Necessidades De Pacientes Com Transtornos Do Espectro Da Esquizofrenia Como Indicador De Resultado Na Avaliação De Serviços Comunitários De Saúde Mental

Necessidades De Pacientes Com Transtornos Do Espectro Da Esquizofrenia Como Indicador De Resultado Na Avaliação De Serviços Comunitários De Saúde Mental

Author Andrade, Mario Cesar Rezende Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Andreoli, Sergio Baxter Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psiquiatria E Psicologia Médica
Abstract Objective: To study the needs of patients with schizophrenia spectrum disorders treated at community mental health services and their association with service use, adjusted for individual variables. Methods: A cross-sectional study was carried out with a probabilistic sample of 401 patients who were attended at the five Psychosocial Care Centers of the city of Santos, in a period of one year prior to data collection. Needs assessment was performed using the Camberwell Assessment of Need, applied in a structured clinical interview. This instrument 22 clinical and social needs of patients with severe disorders. Its score is obtained through the sum of the number of total, met and unmet needs besides the possibility of analyzing whether there is a need and whether it is met or unmet. Symptoms were assessed by the Positive and Negative Symptom Scale and a questionnaire of history of the disease was adapted from the Life Chart Rating Form. Hierarchical multiple regression analyzes were performed to investigate the factors associated with numbers of total and unmet needs. Hierarchical logistic regression was applied to identify factors related to the following clinical needs: psychotic symptoms, information and psychological distress. Results: The average number of total needs (attended + unmet) was 5.85 (3.09) and the number of unmet needs was 2.91 (2.55). These numbers were shown to be associated only with sociodemographic and clinical indicators of severity, showing no association with the use of services. The presence of the need related to psychotic symptoms was associated with a higher level of positive symptoms and non-involvement of the family in the treatment, while na unmet need was again associated with a higher level of these symptoms and a dissatisfaction with the medication used. The presence of information need was associated with lower educational level, higher age at onset and monitoring of medication use by the family, while na unmet need was associated with noninvolvement of the family in the treatment, although this model was not statistically significant. The need related to psychological distress was associated with the presence of suicidal thoughts in the last year, greater general psychopathology, use of psychotherapy in the last year and absence of psychosocial rehabilitation activities, while an unmet need was again associated with a higher level of psychopathology and the lack of follow-up of the patient in the treatment by a family member. Conclusion: The present study pointed to the needs assessment as a possible outome measure in Brazilian mental health services, associated to the use of these services. This occurred mainly in the analysis of patients' specific clinical needs. The results also reinforced the role of family members in meeting patients' needs. These findings seem to contribute to the production of outcome measure which are relevant to mental health services in Brazil, where there is still no systematic and continuous evaluation of mental health care.

Objetivo: Estudar as necessidades de pacientes com transtornos do espectro da esquizofrenia atendidos em serviços comunitários de saúde mental e sua associação com o uso destes serviços, ajustados pelas características individuais. Métodos: Foi realizado um estudo transversal, com uma amostra probabilística de 401 pacientes que haviam sido atendidos nos cinco Centros de Atenção Psicossocial da cidade de Santos, no período de um ano antes da coleta dos dados. As necessidades dos pacientes foram avaliadas por meio da escala Camberwell Assessment of Needs (CAN), aplicada em uma entrevista clínica estruturada. Esse instrumento avalia a presença e o atendimento de 22 necessidades clínicas e sociais de pacientes com transtornos graves. Seu escore é obtido por meio da soma do número de necessidades atendidas, nãoa tendidas e totais, além da possibilidade de análise da presença e atendimento de cada necessidade que compõe a escala. A gravidade dos sintomas foi avaliada pela Positive and Negative Symptoms Scale e a história da doença por um questionário adaptado do Life Chart Rating Form. Análises hierarquizadas de regressão múltipla foram realizadas para investigar os fatores associados aos números de necessidades totais e não atendidas. Análises hierarquizadas de regressão logística foram utilizadas para identificar os fatores associados à presença e ao atendimento das seguintes necessidades clínicas: sintomas psicóticos, informação e sofrimento psicológico. Resultados: O número médio de necessidades totais (atendida + não atendidas) foi 5,85 (3,09) e de não atendidas foi 2,91 (2,55). Esses números se mostraram associados apenas a indicadores sociodemográficos e clínicos de gravidade, não mostrando associação com o uso de serviços. A presença da necessidade relacionada aos sintomas psicóticos se associou a um maior nível de sintomas positivos e ao não envolvimento da família no tratamento, enquanto o seu não atendimento se associou novamente a um maior nível desses sintomas e a uma insatisfação com a medicação utilizada. A presença da necessidade de informação foi associada a uma menor escolaridade, maior idade de início da doença e monitoramento do uso da medicação pela família, enquanto seu não atendimento foi associado ao não envolvimento da família no tratamento, apesar deste modelo não ter sido estatisticamente significante. A necessidade relacionada ao sofrimento psicológico teve sua presença associada à presença de pensamento suicida no último ano, maior psicopatologia geral, uso de psicoterapia no último ano e ausência de atividades de reabilitação psicossocial, enquanto seu não atendimento se associou novamente a um maior nível de psicopatologia geral e à ausência de acompanhamento do paciente no tratamento pelo familiar. Conclusão: O presente estudo apontou a avaliação de necessidades como um possível indicador de resultados em serviços de saúde mental brasileiros, associado ao uso desses serviços. Isso ocorreu principalmente na análise das necessidades clínicas específicas dos pacientes. Os resultados reforçaram também o papel dos familiares no atendimento das necessidades dos pacientes. Esses achados parecem contribuir com a produção de indicadores de resultado relevantes para os serviços de saúde mental no Brasil, onde ainda não há uma avaliação sistemática e contínua da assistência em saúde mental.
Keywords Evaluation Of Health Services
Mental Health
Outcomes Evaluation
Needs Assessment
Schizophrenia
Extensão Universitária
Competência Profissional
Mercado De Trabalho
Empregabilidade
Language Portuguese
Date 2017-02-15
Research area Métodos Diagnósticos Em Psiquiatria
Knowledge area Psiquiatria
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 60p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4831736
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50096

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account