Efeitos Da Exposição Crônica Ao Estresse De Derrota Social Sobre Os Efeitos Estimulantes E Reforçadores Do Etanol

Efeitos Da Exposição Crônica Ao Estresse De Derrota Social Sobre Os Efeitos Estimulantes E Reforçadores Do Etanol

Alternative title Effects of chronic social defeat stress on stimulant and reward effects of ethanol
Author Macedo, Giovana Camila De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Quadros, Isabel Marian Hartmann De Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psicobiologia
Abstract Repeated exposure to ethanol and other drugs of abuse promotes neuroadaptations on brain reward systems, rendering them hyper responsive (i.e., sensitized) to drugs. The sensitization of brain reward responses to drugs would, in turn, facilitate drug-induced stimulation and reward. Likewise, repeated exposure to episodic stress seems to sensitize brain reward pathways, promoting cross-sensitization with drugs and increased drug intake. In contrast, exposure to continuous stress may induce an anhedonic state associated with the reduction of drug reward. To assess whether repeated exposure to two types of social stress induces cross-sensitization to the stimulant effect of ethanol and promotes increased voluntary ethanol consumption. The association between behavioral sensitization induced by repeated ethanol treatment and voluntary drinking was also tested. Swiss male mice were exposed to two types of social defeat stress (episodic vs. continuous) during 10 days, and 10 days later were challenged with a stimulant dose of ethanol (2.2 g/kg or 1.6 g/kg, ip). Next, we evaluated the voluntary intake of ethanol solutions (6%, 10% and 20% w / v) with two-bottle choice, home cage drinking sessions of 24h, every other day. Another group of animals was exposed to 10 days of repeated treatment with ethanol (2.2 g/kg, i.p.) as a positive control of sensitization, and was evaluated for voluntary ethanol drinking. Repeated exposure to 10 days of continuous social defeat promoted insensitivity to the stimulating effect of ethanol, while episodic defeat had no effects. Pre-exposure to episodic or continuous defeat stress failed to affect voluntary ethanol drinking. On the other hand, a 10-day treatment with ethanol injections induced behavioral sensitization to ethanol-stimulation and increased ethanol intake in concentrations of 10%. These findings indicate that repeated exposure to episodic social stress did not escalate ethanol drinking, nor induced cross-sensitization. Animals exposed to continuous defeat stress showed a blunted stimulant response to ethanol, but no changes in intake. On the other hand, we provided support for a positive association between ethanol-induced behavioral sensitization and ethanol drinking.

A exposição repetida ao etanol, assim como a outras drogas de abuso promove neuroadaptações no sistema de recompensa cerebral, tornando-o hiperresponsivos (isto é, sensibilizados) e facilitando os seus efeitos estimulantes e recompensadores. Do mesmo modo, a exposição repetida ao estresse episódico parece ser capaz de sensibilizar as vias de recompensa, promovendo sensibilização cruzada com drogas e contribuir para o aumento do consumo. Em contrapartida, o estresse contínuo parece induzir um estado anedônico associado com a redução dos efeitos estimulantes e motivacionais. O presente estudo teve como foco principal avaliar se a exposição repetida aos dois tipos de estresse social (episódico vs. contínuo) induz sensibilização cruzada ao efeito estimulante do etanol e promove o aumento do consumo voluntário desta droga. A associação entre sensibilização comportamental induzida pelo tratamento repetido com etanol e consumo voluntário também foi testada. Camundongos machos suíços foram expostos durante 10 dias a dois tipos de estresse social (episódico vs. contínuo) e 10 dias após foram avaliados com uma dose estimulante de etanol (2,2 g / kg ou 1,6 g / kg, ip). Em seguida, avaliamos o consumo voluntário de etanol em diferentes concentrações (6%, 10% e 20% p / v) com acesso intermitente, durante 24h, na gaiola-moradia do animal. Outro grupo de animais foram tratados durante 10 dias com etanol (2,2 g / kg, i.p.) como controle positivo de sensibilização, e foi avaliado quanto ao consumo voluntário de etanol. A exposição repetida a 10 dias de estresse contínuo promoveu insensibilidade ao efeito estimulante do etanol, enquanto o estresse episódico não afetou este efeito estimulante. Tanto a exposição ao estresse contínuo quanto episódico não afetou o consumo voluntário de etanol. Por outro lado, 10 dias de tratamento repetido com etanol induziu sensibilização comportamental ao efeito estimulante do etanol e aumentou o consumo voluntário na concentração de 10%. Esses achados indicam que os animais expostos ao estresse contínuo apresentaram uma insensibilidade ao efeito estimulante, mas nenhuma mudança no consumo. O estresse episódico não aumentou o consumo de etanol, nem induziu sensibilização cruzada. Por outro lado, corroboramos uma associação positiva entre a sensibilização comportamental induzida pelo etanol e o consumo desta droga.
Keywords Ethanol
Social Stress
Social Defeat
Drinking
Mice
Sensibilization
Etanol
Estresse Social
Derrota Social
Consumo
Camundongos
Sensibilização
Language Portuguese
Sponsor Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (CAPES)
Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP)
Grant number FAPESP: 01562-2/2013
Date 2017-03-29
Published in MACEDO, Giovana Camila De. Efeitos Da Exposição Crônica Ao Estresse De Derrota Social Sobre Os Efeitos Estimulantes E Reforçadores Do Etanol. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2017.
Research area Estudo De Alterações Biológicas Associadas Ao Uso De Drogas.
Knowledge area Medicina E Sociologia Do Abuso De Drogas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 42p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5059079
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50427

Show full item record




File

Name: 2017 MACEDO, GIOVANA CAMILA DE. Doutorado.pdf
Size: 3.041Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account