O Conceito De Trabalho Em Marcuse: Interpretação Do Artigo Sobre Os Fundamentos Filosóficos Do Conceito De Trabalho Da Ciência Econômica

O Conceito De Trabalho Em Marcuse: Interpretação Do Artigo Sobre Os Fundamentos Filosóficos Do Conceito De Trabalho Da Ciência Econômica

Author Ramponi, Gabriel Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Rosa Filho, Silvio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Filosofia
Abstract The dissertation seeks to explore the theoretical sources for the development of the concept of Labor in Herbert Marcuse's work. Specifically, the focus is on the first period of the philosopher's work, with the article On the philosophical concept of Labor being the center of the research. There, Marcuse goes to Hegel and Marx to fundament the concept of Labor, counterposed to the posed by economic science. So, one chapter discuss Marcuse's Hegel, as Feenberg puts it, author by which we based ourselves to develop the influences on the interpretation that does Marcuse on Hegel. In a second moment, the discussion goes through the marcusean marxism that, according to Douglas Kellner, is caracterized by its heterodoxy. That is due, in great measure, by the discovery and publication of Marx's Economic-philosophical Manuscripts, text which Marcuse grants major relevance, specially to our problematic. The dissertation's final chapter, then, is exactly that that presents the article quoted before. Hopefully the previous closer discussion on the authors that will serv as Marcuse's foundations enriches the interpretation and reflection about the concept of Labor, as well as its relation with the economic science.

A dissertação busca explorar as fontes teóricas para o desenvolvimento do conceito de Trabalho na obra de Herbert Marcuse. Especificamente, se trata do primeiro período da obra do filósofo, sendo o centro gravitacional da pesquisa o artigo Sobre os fundamentos filosóficos do conceito de trabalho da ciência econômica. Ali, Marcuse recorre a Hegel e Marx para fundamentar o conceito de Trabalho, contraposto ao delimitado pela ciência econômica. Assim, dedica-se um capítulo ao Hegel de Marcuse, como o coloca Andrew Feenberg, autor pelo qual nos pautamos para discorrer sobre as marcas na leitura que Marcuse fez de Hegel. Num segundo momento, a discussão passa ao marxismo marcuseano que, acompanhando a interpertação de Douglas Kellner, se caracteriza por sua heterodoxia. Isso se deve, em grande medida, pela descoberta e publicação dos Manuscritos Econômico filosóficos de Marx, texto ao qual Marcuse concede grande importância, principalmente para nossa problemática. O capítulo final da dissertação, então, é justamente o de apresentação do artigo supracitado. Espera-se, com a prévia discussão pormenorizada dos autores que ali servirão de fundamento a Marcuse, que se enriqueça a interpretação e reflexão sobre o conceito de Trabalho, bem como sua relação com a ciência econômica.
Keywords Marcuse
Labor
Heterodox Marxism
Marcuse
Trabalho
Marxismo Heterodoxo
Language Portuguese
Date 2017-05-09
Research area Política, Conhecimento E Sociedade
Knowledge area Filosofia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 55p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5086234
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50132

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account