Efetividade do treinamento sensório-motor em pacientes com osteoartrite de joelho: um ensaio clínico controlado randomizado

Efetividade do treinamento sensório-motor em pacientes com osteoartrite de joelho: um ensaio clínico controlado randomizado

Author Gomiero, Aline Basolli Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Trevisani, Virginia Fernandes Moca Trevisani Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde Baseada em Evidências
Abstract Objective: To evaluate the effectiveness of sensorimotor training (SMT) and resistance training (RT) on pain and function of a group of individuals with knee osteoarthritis. Methods: Single blind randomized controlled trial. The study included 96 subjects aged between 50 and 75 years with clinical and radiological diagnosis of osteoarthritis of the knee according to the criteria of the American College of Rheumatology. After randomization, participants were divided into three groups: Group 1 - SMT (n = 32), Group 2 - RT (n = 32) and Group 3 - CG (n = 32) for a training program lasting 16 weeks and frequency of twice a week. Interventions for the RT group consisted of guidelines, heating on a bicycle ergometer, exercises for the quadriceps and hamstring muscles and stretching of the lower limbs. The SMT group also received the guidelines, heating and stretching exercises performed by the group RT, associated with interventions consisting of agility drills, balance disorder, coordination and balance of the lower limbs. The CG held just warming up and stretching, also attending the sector twice a week, but without the interventions. Evaluations were performed before (T0) and after the intervention period (T16) and included evaluation of pain by visual analog scale (VAS), the timed up go test (TUG), surface electromyography of the quadriceps muscle (EMG), test of strength of the quadriceps muscle with a dynamometer, Tinetti and Berg functional tests, and the quality of life questionnaires SF-36 and WOMAC knee function, Lequesne and ADLS. The data were analyzed using analysis of variance (ANOVA) with repeated measures analysis by intention to treat (ITT) with a significance level of 5%. Results: 92 patients completed the protocol. There was no difference between groups regarding age, gender distribution, weight and height (p> 0.005). In the RT group, we found statistically significant differences among the evaluated variables for the strength of the quadriceps muscle (p = 0.006), self-assessed physical function questionnaire WOMAC (p = 0.004), and sub-scales of the SF-36 physical functioning (p <0.001), vitality (p = 0.001) and emotional role (p <0.001); and a trend towards improvement, but without statistical significance, on outcomes pain (VAS), TUG test, Tinetti test, the questionnaires Lequesne and ADLS and on the subscales physical role and mental health of SF-36. Regarding the group that underwent sensorimotor training (SMT), our results indicate a significant improvement between the times assessed in the outcomes quadriceps muscle strength (p <0.001) and subscale of SF-36 emotional role (p = 0.004). There was no statistical significance in other variables, however, the group that performed SMT also showed trend towards improvement in pain (VAS), the TUG test, Tinetti test, and the Lequesne questionnaires ADLS and sub-scales physical role and mental health of SF-36. Conclusion: Despite not finding significant differences between groups, both intervention groups showed improvement or a trend towards improvement in most variables measured. Both forms of exercise caused a reduction of perceived pain and functional improvement in the population studied; reducing the negative impact on quality of life of these individuals.

Objetivo: Avaliar a efetividade do treinamento sensório-motor (TSM) e do treinamento de exercícios resistidos (TR) na dor e na função de um grupo de indivíduos portadores de osteoartrite de joelho. Método: Ensaio clínico controlado randomizado cego. Foram incluídos 96 indivíduos com idade entre 50 e 75 anos, com diagnóstico clínico-radiológico de osteoartrite do joelho de acordo com os critérios do Colégio Americano de Reumatologia. Após a randomização os participantes foram alocados em três grupos; Grupo 1- TSM (n=32), Grupo 2 – TR (n=32) e Grupo 3 - GC (n=32) para um programa de treinamento com duração de 16 semanas e freqüência de duas vezes semanais. As intervenções para o grupo TR consistiram em orientações, aquecimento em bicicleta ergométrica, exercícios para os músculos quadríceps e isquiotibiais e alongamentos dos membros inferiores. O grupo TSM também recebeu as orientações, aquecimento e alongamentos realizados pelo grupo TR, associados a intervenções que consistiam em exercícios de agilidade, perturbação, coordenação e equilíbrio dos MMII. O grupo GC realizou apenas a fase de aquecimento e alongamento, também comparecendo ao setor duas vezes por semana, porém sem as intervenções. As avaliações foram realizadas antes (T0) e após o período de intervenção (T16) e incluíram avaliação da dor através de escala analógica visual (EAV), o teste timed up go (TUG), eletromiografia de superfície do músculo quadríceps femoral (EMG), teste de força do músculo quadríceps com dinamômetro, os testes funcionais de Tinetti e Berg, e os questionários de qualidade de vida SF-36 e funcionalidade do joelho WOMAC, Lequesne e ADLS. Os dados foram analisados utilizando-se análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas e análise por intenção de tratar (ITT) com nível de significância de 5%. Resultados: 92 pacientes completaram o protocolo. Não houve diferença entre os grupos no que se refere a idade, distribuição dos gêneros, peso e altura (p>0,005). No grupo TR, encontramos diferença estatisticamente significante entre os momentos avaliados para as variáveis força do músculo quadríceps (p=0,006), questionário de função física auto avaliada WOMAC (p=0,004), e nas sub-escalas do SF-36 capacidade funcional (p<0,001), vitalidade (p=0,001) e aspectos emocionais (p<0,001); e uma tendência à melhora, porém sem significância estatística, nas variáveis dor (EAV), no teste TUG, teste de Tinetti, nos questionários Lequesne e ADLS e nas sub-escalas aspectos físicos e saúde mental do SF-36. Em relação ao grupo que realizou treinamento sensório-motor (TSM), nossos resultados indicam que houve melhora significativa entre os tempos avaliados nas variáveis força do músculo quadríceps (p<0,001) e na sub-escala do SF-36 aspectos emocionais (p=0,004). Não houve significância estatística nas outras variáveis avaliadas, no entanto, o grupo que realizou TSM também demonstrou tendência à melhora nas variáveis dor (EAV), no teste TUG, teste de Tinetti, nos questionários Lequesne e ADLS e nas sub-escalas aspectos físicos e saúde mental do SF-36. Conclusão: Apesar de não encontrarmos diferença significativa entre os grupos; ambos os grupos intervenção exibiram melhora, ou tendência a melhora, na maioria das variáveis mensuradas. Ambas as modalidades de exercícios levaram a redução da dor percebida e melhora funcional na população estudada; reduzindo o impacto negativo na qualidade de vida destes indivíduos.
Keywords osteoarthritis
knee
exercise
pain
clinical trial
osteoartrite do joelho
exercício físico
dor
ensaio clínico
Language Portuguese
Date 2013-05-29
Published in GOMIERO, Aline Basolli. Efetividade do treinamento sensório-motor em pacientes com osteoartrite de joelho: um ensaio clínico controlado randomizado. 2013. 133 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 133 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1123184
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47478

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account