Linfedema após tratamento oncológico mamário: conhecimento e prática das mulheres acerca das orientações e cuidados com o membro superior

Linfedema após tratamento oncológico mamário: conhecimento e prática das mulheres acerca das orientações e cuidados com o membro superior

Alternative title Lymphedema after oncological treatment breast: knowledge and practice of women about directions and care with the top member
Author Guidorzi, Natalia Vidal Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Amaral, Maria Teresa Pace do Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract INTRODUÇÃO: o linfedema secundário ao câncer de mama ocasiona sintomas como dor, sensação de peso, aperto e limitação da amplitude de movimento, podendo afetar de 20 a 56% das mulheres submetidas ao tratamento oncológico. Por se tratar de um problema crônico, é fundamental que a equipe de saúde foque na prevenção e busque estratégias capazes de consolidar as práticas preventivas afim de evitar essa complicação. OBJETIVO: verificar, através de instrumento elaborado para este estudo, o conhecimento e a consciência, assim como a atitude e o comportamento das mulheres frente a possibilidade de aparecimento do linfedema. SUJEITOS E MÉTODOS: participaram do estudo 8 mulheres acompanhadas no Instituto Neo Mama, em Santos, e submetidas ao tratamento oncológico mamário, independente da fase terapêutica em que se encontravam. Foram excluídas aquelas que já apresentavam linfedema. Inicialmente aplicou-se a ficha de avaliação fisioterapêutica e o questionário Conhecimento, Atitude e Prática; na sequência, apresentou-se vídeo educativo seguido de roda de conversa para esclarecimento de possíveis dúvidas sobre o conteúdo exibido. Trinta dias após a apresentação do vídeo houve a entrega de um folder com exercícios para que as mulheres pudessem realizá-los em domicílio. Neste momento, o vídeo foi apresentado novamente. Após trinta dias deste segundo encontro, as mulheres retornaram e responderam novamente, o questionário Conhecimento, Atitude e Prática. ANÁLISE DOS DADOS: foi realizada análise descritiva das variáveis clinicas e sociodemográficas, assim como das respostas obtidas através dos questionários de Conhecimento, Atitude e Prática. RESULTADOS: 62,5% das pacientes haviam passado por dissecção axilar completa combinada à radioterapia. Após a intervenção, 87,5% das mulheres entenderam sobre a cronicidade do linfedema e todas referiram que a sensação de peso é considerada sintoma inicial do linfedema. Apenas 12,5% das mulheres declararam que segue as orientações de prevenção apenas às vezes, enquanto todas as outras relataram segui-las rotineiramente. CONCLUSÃO: o recurso audiovisual utilizado possibilitou a ampliação do conhecimento e consciência sobre linfedema e parece ter contribuído para atitude e comportamento mais efetivos. Entretanto, outros estudos devem ser realizados com maior número de mulheres e maior tempo de seguimento.

BACKGROUND: lymphedema secondary to breast cancer causes symptoms such as pain, heaviness, tightness and limitation of range of motion, and may affect 20-56% of women undergoing cancer treatment. As this is a chronic problem, it is essential that the health team focus on prevention and seek strategies that can consolidate preventive practices in order to avoid this complication. OBJECTIVE: To verify, through an instrument designed for this study, the knowledge and awareness, as well as the attitude and behavior of women facing the possibility of lymphedema. SUBJECTS AND METHODS: Eight women who were followed up at the Neo Mama Institute in Santos and went through breast cancer treatment, regardless of their therapeutic phase, participated in the study. Those who already had lymphedema were excluded. Initially, the physical therapy evaluation form and the Knowledge, Attitude and Practice questionnaire were applied; Following, an educational video was presented followed by a chatting circle to clarify possible doubts about the content displayed. Thirty days after the video presenation, a folder with exercises was delivered so that women could perform them at home. At this time, the video has been played again. Thirty days after this second meeting, the women returned and answered the Knowledge, Attitude, and Practice questionnaire again. DATA ANALYSIS: A descriptive analysis of the clinical and sociodemographic variables was performed, as well as the answers obtained through the Knowledge, Attitude and Practice questionnaires. RESULTS: 62.5% of the patients had undergone complete axillary dissection combined with radiotherapy. After the intervention, 87.5% of women understood about lymphedema chronicity and all reported that the sensation of weight is considered an initial symptom of lymphedema. Only 12.5% ​​of women reported that they only follow prevention guidelines sometimes, while all others reported following them routinely. CONCLUSIONS: the audiovisual resource used allowed the expansion of knowledge and awareness about lymphedema and seems to have contributed to more effective attitude and behavior. However, other studies should be conducted with more women and longer follow-up
Keywords Linfedema
Recurso audiovisual
Prevenção
Câncer de mama
Lymphedema
Prevention
Audiovisual aids
Breast neoplasms
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2019-11-27
Published in GUIDORZI, Natalia Vidal. Linfedema após tratamento oncológico mamário: conhecimento e prática das mulheres acerca das orientações e cuidados com o membro superior. 2019. 50 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 50 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51743

Show full item record




File

Name: TCC.pdf
Size: 752.2Kb
Format: PDF
Description: ARTIGO
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account