Capacidade para o trabalho e produtividade após o tratamento de câncer mamário

Capacidade para o trabalho e produtividade após o tratamento de câncer mamário

Author Ortega, Carolina Cristina Farias Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Veiga, Daniela Francescato Veiga Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Cirurgia Translacional
Abstract Introduction: Breast cancer and its treatment cause physical, social and emotional changes, thus affecting the quality of life, and it may be associated with loss of capacity and productivity at work. Objective: To assess the ability to work and productivity in women after treatment for breast cancer. Methods: This is a cross-sectional study of 152 selected women, 30 to 60 years of age, from the outpatient care of Plastic Surgery and Mastology of São Paulo Hospital and Pérola Byington Hospital, with similar distribution in age and education, 38 with no history of breast cancer and 114 who underwent surgical treatment of breast cancer, at least, one year ago. We utilized two validated instruments for use in Brazil, Work Productivity and Activity Impairment - General Health Questionnaire (WPAI-GH) and the Work Limitations Questionnaire (WLQ). Results: The groups were homogeneous regarding the main demographic data. The Conservative and Mastectomy groups showed reduced capacity to work (p = 0.0004), reduced productivity (p = 0.0006) and Mastectomy group also had daily activities reduction (p = 0.0121). Conclusion: Women who underwent breast-conserving surgery and mastectomy have decreased ability to work and productivity.

Introdução: O câncer de mama e seu tratamento causam alterações físicas, sociais e emocionais, afetando a qualidade de vida, e pode estar associado à perda de capacidade para o trabalho e produtividade no trabalho. Objetivo: Avaliar a capacidade para o trabalho e produtividade em mulheres após o tratamento do câncer mamário. Métodos: Trata-se de um estudo transversal com 152 mulheres selecionadas, de 30 a 60 anos de idade, dos ambulatórios de Cirurgia Plástica e Mastologia do Hospital São Paulo e do Hospital Pérola Byington, com distribuição semelhante quanto à idade e escolaridade, sendo 38 sem história de câncer mamário e 114 submetidas ao tratamento cirúrgico do câncer mamário há no mínimo um ano. Foram utilizados dois instrumentos validados para uso no Brasil, o Work Productivity and Activity Impairment ? General Health Questionnaire (WPAI-GH) e o Work Limitations Questionnaire (WLQ). Resultados: Os grupos eram homogêneos quanto aos principais dados demográficos. Os grupos Conservadora e Mastectomia apresentaram redução de capacidade para o trabalho (p=0,0004), redução de produtividade (p=0,0006) e o grupo Mastectomia teve também redução das atividades diárias (p=0,0121). Conclusão: Mulheres submetidas à cirurgia conservadora e à mastectomia têm diminuição da capacidade para o trabalho e produtividade.
Keywords câncer de mama
capacidade para o trabalho
produtividade
trabalho cirurgia
Language Portuguese
Date 2016-07-29
Published in ORTEGA, Carolina Cristina Farias. Capacidade para o trabalho e produtividade após o tratamento de câncer mamário. 2016. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 96 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4143028
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48212

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account