Efeito Do Peróxido De Hidrogênio (H2O2) No Íleo

Efeito Do Peróxido De Hidrogênio (H2O2) No Íleo

Author Cesario, Thalyta Aparecida Munhoz Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Smith, Ricardo Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Biologia estrutural e funcional
Abstract The study of reactive oxygen species becomes interesting due to production by normal cellular metabolism, in the presence of diseases and the ability to oxidize biological macromolecules. H2O2 included in the ROS class is often studied, but the effects are quite variable depending on the tissue, organ and the animal species studied. In general, H2O2 has a dual effect on biological systems, depending on concentration range, acting deleteriously at high concentrations (range of μM to mM) or as a cell marker at lower concentrations (nM range). Thus, the objective of this study was to investigate the effect of exogenous H2O2 administration in ileum isolated from mice to evaluate possible changes in morphology, redox state and antioxidant defense to further deepen the understanding of the effects of induced oxidative stress in ileum. The following results were observed: the exogenous administration of H2O2 for 20 minutes promoted changes depending on the concentration: at 100 nM concentration, was observed an increase in the thickness of the longitudinal and circular layer, with a moderate alteration of the intestinal mucosa, but an increase in lipid peroxidation. At concentrations of 100 μM and 1 mM were observed total villus destruction of the intestinal mucosa and reduction of the muscular layer. In relation to the redox state, there was a decrease in the activity of the antioxidant enzyme catalase (CAT), but of activation of the enzyme superoxide dismutase (SOD) and maintenance of levels of lipid peroxidation at concentrations of 100 μM and 1 mM. These data are indicative of the similarity of mouse ileum results as described in other animal species, that is, ileum is extremely sensitive to exogenous H2O2 administration and this compound acts positively or negatively on the structural and functional integrity of the organ.

O estudo das espécies reativas de oxigênio (ROS) torna-se interessante devido à produção no metabolismo celular normal ou em presença de doenças e à habilidade em oxidar macromoléculas biológicas. O H2O2 incluído na classe de ROS é estudado frequentemente, mas os efeitos são bastante variáveis dependendo do tecido, órgão e da espécie animal estudada. Em geral, o H2O2 apresenta efeito dual nos sistemas biológicos, dependendo da faixa de concentração, atuando de forma deletéria em concentrações elevadas (faixa de μM a mM) ou como sinalizador celular em concentrações menores (faixa de nM). Sendo assim, o objetivo deste estudo foi investigar o efeito da administração exógena de H2O2 em íleo isolado de camundongos, com o intuito de avaliar possíveis alterações da morfologia, do estado redox e da defesa antioxidante para maior aprofundamento do entendimento dos efeitos do estresse oxidativo induzido em íleo. Evidenciou-se os seguintes resultados: a administração exógena de H2O2 por 20 minutos promoveu alterações dependentes de concentração: para concentração de 100 nM observou-se aumento da espessura das camadas musculares longitudinal e circular, com moderada alteração da mucosa intestinal e aumento da peroxidação lipídica. Nas concentrações de 100 μM e 1 mM observou-se destruição total das vilosidades da mucosa intestinal e redução das camadas musculares. Em relação ao estado redox, houve diminuição na atividade da enzima antioxidante catalase (CAT), porém ausência de ativação da enzima superóxido dismutase (SOD) e manutenção dos níveis de peroxidação lipídica para as concentrações de 100 μM e 1 mM. Esses dados são indicativos que os resultados obtidos do íleo de camundongos são semelhantes aos descritos em outras espécies animais, ou seja, o íleo é extremamente sensível à administração exógena de H2O2 e este composto age positiva ou negativamente na integridade estrutural e funcional do órgão.
Keywords Hydrogen Peroxide
Free Radicals
Deleterious Effect
Redox Signaling
Oxidative Stress
Ileus
Peróxido De Hidrogênio
Radicais Livres
Efeito Deletério
Sinalização Redox
Estresse Oxidativo
Íleo
Language Portuguese
Date 2017-07-31
Research area Biologia Estrutural E Funcional Aplicada
Knowledge area Biologia Celular E Molecular
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 146p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5048539
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50227

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account