Modalidade Ativa E Não Ativa No Município De Santos, Sp Um Modelo De Investigação

Modalidade Ativa E Não Ativa No Município De Santos, Sp Um Modelo De Investigação

Author Santana, Angelica Barbosa Neres Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Ribeiro, Daniel Araki Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar Em Ciências Da Saúde
Abstract The percentages of obesity and overweight found in different countries are increasing, and simultaneously they have a decrease in active mobility practices. Studies are increasingly studying the factors related to displacement with approach in complex system, however, there are limitations when investigating only a part of the mobility and not her with a whole. In addition, there are in Brazil a database that provides crucial information for understanding this in different states of the country, known as National Household Sample Survey that have not been properly exploited for this purpose. In this way, the present study aims to propose a research model of mobility behavior, based on the comparison of scenarios in the city of Santos. For that, the parameters of the next phase were determined with the recruitment and descriptive statistical analysis of the Origin and Destination Survey of the city of Santos. In the construction of the model from the empirical data, the Bayes' Theorem was applied. For this, theoretical models of statistical distribution were tested to generate the Bayesian term of likelihood. With the generated model and the numerical data obtained by it, the internal validation was performed, considering the test of best fit of the resulting data with the original empirical data. Once validated, simulations were performed to explore its valid initial parameter space in order to explore the possible applications of the model in the study of scenarios of active mobility practice. The results obtained by the simulations indicate that the maximum practicable percentages of active mobility in the city are: 20% of walking and 20% of use of bicycle for daily trips Interregional and 80% of walking and 12.5% of bicycle use for the intra-regional daily trips, and the behavior of the modal has a selfregulation, since the arrows tend to point to the region where the modal are validated. Theviii present study brings a tool that can be constructed with few parameters and replicable for all cities where National Household Sample Survey are performed.

É cada vez mais crescente a porcentagens de obesidade e sobrepeso encontrado em diferentes países, e simultaneamente possuem diminuição nas práticas de mobilidade ativa. Estudos vem cada vez mais estudando os fatores relacionados ao deslocamento com abordagem em sistema complexo, no entanto, há limitações ao investigar apenas uma parte da mobilidade e não ela com um todo. Além disso, há no Brasil base de dados que fornecem informações cruciais para entendimento desse em diferentes estados do país, conhecido como Pesquisas Origem e Destino que não têm sido devidamente exploradas para este fim. Dessa forma o presente estudo tem o objetivo propor um modelo de geração de cenários com enfoque no comportamento da mobilidade ativa do município de SantosSP. Para isso foram determinados os parâmetros da fase seguinte com o recrutamento e análise estatística descritiva da Pesquisa Origem e Destino da cidade de Santos. Na construção do modelo a partir dos dados empíricos, foi aplicado o Teorema de Bayes. Para isso, foram testados modelos teóricos de distribuição estatística para gerar o termo de verossimilhança bayesiano. Com o modelo gerado e os dados numéricos por ele obtidos, foi realizada a validação interna, considerando o teste de melhor ajuste dos dados resultantes com os dados empíricos originais. Uma vez validados, foram realizadas simulações para explorar o seu espaço de parâmetros iniciais válidos a fim de explorar as possíveis aplicações do modelo no estudo de cenários de prática de mobilidade ativa. Os resultados obtidos pelas simulações identificam que as porcentagens máximas praticáveis de mobilidade ativa na cidade são: 20% de caminhada e 20% do uso de bicicleta para as viagens diárias Inter-regional e 80% de caminhada e 12,5% do uso de bicicleta para as viagens diárias Intrarregional, e o comportamento dos modais tem uma autorregulação, já que as setas tendem a apontar para região onde os modais são validados. O presentevi estudo traz uma ferramenta que pode ser construída com poucos parâmetros e replicável para todas as cidades onde as Pesquisa de Origem e Destino são realizadas.
Keywords Mobility
Physical Activity
Model
Origin-Destination Research
Mobilidade
Atividade Física
Modelo
Pesquisa Origem-Destino
Language Portuguese
Date 2017-10-30
Research area Estratégias Interdisciplinares Em Promoção, Prevenção E Reabilitação
Knowledge area Promoção, Prevenção E Reabilitação Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 130p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5661154
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50270

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account