Histórico lúdico da criança hospitalizada: percepção da família

Histórico lúdico da criança hospitalizada: percepção da família

Author Baldini, Nathália Sobrinho Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Jurdi, Andrea Perosa Saigh Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Durante a hospitalização infantil, a criança passa por circunstâncias que repercutem em toda sua vida. Sentimentos desagradáveis como medo, angústia e ansiedade passam a fazer parte de seu cotidiano. Com o objetivo de amenizar a situação de estresse nos hospitais, têm sido empregadas, por exemplo, intervenções lúdicas nas unidades pediátricas. A atividade lúdica é considerada uma estratégia de humanização, que propicia o brincar de diversas formas. Esta atividade deve ser utilizada diariamente pela equipe de saúde multidisciplinar e/ou interdisciplinar, pois possibilita ao indivíduo tanto uma continuidade do desenvolvimento infantil como a reintegração do bem-estar físico e emocional, resultando assim em uma hospitalização menos traumatizante. O estudo teve por objetivo conhecer e analisar o histórico lúdico da criança hospitalizada, a partir da percepção da família e/ou acompanhante. A coleta de dados foi realizada no mês de agosto e setembro de 2019. Pesquisa de caráter qualitativo teve como participantes dezoito familiares/acompanhantes de crianças com faixa etária entre dois meses a doze anos, hospitalizadas na enfermaria de Pediatria/SUS da Santa Casa da Misericórdia de Santos-SP. Foi utilizado um roteiro de entrevista semiestruturado sobre o histórico lúdico da criança antes da hospitalização e como se dá o brincar no processo de hospitalização. O material produzido foi analisado por meio da análise de conteúdo. Os resultados apontaram que as crianças detém grande repertório de brincadeiras antes da hospitalização; a importância do brincar enquanto estratégia redutora de danos, além de promover a melhora do sofrimento da criança no período de hospitalização; os acompanhantes das crianças menores de quatro anos ressaltaram que a inacessibilidade ao espaço da brinquedoteca afeta negativamente a permanência da criança na enfermaria; verificou-se que as mães entrevistadas ainda não compreendem a importância do brincar nessa fase do desenvolvimento de seus filhos.

During child hospitalization, the child experiences circumstances that reverberate throughout his or her life. Unpleasant feelings such as fear, anguish and anxiety become part of your daily life. In order to alleviate the stress situation in hospitals, for example, playful interventions in pediatric units have been employed. Play activity is considered a humanization strategy, which provides play in various ways. This activity should be used daily by the health team, as it allows the individual both a continuity of child development and the reintegration of physical and emotional well-being, thus resulting in a less traumatizing hospitalization. The study aimed to know and analyze the playful history of the hospitalized child, from the perception of family and / or companion. A qualitative research had as participants eighteen family and / or companion of children aged between two months and twelve years, hospitalized in the pediatric ward / SUS of Santa Casa da Misericórdia de Santos-SP. We used a semi-structured interview script about the child's playful history before hospitalization and how to play in the hospitalization process. The material produced was analyzed through content analysis. The results showed that children have a large repertoire of play before hospitalization; the importance of playing as a harm reduction strategy, in addition to promoting the improvement of the child's suffering during hospitalization; caregivers of children under four stressed that the inaccessibility of the playroom negatively affects the child's stay in the ward; It was found thatthe interviewed mothers still do not understand the importance of playing at this stage of their children's development
Keywords Hospitalização infantil
Brincar
Fisioterapia pediátrica
Child hospitalization
Play
Pediatric physiotherapy
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2019-11-29
Published in BALDINI, Nathália Sobrinho. Histórico lúdico da criança hospitalizada: percepção da família. 2019. 46 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2019.
Knowledge area Promoção, prevenção e reabilitação em saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 46 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51716

Show full item record




File

Name: TCC_NATHALIA_SOBRINHO_BALDINI_2019.pdf
Size: 801.0Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account