Expressão Espaço-Temporal Do Receptor De Glicocorticoide No Desenvolvimento Epididimário

Expressão Espaço-Temporal Do Receptor De Glicocorticoide No Desenvolvimento Epididimário

Author Thimoteo, Daniel Soares Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Avellar, Maria Christina Werneck De Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Farmacologia
Abstract O epidídimo é um órgão do trato reprodutor masculino responsável pela maturação, transporte, estocagem e proteção dos espermatozoides e, assim fundamental para fertilidade masculina. O desenvolvimento embrionário e pós-natal do epidídimo é um evento complexo, que envolve vários fatores modulatórios, incluindo os androgênios que são primários para a estabilização e diferenciação morfológica do ducto mesonefrico e manutenção da sua morfologia e funções ao longo da vida pos-natal e adulta. Além dos androgênios, outros hormônios esteroidais, como os glicocorticoides, também têm sido mostrados com relevância e potencial papel na regulação fisiológica do desenvolvimento e função epididimária e, consequentemente, fertilidade masculina. Nosso grupo de pesquisa relatou anteriormente a presença e funcionalidade do receptor de glicocorticoide (GR) em epidídimo de ratos adultos. O conhecimento dos mecanismos pelos quais o GR e sua sinalização afetam o desenvolvimento embrionário do trato reprodutor masculino, no entanto, é ainda escasso. No presente projeto, caracterizamos a expressão espacial e temporal do GR e sua sinalização celular no desenvolvimento embrionário e pós-natal do epidídimo de ratos Wistar. No período pré-natal focamos os estudos no ducto mesonéfrico (também chamado ducto de Wolff), o precursor embrionário do epidídimo. Especificamente avaliamos: a) a concentração plasmática de testosterona e corticosterona de fetos machos nas idades embrionárias e17,5 e e20,5; b) o perfil de expressão de transcritos de Gr e do receptor de androgênio (Ar) em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e12,5, e17,5 e e20,5 e, c) o perfil de expressão de transcritos do receptor de mineralocorticoide (Mr) e da enzima 11β-HSD1 (Hsd11b1) em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e17,5 e e20,5; d) a imuno-distribuição do GR, AR e 11β-HSD1 em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e14,5, e16,5, e18,5 e e20,5 e e) o perfil de expressão (mRNA) e a imunodistribuição do GR e 11β-HSD1 em epidídimo de ratos nas idades pós-natais dpn1 a dpn120. Os dados em conjunto corroboram com a hipótese de que androgênios e glicocorticoides atuem conjuntamente durante a morfogênese do ducto mesonéfrico e desenvolvimento pós-natal epididimário, implicando que desbalanços na sinalização de androgênios/glicocorticoides e seus respectivos receptores durante o período embrionário possam contribuir para desordens reprodutivas masculinas na vida adulta. A presença de um receptor GR funcional no ducto mesonefrico em cultura organotipica ex vivo está em avaliação na continuidade deste trabalho.

O epidídimo é um órgão do trato reprodutor masculino responsável pela maturação, transporte, estocagem e proteção dos espermatozoides e, assim fundamental para fertilidade masculina. O desenvolvimento embrionário e pós-natal do epidídimo é um evento complexo, que envolve vários fatores modulatórios, incluindo os androgênios que são primários para a estabilização e diferenciação morfológica do ducto mesonefrico e manutenção da sua morfologia e funções ao longo da vida pos-natal e adulta. Além dos androgênios, outros hormônios esteroidais, como os glicocorticoides, também têm sido mostrados com relevância e potencial papel na regulação fisiológica do desenvolvimento e função epididimária e, consequentemente, fertilidade masculina. Nosso grupo de pesquisa relatou anteriormente a presença e funcionalidade do receptor de glicocorticoide (GR) em epidídimo de ratos adultos. O conhecimento dos mecanismos pelos quais o GR e sua sinalização afetam o desenvolvimento embrionário do trato reprodutor masculino, no entanto, é ainda escasso. No presente projeto, caracterizamos a expressão espacial e temporal do GR e sua sinalização celular no desenvolvimento embrionário e pós-natal do epidídimo de ratos Wistar. No período pré-natal focamos os estudos no ducto mesonéfrico (também chamado ducto de Wolff), o precursor embrionário do epidídimo. Especificamente avaliamos: a) a concentração plasmática de testosterona e corticosterona de fetos machos nas idades embrionárias e17,5 e e20,5; b) o perfil de expressão de transcritos de Gr e do receptor de androgênio (Ar) em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e12,5, e17,5 e e20,5 e, c) o perfil de expressão de transcritos do receptor de mineralocorticoide (Mr) e da enzima 11β-HSD1 (Hsd11b1) em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e17,5 e e20,5; d) a imuno-distribuição do GR, AR e 11β-HSD1 em ductos mesonéfricos de fetos machos nas idades e14,5, e16,5, e18,5 e e20,5 e e) o perfil de expressão (mRNA) e a imunodistribuição do GR e 11β-HSD1 em epidídimo de ratos nas idades pós-natais dpn1 a dpn120. Os dados em conjunto corroboram com a hipótese de que androgênios e glicocorticoides atuem conjuntamente durante a morfogênese do ducto mesonéfrico e desenvolvimento pós-natal epididimário, implicando que desbalanços na sinalização de androgênios/glicocorticoides e seus respectivos receptores durante o período embrionário possam contribuir para desordens reprodutivas masculinas na vida adulta. A presença de um receptor GR funcional no ducto mesonefrico em cultura organotipica ex vivo está em avaliação na continuidade deste trabalho.
Keywords Glucocorticoids
Androgens
Mesonephric Duct
Epididymis
Morphogenesis
Glicocorticoides
Androgênios
Ducto Mesonéfrico
Epidídimo
Morfogênese
Desenvolvimento Pós-Natal
Language Portuguese
Date 2017-07-31
Research area Farmacologia E Fisiologia Celular E Molecular
Knowledge area Fisiologia E Farmacologia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 0p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5637623
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50058

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account