Perfil sócio demográfico de mães adolescentes multíparas e os fatores associados a repetição de maternidade na adolescência

Perfil sócio demográfico de mães adolescentes multíparas e os fatores associados a repetição de maternidade na adolescência

Author Padin, Maria de Fatima Rato Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Laranjeira, Ronaldo Ramos Laranjeira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psiquiatria e Psicologia Médica
Abstract A gravidez na adolescência é um fenômeno que sempre esteve presente em todas as épocas da civilizações causando impacto na vida das mães adolescentes e de seus filhos. Nos países desenvolvidos, a incidência de gravidez é inferior aos países em desenvolvimento, pois, os jovens tem garantido programas educacionais, de assistência social e cuidados de saúde. Os EUA, apesar das taxas de natalidade entre as adolescente terem diminuído de forma constante ao longo da última década, ainda tem taxas de natalidade mais elevadas entre todos os países desenvolvidos. (Pinzon & Jones, 2012; Hueston et al, 2008; XI-Kuan Chen et al, 2007) e continua a ser um importante problema de saúde pública como em todo o mundo. No Brasil, a tendência da incidência de gestações na adolescência tem aumentado nas últimas décadas, bem como a morte materna em adolescentes por aborto (DATASUS). A gravidez na adolescência traz implicações nos resultados obstétricos, perinatais e sociais. As complicações obstétricas e perinatais devido a gravidez e ao parto são: Parto prematuro, hemorragia pós parto, endometrie puerperal, restrição a crescimento intrauterino e mortalidade neonatal. A maioria dos autores associam esses piores resultados às mães adolescentes com idade inferior a 15 anos devido a imaturidade biológica e à falta de cuidados pré-natais já que fazem um número menor de consultas do que as adolescentes mais velhas. (Metello et al, 2008; Zlatnik & Burmeister, 1997; Vigorito & Monteleone, 1984; Ryan et al, 2009. Os problemas sociais mais comuns associados a gestação precoce são abandono escolar, abandono por parte do parceiro e a repetição da gravidez em curtos intervalo de tempo (Simões et al, 2003); Maia, 1998). Quanto aos resultados negativos no recém nascido temos: maior frequência de crianças de baixo peso, infecções neonatais, transtornos de comportamento respiratório, síndrome da membrana hialina, anomalias congênitas e traumatismos obstétricos com suas respectivas consequências neurológicas. (Carniel et al, 2006; Molina et al, 2010; SISNAC, 2008; World Bank, 2004). Esses resultados negativos da gravidez na adolescência também são influenciados por condições precárias anteriores dessas jovens como desnutrição, doenças infecciosas, deficiências na saúde, uso de substâncias psicoativas, baixa escolariade e dificuldades de acesso a serviços de cuidados de saúde. (Copland et al, 2011; Atuyambe et al, 2009; Conde-Aguelo et al, 2005). Esse conjunto de condições adversas antes e durante a gravidez na adolescência expressam a vulnerabilidade do contexto do desenvolvimento dessas jovens, demonstrando assim, maior incidência de mães adolescentes em associação com piores condições socioeconômicas-cultural (Nogueira et al, 2009; Simões et al, 2003). E, com a maternidade não há melhora nas oportunidades acadêmicas nem nas novas perspectivas econômicas. Além disso, estudos sugerem que os comportamentos que levam à gravidez na adolescência também colocam essas mulheres jovens em situação de risco para DSTs e repetição de gravidez (Meade & Ickovics, 2005; Pfitzner et al, 2003; Milne & Glasier, 2008). Podendo assim acentuar os riscos psicossociais e representar a marginalização entre essas jovens adolescentes aumentado a chance de exclusão social (ECPAT International, 2006).
Keywords métodos contraceptivos
gravidez na adolescência
repetição de gravidez na adolescência
adolescencia
maternidade na adolescência
Language Portuguese
Date 2014-10-06
Published in PADIN, Maria de Fatima Rato. Perfil sócio demográfico de mães adolescentes multíparas e os fatores associados a repetição de maternidade na adolescência. 2014. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2061282
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48710

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account