Avaliação da função renal em idosos

Avaliação da função renal em idosos

Author Duque, Gisane Cavalcanti Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Kirsztajn, Gianna Mastroianni Kirsztajn Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Nefrologia)
Abstract Introdução: Com o envelhecimento populacional, houve simultaneamente um aumento da prevalência de doenças crônicas, entre elas a Doença Renal Crônica (DRC). Estudos direcionados ao diagnóstico de DRC na população idosa são muito importantes diante das particularidades fisiológicas desta população. Definir métodos de estimar a Taxa de Filtração Glomerular (TFG) que sejam adequados para esse perfil de pacientes é essencial para prevenção e tratamento precoce, evitando comprometimento da qualidade de vida e perda da funcionalidade. Objetivo: Procuramos determinar a presença de DRC utilizando urinálise e estimativas da TFG na população idosa a partir de diferentes equações baseadas em cistatina C e creatinina séricas. MATERIAL E Métodos: Em um estudo transversal, foram avaliados 105 pacientes com idade maior ou igual a 60 anos, divididos em dois grupos: idoso (menos de 80 anos) e muito idoso (maior ou igual a 80 anos). A TFG foi calculada usando as equações de Cockcroft-Gault, MDRD, CKD EPI creatinina, CKD EPI cistatina, CKD EPI creatinina-cistatina e Larsson. Resultados: A urinálise foi avaliada em 43 pacientes, sendo que em 30, os resultados estavam dentro da normalidade, 6 apresentaram hematúria, 5 proteinúria e 2, as duas alterações concomitantemente. Os valores da creatinina e cistatina C séricas variaram de 0,58 a 1,39 (média 0,88) e 0,48 a 1,84 (média 1,08) no grupo idoso e 0,61 a 1,72 (média 1,01) e 0,58 a 1,89 (média 1,23) no grupo muito idoso, respectivamente. Em análise multivariada, no grupo idoso, a creatinina se correlacionou bem com a equação do CKD EPI creatinina; e a cistatina C com a equação do CKD EPI cistatina e a equação de Larsson. No grupo muito idoso, a creatinina se correlacionou bem com a equação do CKD EPI creatinina-cistatina e CKD EPI cistatina; e a cistatina, com a equação de CKD EPI cistatina. No que se refere à detecção de DRC, usando as diferentes equações para estimar a TFG, foi encontrada TFG < 60 ml/min em 12,4 a 26,7% dos indivíduos no grupo idoso e 13,3 a 30,5% no grupo muito idoso. Conclusão: De acordo com nosso estudo, a equação do CKD EPI apresentou melhor performance na população idosa, especialmente a equação de CKD EPI cistatina. Além disso, a CKD EPI creatinina também parece ser apropriada para uso na prática clínica. Estudos mais abrangentes são necessários para confirmar nossos achados.
Keywords idosos
taxa de filtração glomerular
creatinina
cistatina
Language Portuguese
Date 2014-07-30
Published in DUQUE, Gisane Cavalcanti. Avaliação da função renal em idosos. 2014. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1523197
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48595

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account