Um estudo sobre o acolhimento institucional de crianças e adolescentes na Casa Vó Benedita de Santos-SP

Um estudo sobre o acolhimento institucional de crianças e adolescentes na Casa Vó Benedita de Santos-SP

Author Januário, Leila Lins Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nozabielli, Sônia Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Esta pesquisa tem como objetivo conhecer o serviço de acolhimento institucional desenvolvido pela Casa da Vó Benedita de Santos e a efetivação do direito à convivência familiar e comunitária das crianças e adolescentes que estão sob essa medida protetiva. Acolhimento institucional é o termo usado atualmente para designar os serviços que acolhem crianças e adolescentes em situação de risco e violação de direitos. A história brasileira de atenção à infância é marcada por um longo período de institucionalização de crianças e adolescentes, onde estas viviam sob um regime institucional rígido e distante da convivência familiar e comunitária. O direito a convivência familiar e comunitária tem como prioridade que a criança e o adolescente possam permanecer e conviver com sua família de origem e, somente em casos de violação de seus direitos sejam afastados de seu âmbito familiar e acolhidos por meio de serviços de acolhimento familiar ou institucional. O Acolhimento Institucional se torna uma medida importante para os casos onde não é possível a permanência da criança em sua família, devendo ser um espaço social para o desenvolvimento da criança e para sua reconstrução de vínculos. A presente pesquisa foi feita com uma profissional de Serviço Social da Casa Vó Benedita com objetivo de conhecer, a partir de uma organização não governamental, o serviço de acolhimento institucional desenvolvido e a busca da efetivação do direito a convivência familiar e comunitária, considerando que as organizações não-governamentais representam o maior número de serviços de acolhimento desenvolvidos na cidade. Mesmo com os avanços desde a promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente em 13 de julho de 1990, a busca de um acolhimento institucional que priorize a convivência familiar e comunitária e que a efetive ainda é um desafio, que tem como foco, principalmente, a atuação em conjunto e interdependente entre os Serviços de Acolhimento Institucional e toda a rede de proteção social da criança, do adolescente e da família.
Keywords Acolhimento institucional
Convivência familiar e comunitária
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2013-04-08
Published in JANUÁRIO, Leila Lins. Um estudo sobre o acolhimento institucional de crianças e adolescentes na Casa Vó Benedita de Santos-SP. 2013. 102 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Serviço Social) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2013.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 102 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/58350

Show full item record




File

Name: Leila Lins Januário.PDF
Size: 1.079Mb
Format: PDF
Description: TCC
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account