Transtorno de ansiedade em idosos com dor crônica e os fatores correlacionados

Transtorno de ansiedade em idosos com dor crônica e os fatores correlacionados

Author Santos, Kate Adriany da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Santos, Fania Cristina dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e Atenção à Saúde
Abstract Context: The pain is a multidimensional phenomenon and multifactorial with profound impact from a psychological point of view. In the elderly, it is often the case that the chronic pain and anxiety coexist and exacerbate each other, and yet, this combination is associated with a worse clinical outcome, increased use of services and increased costs. Objectives: Evaluate the association of anxiety disorders with chronic pain in a sample of elderly, noting its frequency and its impact on the lives of the individuals affected. Methods: This is an observational, descriptive and analytical cross "Projeto longevos" /UNIFESP, with a sample of 41 elderly, age greater than or equal to 80 years, both genders, and carring chronic pain with a duration equal to or greater than 6 months and intensity greater than or equal to 3, according to the verbal numeric scale of pain. Collected demographic data and a self-assessment of health, and also assessed depression, functionality, pain and its "locus of control" and symptoms of anxiety, and for the latter we used the "State-Trait Anxiety Inventory (STAI), questionnaire very known to the evaluation of anxiety; type "Trait" (STAI-T) and "State" (STAI-S). In addition, was obtained serum levels of vitamin D. Results: We obtained a sample of elderly patients with mean age of 85.7 years, the majority of the female gender, caucasian ethnicity, widow, with low schooling and wearing severe chronic pain. It was observed that 53.6% and 68.3% had anxiety by STAI-T and STAI-S, respectively. It was found a significant correlation of 31.5% between trait anxiety and chronic pain by "geriatric pain measure" (GPM-P), as well as, a significant correlation of 61.3% between the same type of anxiety and depression in the elderly with pain. Conclusion: The frequency of anxiety disorders among the elderly with chronic pain was high. There was a significant correlation between chronic pain and anxiety in the sample studied, observing a negative impact of that disorder in the life of individuals assessed, and also showed a significant correlation between anxiety and depression in the elderly with chronic pain.

Introdução: A dor é um fenômeno multidimensional e multifatorial com profundo impacto do ponto de vista psicológico. Em idosos, é frequente que a dor crônica e a ansiedade coexistam e se exacerbem mutuamente, e ainda, esta combinação está associada à pior evolução clínica, maior uso de serviços e aumento dos custos. Objetivos: Avaliar a associação de transtornos ansiosos com dor crônica em uma amostra de idosos longevos, verificando-se a sua frequência e o seu impacto na vida dos indivíduos acometidos. Métodos: Estudo observacional, descritivo e analítico de corte transversal do ?Projeto Longevos?/UNIFESP, com uma amostra de 41 idosos, idade maior ou igual a 80 anos, ambos os gêneros, e portando dor crônica com duração igual ou maior que 6 meses e de intensidade maior ou igual a 3, segundo a escala numérica verbal de dor (ENV). Coletados dados sociodemográficos e uma autoavaliação da saúde, e também, avaliados depressão, funcionalidade, dor e seu ?locus de controle? e sintomas de ansiedade, sendo que para este ultimo utilizou-se o ?Inventário de Ansiedade Traço-Estado? (IDATE), questionário muito conhecido para a avaliação de ansiedade; do tipo ?Traço? (IDATE-T) e ?Estado? (IDATE-E). Ademais, foi obtido os níveis séricos de vitamina D. Resultados: apurou-se uma amostra de idosos com média de idade de 85,7 anos, a maioria do gênero feminino, etnia branca, viúva, com baixa escolaridade e portando dor crônica intensa. Observou-se que 53,6% e 68,3% apresentavam ansiedade pelo IDATE-T e IDATE-E, respectivamente. Apurou-se uma correlação significativa de 31,5% entre Ansiedade-traço e dor crônica pelo ?geriatric pain measure? (GPM-P), bem como, uma correlação significativa de 61,3% entre este mesmo tipo de ansiedade com depressão nos idosos com dor. Conclusão: A frequência de transtornos ansiosos entre os idosos com dor crônica foi alta. Obteve-se uma correlação significativa entre dor crônica e ansiedade na amostra estudada, observando-se um impacto negativo daquele transtorno na vida dos indivíduos avaliados, e também, se evidenciou uma significativa correlação entre ansiedade e depressão nos idosos com dor crônica.
Keywords dor crônica
idoso
ansiedade
funcionalidade
Language Portuguese
Date 2014-09-24
Published in SANTOS, Kate Adriany da Silva. Transtorno de ansiedade em idosos com dor crônica e os fatores correlacionados. 2014. 30 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 30 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1466237
Access rights Closed access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48382

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account