Características Basais, Perfil De Tratamento, Evolução Temporal E Preditores De Mortalidade Em 30 Dias De Pacientes Com Infarto Agudo Do Miocárdio Com Supradesnivelamento Do Segmento St Atendidos Em Uma Rede Regional E Integrada De Saúde Na Cidade De Salvador No Estado Da Bahia

Características Basais, Perfil De Tratamento, Evolução Temporal E Preditores De Mortalidade Em 30 Dias De Pacientes Com Infarto Agudo Do Miocárdio Com Supradesnivelamento Do Segmento St Atendidos Em Uma Rede Regional E Integrada De Saúde Na Cidade De Salvador No Estado Da Bahia

Author Filgueiras Filho, Nivaldo Menezes Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Lopes, Renato Delascio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Cardiologia)
Abstract Introduction: Cardiovascular disorders, particularly Acute Myocardial Infarction, are the main cause of mortality and disability worldwide. Besides, the populations of low and middle income countries are more exposed to cardiovascular risk factors and have less access to health assistance. Integrated regional care network for ST-segment elevation acute myocardial infarction have been planned and developed to improve care of these patients. However, little is known about the impact of these integrated care networks on clinical outcomes in developing countries. Purpose: To describe baseline characteristics of patients admitted with ST-segment elevation acute myocardial infarction (STEMI) in a prospective registry in Brazil, and temporal trends in treatments. To identify predictors of mortality and to determine the effect of regional care network implementation in 30-day mortality. Methods: From Jan 2011 to Aug 2013, 520 patients received primary STEMI care at 23 non-specialized public health units (7 general hospitals; 16 community-based emergency units) with the option to be transferred to one of two public cardiology reference centers (CRC). These patients were identified through a Regional STEMI Network supported by telemedicine and the local prehospital emergency medical service. Patients were stratified in five periods of 6-month each from 1/2011 to 1/2013 according to when they were admitted. Results: Mean age was 62.0 ± 12.2y, and most patients were men (55.6%). Mean GRACE score was 145 ± 34. Overall mortality at 30 days was 15.0%. The median pain-to-admission time was 180 min [25th-75th percentiles: 66-430] and admission-to-ECG, 159 min [25th-75th percentiles: 70-379]. There were no differences in pain-to-admission or admission-to-ECG times and no difference in GRACE score over time. Use of optimized medical therapy (OMT) increased significantly from baseline to period 5: dual antiplatelet therapy (1/2011, 61.8%; 1/2013, 93.6%; p<0.001) and statin (1/2011, 60.4%; 1/2013, 79.7%; p<0.001). Rates of primary reperfusion also increased (1/2011, 29.1%; 1/2013, 53.8%; p<0.001) and more patients were transferred to CRC (1/2011, 44.7%; 1/2013, 76.3%; p=0.001). In multivariable analysis, these factors were significantly associated with 30-day mortality: GRACE score (OR=1.172 per 10 units increase; 95%CI=1.07-1.29; p<0.001), transfer to CRC (OR=0.32; 95%CI=0.16-0.64; p<0.001), optimized medical therapy (OR=0.43; 95%CI=0.20-0.92; p=0.03) and previous stroke (2.41; 95%CI =1.14-5.09; p=0.02). The 30-day mortality rates decreased from 19.8% in 1/2011 compared with 5.1% in 1/2013 (p<0.001). Conclusion: The patients were classified as high risk, with low frequency use of primary reperfusion therapy. The independent predictors of mortality were: previous stroke, higher admission GRACE score, lack of transfer to CRC and lack of use of OMT. Implementing an integrated care network for patients with STEMI was associated with a significant reduction in mortality within 30 days.

Introdução: As doenças cardiovasculares (DCV), principalmente o infarto agudo do miocárdio (IAM), representam a principal causa de mortalidade e incapacidade no mundo. População de países em desenvolvimento têm mais exposição a fatores de risco cardiovasculares, agravado pelo menor acesso à assistência à saúde. Redes regionais para o cuidado dos pacientes com IAM têm sido planejadas e desenvolvidas para melhorar o atendimento de emergência desses pacientes. No entanto, há poucos dados na literatura a respeito do impacto da criação de tais redes regionais de IAM em desfechos clínicos em países em desenvolvimento. Objetivo: Descrever as características clínicas da população incluída numa rede integrada de atenção ao infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST (IAMCSST) e sua evolução temporal, identificando preditores independentes de mortalidade em 30 dias. Determinar a associação entre a implementação da rede regional integrada de IAMCSST e mortalidade em 30 dias. Métodos: Entre os meses de janeiro de 2011 e agosto de 2013, 520 pacientes com IAMCSST receberam atendimento primário em 23 unidades de saúde pública não especializadas (7 hospitais gerais; 16 unidades básicas de pronto atendimento), com a possibilidade de transferência para centros de referência em cardiologia (CRC). Os pacientes eram identificados pela Rede Regional através do sistema de telemedicina e pelo serviço pré-hospitalar de emergência. Os pacientes foram divididos em 5 períodos (semestres) de 10/2011 a 10/2013, de acordo com a data da sua admissão, para a análise da evolucao temporal. Resultados: A média de idade foi 62,0 ± 12,2 anos, e a maioria dos pacientes foram homens (55,6%). A média do GRACE escore foi 145 ± 34. A mortalidade em 30 dias foi 15,0%. A mediana do tempo dor-admissão foi 180 min (percentil 25-75: 66-430) e admissão-ECG, 159 min (percentil 25-75: 70-379). Não foram observadas diferenças nos tempos dor-admissão ou admissão-ECG, nem na média do escore GRACE ao longo do tempo. O uso de um tratamento agudo otimizado (TAO) aumentou signicativamente do período inicial até o 50 período: dupla antiagregação plaquetária (10/2011, 61,8%; 10/2013, 93,6%; p<0,001) e estatina (10/2011, 60,4%; 10/2013, 79,7%; p<0,001). As taxas de reperfusão primária também aumentaram (10/2011, 29,1%; 10/2013, 53,8%; p<0,001) e mais pacientes foram transferidos para CRC (10/2011, 44,7%; 10/2013, 76,3%; p=0,001). Na análise multivariada foram fatores significativamente associados ao óbito em 30 dias: escore GRACE elevado (OR=1,172 por 10 unidades; IC 95%=1,07-1,29; p<0,001), transferência para CRC (OR=0,32; IC 95%=0,16-0,64; p<0,001), tratamento agudo otimizado (OR=0,43; IC 95%=0,20-0,92; p=0,03) e acidente vascular cerebral (AVC) prévio (2,41; IC 95%=1,14-5,09; p=0,02). A mortalidade em 30 dias diminuiu de 19,8% no 10/2011 comparado com 5,1% no 10/2013 (p<0,001). Conclusão: Os pacientes estudados foram classificados como de alto risco e com baixa frequência de uso de terapia de reperfusão primária. Foram preditores independentes de aumento de mortalidade: história prévia de AVC, escore GRACE mais elevado na admissão, não transferência para CRC e não utilização de TAO. A implementação de uma rede regional integrada para o atendimento de pacientes com IAMCSST se associou com redução significativa nas taxas de mortalidade em 30 dias.
Keywords St-Segment Elevation Acute Myocardial Infarction
Low And Middle Income Countries
Mortality
Regional Network
Infarto Agudo Do Miocárdio Com Supradesnivelamento Do Segmento St
Países Em Desenvolvimento
Mortalidade
Redes Regionais
Language Portuguese
Date 2017-10-09
Research area Investigação Integrada Dos Procedimentos Diagnósticos E Terapêuticos Das Doenças Cardiovasculares
Knowledge area Investigação Básica E Clínica Das Doenças Cardiovasculares
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 60p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5399721
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50258

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account