apenas com sutura

Author Novaretti, Joao Victor Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Cohen, Moises Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Cirurgia Translacional
Abstract Background: The ability of lateral meniscal allograft transplantation (MAT) to improve knee stability and the load-bearing function of the meniscus in a meniscectomized condition is critical for surgical success. Purpose: The purpose of this study was to compare the effects of two lateral MAT fixation techniques –bone block and suture-only– on translational and rotatory knee stability, resultant forces in the meniscal allograft, and in-situ force in the anterior cruciate ligament (ACL). Methods: Using a robotic testing system, loads (134 N anterior tibial load + 200 N axial compression, 5 Nm internal tibial torque + 5 Nm valgus torque, and 5 Nm external tibial torque + 5 Nm valgus torque) were independently and continuously applied during flexion of ten fresh-frozen cadaveric knees. Kinematics and forces data were recorded for four knee states: intact, total lateral meniscectomy, lateral MAT bone-block, and lateral MAT suture-only fixation techniques. A repeated measures analysis of variance (ANOVA) with a post-hoc Bonferroni correction was used to analyze the variations in kinematics and forces at 0º, 30º, 60º, and 90º of knee flexion. Significance was set at p <0.05. Results: When anterior loads were applied, both lateral MAT bone-block and sutureonly fixation techniques decreased medial translation of the tibia that was increased after total lateral meniscectomy at 30º, 60º and 90º of knee flexion by 54.2%, 48.0%, and 50.0%, and 50.0%, 40.0% and 34.6%, respectively (p <0.05). Resultant forces in the meniscal allograft were 50-60% of the resultant forces in the intact lateral meniscus in response to all loading conditions at all knee flexion angles (p <0.05). In-situ force in the ACL decreased up to 27.3% after total lateral meniscectomy (p <0.05), but no increase was observed after either lateral MAT technique (p >0.05). Overall, no significant differences between lateral MAT techniques were observed regarding kinematics and meniscal allograft and ACL forces (p >0.05). Conclusion: Lateral meniscal transplantation reduced medial translation of the tibia that was increased after total lateral meniscectomy in response to anterior loads. Resultant forces in the meniscal allograft were 50-60% of the intact lateral meniscus forces. In the majority of testing conditions, no significant changes of the in-situ force in the ACL were observed after total lateral meniscectomy. Both lateral MAT fixation techniques functioned similarly in response to the loading conditions.

Introdução: O potencial do transplante de aloenxerto meniscal lateral em melhorar a estabilidade do joelho e a função de absorção de carga do menisco após meniscectomia é fundamental para o sucesso cirúrgico. Objetivo: Quantificar os efeitos de duas técnicas de transplante de menisco lateral – com bloco ósseo e apenas com sutura– na estabilidade do joelho translacional e rotacional e nas forças resultantes no aloenxerto meniscal e na força in-situ no ligamento cruzado anterior (LCA). Método: Foi utilizado um sistema de testes robóticos para aplicação de cargas (134 N de carga tibial anterior + 200 N de compressão axial 200 N, 5 Nm de torque tibial interno + 5 Nm de torque em valgo e 5 Nm de torque tibial externo + 5 Nm de torque em valgo) de forma independente e contínua durante a flexão de dez joelhos cadavéricos congelados a fresco. Dados cinemáticos e de forças foram registrados em quatro situações experimentais do joelho: intacto, meniscectomia total lateral, transplante meniscal lateral com bloco ósseo e transplante meniscal lateral apenas com sutura. Uma análise de variância de medidas repetidas (ANOVA) com correção post-hoc de Bonferroni foi usada para analisar as variações na cinemática e nas forças a 0º, 30º, 60º e 90º de flexão do joelho. A significância foi estabelecida em p <0,05. Resultados: Quando foram aplicadas cargas anteriores, ambas as técnicas de transplante meniscal lateral, com bloco ósseo e apenas com sutura, diminuíram a translação medial da tíbia que estava aumentada após meniscectomia total lateral a 30º, 60º e 90º de flexão de joelho em 54,2%, 48,0% e 50,0% e 50,0%, 40,0% e 34,6%, respectivamente (p <0,05). Forças resultantes no aloenxerto meniscal foram 50-60% das forças resultantes no menisco lateral intacto em resposta a todas as condições de carga, em todas as angulações testadas do joelho (p <0,05). A força in-situ no LCA diminuiu em até 27,3% XIII após a meniscectomia total lateral (p <0,05), mas nenhum aumento foi observado após as duas técnicas de transplante meniscal lateral testadas (p >0,05). No geral, não foram observadas diferenças significativas entre as técnicas de transplante meniscal lateral em relação à cinemática, às forças resultantes no aloenxerto meniscal e às forças in-situ no LCA (p >0,05). Conclusão: O transplante meniscal lateral reduziu a translação medial da tíbia que aumentou após a meniscectomia total lateral em resposta às cargas anteriores. Forças resultantes no aloenxerto meniscal foram 50-60% das forças do menisco lateral intactas. Na maioria das condições de teste, não foram observadas alterações significativas na força in-situ no LCA. Ambas as técnicas de fixação do transplante meniscal lateral funcionaram de forma semelhante em resposta às condições de carga.
Keywords Knee
Meniscus Transplant
Side Meniscus
Biomechanics
Joelho
Transplante De Menisco
Menisco Lateral
Biomecânica
Language Portuguese
Date 2019-03-29
Research area Instrumentos De Medição Da Regeneração Tecidual E Nervosa
Knowledge area Regeneração Tecidual Ecto E Mesodérmica
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 123 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7669622
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59560

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account