A participação dos alelos hla na manifestação da hanseníase dimorfa em amostra da população do estado de São Paulo

A participação dos alelos hla na manifestação da hanseníase dimorfa em amostra da população do estado de São Paulo

Author Souza, Fabiana Covolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Tomimori, Jane Tomimori Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina Translacional
Abstract Introdução: A hanseníase é uma doença infecciosa de evolução crônica, causada pelo Mycobacterium leprae. Trata-se de uma doença cujo patógeno é intracelular obrigatório, com predileção pela pele e sistema nervoso periférico (células de Schwann), o que torna a resposta imune celular do hospedeiro o principal mecanismo de resistência ao agente agressor. A doença pode se manifestar através de diferentes formas clínicas. O complexo HLA parece influenciar na resposta imune do hospedeiro ao bacilo. O consenso na literatura é a associação do HLA-DRB1*02/DRB1*03 com a hanseníase tuberculóide (TT) e HLA-DQB1*01 com a hanseníase virchowiana (LL), entretanto, não existe estudo que demonstre a associação do complexo HLA com a hanseníase dimorfa (B). Objetivo: O objetivo do presente estudo foi verificar a possível associação dos alelos HLA de classe I e II nas formas clínicas B (BB, BT e BL) e a participação desses alelos quanto à manifestação das reações hansênicas. Identificar a frequência dos haplótipos HLA envolvidos na forma B na amostra de população do estado de São Paulo. Métodos: As amostras de DNA de 202 pacientes com diagnóstico de hanseníase B, distribuídos entre as formas BB, BT e BL e 478 indivíduos controles foram obtidas pela técnica de Salting-out. Os alelos HLA de classe I (loci A*, B*, C*), e de classe II (loci DRB1* e DQB1*) foram determinados em baixa resolução através da técnica de PCR-SSO empregando-se o kit Labtype-SSO (One Lambda, CA, USA). Os dados clínicos e evolutivos foram obtidos através de revisão de prontuários. Resultados: Através da análise caso-controle os resultados obtidos mostraram associação significante entre a hanseníase B e os alelos HLA-C*05 (5,94% vs 14,02%, p= 0,002, OR=0,38, IC 95%= 0,20 – 0,73, pc= 0,032) e HLA-DRB1*07 (16,34% vs 26,77%, p= 0,003, OR= 0,53, IC 95%= 0,3 – 0,8, pc= 0,039). Os pacientes BL apresentaram associação protetora com o alelo HLA-DQB1*02 (18,18% vs 39,53%, p= 0,005, OR=0,34, IC95%= 0,15-0,75, pc= 0,025). Nos pacientes reacionais, associação significante dos alelos HLA-B*15 (25,96% vs 12,76%, p= 0,021, OR=2,40, IC95%= 1,13-5,06, pc= 0,672) e HLA-DQB1*04 (13,46% vs 5,32%, p= 0,057, OR=2,77, IC95%= 0,96- 8,01, pc=0,285), foram observadas na predisposição a manifestação das reações. Os pacientes B com a reação de Mitsuda ≥ 5,0mm apresentaram associação positiva com o alelo HLA-A*33 (14,28% vs 1,02%, p= 0,001, OR= 16,17, IC95%= 1,96-133,0, pc= 0,02). A análise dos haplótipos HLA evidenciou A*02-B*07-C*07-DRB1*15-DQB1*06 (2,97% vs 1,04%, p= 0,015) e A*02-B*40-C*03-DRB1*13-DQB1*06 (1,73% vs 0,10%, p= 0,0011), associados a suscetibilidade na hanseníase B. A presença do haplótipo HLA-DRB1*02 ou HLA-DRB1*03/HLA-DQB1*01 simultâneamente foi observada nos pacientes B (33,0% vs 22,05%, p= 0,005) sugerindo o envolvimento desses haplótipos na manifestação clínica dessa forma da doença. Conclusão: Os resultados encontrados sustentam a hipótese de que os alelos HLA desempenham papel na patogênese da hanseníase B com efeito protetor na manifestação da forma clínica B, na predisposição das reações hansênicas e os haplótipos HLA influenciam na suscetibilidade a forma clínica B.
Keywords antígenos hla
hanseníase
hanseníase dimorfa
mycobacterium leprae
genética
Language Portuguese
Date 2014-01-05
Published in SOUZA, Fabiana Covolo de. A participação dos alelos hla na manifestação da hanseníase dimorfa em amostra da população do estado de São Paulo. 2014. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=929246
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48148

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account