Resistência E Microabandonos Na Constituição Da Subjetividade Docente

Resistência E Microabandonos Na Constituição Da Subjetividade Docente

Author Freitas, Alexandre Marques De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor de Carvalho, Alexandre Filordi Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Educação
Abstract The objective of this work is to approach the production of teacher subjectivity within the modern school. To do so, it will be analyzed, from a microcontext of basic education, how teachers define themselves from a professional point of view and how they conceive the exercise of teaching in comparison to their expectations when they join teaching . This discrepancy between the ideal and actual exercises of teaching may have the most diverse explanations. Particular attention will be paid in this research to the resistance of the school community in general and pupil in particular to conform to the traditional schemes through which school institutions operate. The lack of support and rejection experienced by teachers as a group carrying a knowledge that, from the point of view of an increasingly utilitarian society, is little valued and in the practice of an activity whose prestige is proportional to the sacrifice and willingness to work without significant financial compensation, have important effects on teachers' self-image. The complex and often tense relations with the student body, together with the lack of reasonable working conditions, contribute to the constitution of a teaching subjectivity characterized by a set of microabandonos; small and daily renunciations of ideals and practices seen as essential at the beginning of the practice of the profession and which are gradually abandoned over time, as a strategy for remaining in office and also as a means of reaction and refusal to a set of circumstances that aim at diminish the role and importance of the teacher himself as subject. Having as a theoretical framework the philosophy of differences and based on authors such as Deleuze, Guattari, Foucault, among others, the efforts of this text will focus on the micro-elements of teaching practice, in an attempt to capture what escapes the explanations that tend to the generalizations that depersonalize the teacher in the exercise of his work.

O objetivo deste trabalho é abordar a produção da subjetividade docente no âmbito da escola moderna. Para tanto, analisar-se-á, a partir de um microcontexto da educação básica, como os professores e professoras definem a si mesmos do ponto de vista profissional e como concebem o exercício do magistério em comparação às suas expectativas quando de seu ingresso na docência. Esta discrepância existente entre os exercícios ideal e real da docência pode ter explicações as mais diversas. Nesta pesquisa dar-se-á especial atenção à resistência da comunidade escolar, em geral, e do alunado em particular, a se enquadrarem aos esquemas tradicionais através dos quais operam as instituições escolares. A falta de apoio e a rejeição experienciadas pelo professorado como grupo portador de um saber que, do ponto de vista de uma sociedade cada vez mais utilitarista, é pouco valorizado e na prática de uma atividade cujo prestígio é proporcional ao sacrifício e à disposição para trabalhar sem compensações financeiras significativas, têm efeitos importantes sobre a auto-imagem dos docentes . As complexas e geralmente tensas relações com corpo discente, aliadas à falta de condições razoáveis de trabalho contribuem para a constituição de uma subjetividade docente caracterizada por um conjunto de microabandonos; pequenas e cotidianas renúncias a ideais e práticas vistas como essenciais no início do exercício da profissão e que são paulatinamente abandonadas ao longo do tempo, como estratégia de permanência no cargo e também como meio de reação e de recusa a um conjunto de circunstâncias que visam a diminuir o papel e a importância do próprio professor como sujeito. Tendo como arcabouço teórico a filosofia das diferenças e amparado-se em autores como Deleuze, Guattari, Foucault, dentre outros, os esforços deste texto concentrar-se-ão nos elementos microssituacionais da prática docente, na tentativa de captar o que escapa às explicações que tendem às generalizações que despersonificam o professor no exercício de seu trabalho.
Keywords Micro-Abandonments
Teaching Practice
Subjectivity
Teaching
Resistance
Microabandonos
Exercício Da Docência
Subjetividade
Magistério
Resistência
Language Portuguese
Date 2017-12-05
Research area Sujeitos, Saberes E Processos Educativos
Knowledge area Educação
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 267p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5168128
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50214

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account