O trabalho profissional do Assistente Social nas escolas e sua relação com o enfrentamento do preconceito Um estudo a partir das escolas de ensino fundamental do município de Limeira/SP

O trabalho profissional do Assistente Social nas escolas e sua relação com o enfrentamento do preconceito Um estudo a partir das escolas de ensino fundamental do município de Limeira/SP

Author Panza, Juliana Christofoli Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Cardoso, Priscila Fernanda Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Este trabalho de conclusão de curso teve como seu objetivo discutir qual é e se existe relação entre o trabalho profissional dos Assistentes Sociais nas Escolas e o enfrentamento do preconceito entre os estudantes. Em vista disso, definimos para a pesquisa, uma cidade referência no Serviço Social Escolar (Limeira), cujo público alvo foram as Assistentes Sociais que trabalham no ensino fundamental das escolas municipais da referida cidade. Os dados de análise foram colhidos por meio de um questionário com perguntas fechadas e abertas enviado via e-mail, após contato com a Secretaria de Educação de Limeira e com a coordenadora do Setor de Serviço Social Escolar. Para embasar a discussão, abordamos o conceito de trabalho enquanto categoria ontológica, como fundante do homem, das relações sociais, do modo de produção no qual vivemos e da ideologia correspondente ao mesmo. O preconceito entra então, como um dos elementos centrais que faz parte dos valores capitalistas, e que auxilia na naturalização da desigualdade social, por alavancar a ideia de que a mesma existe devido à questões individuais, desresponsabilizando o sistema. Entendemos então a possibilidade da discussão e da superação dos preconceitos serem efetivadas no ambiente escolar, que por mais que se organize de acordo com os interesses capitalistas, oferece também possibilidades efetivas de ação numa lógica contra hegemônica à ordem, e sendo compromisso profissional dos Assistentes Sociais atuar numa lógica de rompimento com o status quo e de eliminação de toda e qualquer forma de preconceito, consideramos que este profissional é qualificado teórica e politicamente para contribuir/orientar e construir espaços em busca da defesa de uma educação emancipadora, coerente com o projeto ético político profissional e que tenha como diretriz a contribuição no processo de transformação social.
Keywords Serviço Social
Escolas
Preconceito
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2013-04-08
Published in PANZA, Juliana Christofoli. O trabalho profissional do Assistente Social nas escolas e sua relação com o enfrentamento do preconceito Um estudo a partir das escolas de ensino fundamental do município de Limeira/SP. 2013. 102 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Serviço Social) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2013.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 102 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/58349

Show full item record




File

Name: Juliana Christofoli Panza.PDF
Size: 986.6Kb
Format: PDF
Description: TCC
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account