As versões sescentistas dos trocvas de bandarra e as noções de pertencimento ao reino de Portugal

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lima, Luis Filipe Silverio [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Ferreira, Rafaela Dias Chaves [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-30T11:44:49Z
dc.date.available 2018-07-30T11:44:49Z
dc.date.issued 2015-05-29
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3407127 pt
dc.identifier.citation FERREIRA, Rafaela Dias Chaves. As versões sescentistas dos trocvas de bandarra e as noções de pertencimento ao reino de portugal. 2015. 122 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2015.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47589
dc.description.abstract This dissertation discusses the notions of belonging to the kingdom of Portugal in the Seventeenth Century versions of Trovas of Bandarra reunited in the period. Different from a historiographical position which defended that there was nationalism in Portugal, in particular in the Restored Portugal, we have tried to approach the concepts related to the idea of belonging to the kingdom seeking for their use in the particular moments of speech of each author or copyist. This assessment of the subject allowed to show that the concepts of nation, in the current sense of the term, do not apply to the Early Modern period and, moreover, one should instead pay attention to the multitude of proposals when thinking about belonging and also political and religious conformations for the formation of the empire Portuguese. en
dc.description.abstract Este trabalho visa discutir as noções de pertencimento ao reino de Portugal no século XVII a partir das versões das Trovas do Bandarra coligidas no período. Ao contrário da opinião que supunha um nacionalismo para Portugal especialmente em relação a Restauração portuguesa, procurou-se pensar sobre os conceitos ligados a ideia de pertença no reino refletindo sobre seus usos em relação ao momento específico de fala de cada autor ou copista utilizado. Esta apreciação do tema permitiu mostrar que as ideias de uma nação, no sentido atual do termo, não se aplicam para o período bem como haviam uma multiplicidade de propostas no sentido de pensar a pertença e também as conformações políticas e religiosas para a formação do império português. pt
dc.format.extent 122 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Portugal en
dc.subject Belonging en
dc.subject Bandarra en
dc.subject Portugal pt
dc.subject Pertencimento pt
dc.subject Bandarra pt
dc.title As versões sescentistas dos trocvas de bandarra e as noções de pertencimento ao reino de Portugal pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2015-0450.pdf
dc.identifier.file Mestrado_Rafael ... rreira_2015_pósdefesa.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus Guarulhos, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH) pt
unifesp.graduateProgram História pt
unifesp.knowledgeArea Ciências humanas pt
unifesp.researchArea História pt



File

Name: Mestrado_Rafael ... erreira_2015_pósdefesa.pdf
Size: 701.4Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account