Avaliação do desenvolvimento motor em lactentes com diagnóstico de sífilis congênita

Avaliação do desenvolvimento motor em lactentes com diagnóstico de sífilis congênita

Author Tancredo, Raícza Victória Tricarico Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Sá, Cristina dos Santos Cardoso de Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract A sífilis é uma doença infecciosa crônica causada por uma bactéria chamada Treponema pallidum subsp pallidum, sendo transmitida por duas vias: sexual, chamada de sífilis adquirida, e vertical, também chamada de congênita, quando é transmitida através da placenta. A sífilis permanece como um problema de saúde pública mundial, estimando-se que 1,8 milhões de gestantes no mundo estejam infectadas pela sífilis e que menos de 10% delas sejam diagnosticadas e tratadas. O desenvolvimento infantil é um processo que vai desde a concepção, envolvendo vários aspectos, indo desde o crescimento físico, passando pela maturação neurológica, comportamental, cognitiva, social e afetiva da criança. As manifestações clínicas ocasionadas pela sífilis congênita podem atrasar o desenvolvimento infantil. Objetivo: Avaliar o desenvolvimento motor nas idades de 3 e 6 meses de lactentes com sífilis congênita e comparar com lactentes de 3 e 6 meses sem sífilis congênita. Método: Os participantes desta pesquisa foram selecionados por amostra de conveniência com idade de 3 meses e 6 meses com e sem diagnóstico de sífilis congênita que tiveram seu desenvolvimento motor avaliados pela Escala Motora Infantil de Alberta (AIMS). As avaliações ocorreram no serviço especializado de saúde da Cidade de Santos, Seção Núcleo Integrado de Atendimento à Criança (SENIC) (lactentes com sífilis) e Unidades Básica de Saúde - Vila Nova (lactentes sem sífilis) submetendo o lactente a uma avaliação individual, com a presença de seus pais ou cuidadores. Resultado: O teste Qui-Quadrado revelou que não há diferença entre lactentes com sífilis e lactentes sem sífilis em relação ao desenvolvimento motor aos 3 meses e também que não há diferença entre lactentes com sífilis e lactentes sem sífilis em relação ao desenvolvimento motor aos 6 meses de idade. Conclusão: No presente estudo, através da avaliação pela Escala Motora Infantil de Alberta, concluiuse que os lactentes de 3 e 6 meses diagnosticados com sífilis congênita não apresentaram percentil de desenvolvimento menor do que comparados com o percentil de lactentes sem esse diagnóstico e, com isso, não houve características determinantes para estabelecer atraso no desenvolvimento motor de lactentes com diagnóstico de sífilis congênita, não definindo um desenvolvimento motor atípico para as respectivas idades de lactentes diagnosticados

Syphilis is a chronic infectious disease caused by a bacterium called Treponema pallidum subsp pallidum, being transmitted by two routes: sexual, called acquired syphilis, and vertical, also called congenital, when it is transmitted through the placenta. Syphilis is a global public health problem, with an estimated 1.8 million pregnant women being infected with syphilis and at least 10% being diagnosed and treated. The development process is a process that goes from the conception, going through several areas, going from the physical growth, through the neurological, behavioral, cognitive, social and affective maturation of the child. Therapeutic manifestations caused by congenital syphilis may delay child development. Objective: To evaluate the motor development at the ages of 3 and 6 months of infants with congenital syphilis and to compare it with infants of 3 and 6 months without congenital syphilis in infants without congenital syphilis. Methods: The participants of this study were selected by convenience sample, aged between 3 months and 6 months, with and without diagnosis of congenital syphilis, whose development was evaluated by the Alberta Infant Motor Scale (AIMS). The evaluations took place in the specialized health service of the Municipality of Santos, in the Integrated Nucleus of Assistance to the Child (SENIC) (infants with syphilis) and in the Basic Health Units - Vila Nova (infants without syphilis) subjecting the infant to an individual evaluation, with the presence of their parents or caregivers. Result: The chi-square test revealed that there is no difference between infants with syphilis and infants without syphilis in relation to motor development at 3 months and also that there is no difference between infants with syphilis and infants without syphilis in relation to motor development at 6 months of age. Conclusion: In the present study, through the Alberta Infant Motor Scale, it was concluded that infants with 3 and 6 months of age diagnosed with congenital syphilis did not present a percentile of development below the percentile of infants without this diagnosis and, therefore, were not determinant characteristics to establish delayed motor development of infants diagnosed with congenital syphilis, not defining an atypical motor development for the respective ages of diagnosed infants
Keywords Sífilis congênita
Desenvolvimento infantil
Avaliação
Congenital syphilis
Child development
Evaluation
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Santos
Language Portuguese
Date 2018
Published in TANCREDO, Raícza Victória Tricarico Ferreira. Avaliação do desenvolvimento motor em lactentes com diagnóstico de sífilis congênita. 2018. 41 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2018.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 41 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51618

Show full item record




File

Name: TCC_RaiczaVTFTancredo2018.pdf
Size: 1.180Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account