Atraso E Regressão Do Desenvolvimento

Atraso E Regressão Do Desenvolvimento

Author Silva, Mayara Cantalice Vogel Da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Rodrigues, Marcelo Masruha Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e atenção à saúde
Abstract Neurological development consists of a continuous and sequential process in which the human being acquires skills ranging from simple and disorganized movements to highly complex activities.1,2 Developmental disorders are highly prevalent and are estimated to occur in 1% 3% of children under 5 years of age.3 Thus, they represent one of the main manifestations of neurological diseases in the pediatric age group and are among the main complaints in the specialist's office. Early diagnosis is very important, allowing the implementation of strategies that enable the patient reach their maximum potential.4 With regard to the pattern of different areas of neurodevelopment, the changes can be classified as being part of: 1. Global delay (impairment of two or more areas); 2. Dissociation (isolated delay or much more marked in one of the areas); 3. Deviation from the expected sequence of acquisitions.5 As for temporal progression, development can be classified as:  Regular (constant speed of acquisition of skills);  Stagnant (when no new gains are made);  Regressive (when there is loss of milestones already achieved) .6 Lesions located in different regions of the child's nervous system may manifest with developmental delay. However, peripheral lesions will fundamentally impair motor development, as well as myopathies. Brain lesions, which are the main cause of developmental changes, are most often manifested by a number of changes, such as delayed motor development, language impairment, intellectual impairment, and impairment of other higher cortical functions (such as attention, memory, executive functions), among others. Patients with signs and symptoms of brain dysfunction caused by permanent and non-progressive lesions are classified syndromically as having a static, non-progressive or non-progressive encephalopathy, with overall developmental delay being one of their main characteristics. On the other hand, those individuals who present signs and symptoms of brain dysfunction caused by progressive lesions are framed, also syndromic, as having progressive or progressive encephalopathy, and developmental regression is their main characteristic. The differentiation between static and progressive frames is not always easy. For example, progressive diseases often present initially, and sometimes for long periods, with developmental delays. Similarly, when this type of disease manifests itself in the first weeks or months of life, there may be a serious impairment of development, preventing any type of gain and making it impossible to perceive the loss of any previous acquisition. Otherwise, static frames can evolve with pseudoregression, a phenomenon that will be discussed later in this chapter.

O desenvolvimento neurológico consiste em um processo contínuo e sequencial, no qual o ser humano adquire habilidades que vão desde movimentos simples e desorganizados a atividades altamente complexas.1,2 As alterações do desenvolvimento têm grande prevalência, estimando-se que ocorram em 1% a 3% das crianças menores de 5 anos.3 Dessa forma, representam uma das principais manifestações das doenças neurológicas na faixa etária pediátrica e figuram entre as principais queixas no consultório do especialista. O diagnóstico precoce é muito importante, permitindo a implementação de estratégias que possibilitem ao paciente alcançar o seu máximo potencial.4 Com relação ao padrão de comprometimento das diferentes áreas do desenvolvimento neurológico, as alterações podem ser classificadas como fazendo parte de: 1. Atraso global (comprometimento de duas ou mais áreas); 2. Dissociação (atraso isolado ou muito mais marcado em uma das áreas); 3. Desvio da sequência esperada das aquisições.5 Quanto à progressão temporal, o desenvolvimento pode ser classificado como:  Regular (velocidade constante de aquisição das competências);  Estagnado (quando não se verifica novos ganhos);  Regressivo (quando há perda de marcos já alcançados).6 Lesões situadas em diferentes regiões do sistema nervoso da criança podem manifestar-se com atraso do desenvolvimento. Contudo, as lesões periféricas irão comprometer fundamentalmente o desenvolvimento motor, assim como as miopatias. As lesões encefálicas, que representam o principal grupo causador de alterações do desenvolvimento, mais frequentemente manifestam-se por um conjunto de alterações, como atraso do desenvolvimento motor, de linguagem, deficiência intelectual, comprometimento de outras funções corticais superiores (como atenção, memória, funções executivas), entre outras. Pacientes que apresentam sinais e sintomas de disfunção encefálica causados por lesões permanentes e de caráter não progressivo são enquadrados, de maneira sindrômica, como tendo uma encefalopatia estática, não evolutiva ou não progressiva, sendo o atraso global do desenvolvimento uma de suas principais características. Já aqueles indivíduos que apresentam sinais e sintomas de disfunção encefálica causados por lesões de caráter progressivo são enquadrados, também de forma sindrômica, como tendo uma encefalopatia evolutiva ou progressiva, sendo a regressão do desenvolvimento a sua principal característica. A diferenciação entre quadros estáticos e progressivos nem sempre é fácil. Por exemplo, é frequente que doenças progressivas se apresentem inicialmente, e às vezes por longos períodos, com atraso do desenvolvimento. De forma semelhante, quando esse tipo de enfermidade se manifesta ainda nas primeiras semanas ou meses de vida, pode haver comprometimento grave do desenvolvimento, impedindo qualquer tipo de ganho e impossibilitando a percepção da perda de alguma aquisição prévia. De outro modo, quadros estáticos podem evoluir com pseudorregressão, um fenômeno que será discutido mais adiante neste capítulo.
Keywords Delay
Regression
Development
Child Neurology
Prevention
Atraso
Regressão
Desenvolvimento
Neurologia Infantil
Prevenção
Language Portuguese
Date 2017-05-25
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 37p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6294783
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50904

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account