Influência da pressão expiratória final positiva na microcirculação de pacientes com choque distributivo

Influência da pressão expiratória final positiva na microcirculação de pacientes com choque distributivo

Author Nunes, Nathaly Fonseca Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Machado, Flavia Ribeiro Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e Atenção à Saúde
Abstract This study aims to evaluate the impact of increased positive end expiratory pressure (PEEP) on the sublingual microcirculation in patients with distributive shock and acute respiratory distress syndrome. This is a prospective observational study conducted including patients with distributive shock and ARDS, with invasive arterial pressure and pulmonary artery catheter monitoring and in whom an increase in PEEP levels was requested by the attending physician. PEEP was increased to reach a plateau pressure of 30cmH20. The microcirculation was assessed using sidestream darkfield technology. All variables were recorded before and after the increase in PEEP. We included 12 patients. The median increase in PEEP was 7.5 (6.0 - 10.0) cmH2O. The microcirculation variables did not change significantly after increasing PEEP. However, the subgroup of patients with a decrease of mean arterial pressure ≥ 10% (n = 5) trended to have a decrease in perfused vascular density (p = .08). There was a weak positive correlation between the change in mean arterial pressure and the change in perfused vascular density (R2 = 0.387, p = 0.031). When the microcirculatory variables variation was compared between the subgroups, a significant reduction of perfused vascular density (p = 0.01) was found only in the subgroup of patients with a decrease of mean arterial pressure ≥ 10%. There was no difference in the microcirculation variables when patients were stratified according to the decrease in cardiac index and the amount of PEEP increment. We concluded that the increase in PEEP levels did not significantly change the microcirculation. However, in those patients who had a decrease in mean arterial pressure ≥ 10% after the increment in PEEP, also had a decreased in perfused vascular density.

O objetivo do presente trabalho é avaliar o impacto do aumento da pressão expiratória final positiva (PEEP) sobre a microcirculação sublingual de pacientes com choque distributivo e síndrome de desconforto respiratório agudo. Trata-se de estudo prospectivo incluindo pacientes com choque distributivo e síndrome de desconforto respiratório agudo, monitorizados com cateter de artéria pulmonar e indicação de aumento da PEEP pelo médico assistente. Esta foi aumentada até atingir pressão de platô de 30 cmH20. A microcirculação foi avaliada por videomicroscopia utilizando-se sidestream dark field. Todas as variáveis foram registradas antes e após elevação da PEEP. Foram incluídos 12 pacientes. O aumento mediano da PEEP foi 7,5 (6,0 – 10,0) cmH2O. As variáveis de microcirculação não variaram significativamente após aumento da PEEP. Entretanto, o subgrupo com queda na pressão arterial média ≥10% (n = 5) apresentou tendência à redução da densidade vascular perfundida (p = 0,08). Foi encontrada uma correlação positiva fraca entre a variação da pressão arterial média e variação da densidade vascular perfundida (R2 = 0,387, p = 0,031). Quando os deltas das variáveis microcirculatórias foram comparados entre os subgrupos, houve redução significativa da densidade vascular perfundida (p = 0,01), apenas no subgrupo de pacientes com queda de pressão arterial média ≥ 10%. Além disso, não houve diferença dos índices de microcirculação quando os pacientes foram estratificados de acordo com a queda do índice cardíaco e intensidade do aumento da PEEP. Conclui-se que o aumento da PEEP não alterou significativamente a microcirculação. No entanto, os pacientes que tiveram queda maior do que 10% na pressão arterial média após o incremento na PEEP apresentaram redução da densidade vascular perfundida em vasos de pequeno calibre.
Keywords microcirculação
circulação esplâncnica
ventilação mecânica
pressão positiva no final da expiração
Language Portuguese
Date 2013-11-27
Published in NUNES, Nathaly Fonseca. Influência da pressão expiratória final positiva na microcirculação de pacientes com choque distributivo. 2013. 40 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 40 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=466905
Access rights Closed access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48714

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account