Grupo interdisciplinar de terapia da mão do ambulatório de terapia ocupacional da irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos: uma clínica de muitas mãos, sujeitos e reflexões

Grupo interdisciplinar de terapia da mão do ambulatório de terapia ocupacional da irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos: uma clínica de muitas mãos, sujeitos e reflexões

Author Paiva, Gisele Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Uchôa-Figueiredo, Lúcia da Rocha Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ensino em Ciências da Saúde
Abstract New theories linked to rehabilitation have come up with changes in the desing of the rehabilitation object where they propose greater emphasis on social relationships and, in a way, showing that the reductionist model is outdated. However, even though some professionals are willing to work looking the patient in its entirety, their reductionist training hampers the process. It is know that the human being experiences the groups over its development as an individual and part of a society, that health education can be favored in exchanges and group experiences and that the group approach is udes in Occupaciontal Therapy, as an important effective intervention in the acquisition of new skills, independence, care techniques and as a learning space related to the health-disease process. Thus, the objectives of this research were: To understand the changes in the daily lives of the participants of the interdisciplinar therapeutic groups of health education at the Occupational Therapy and Hand Therapy Ambulatory (OTHT) of the Irmandade da Santa Casa da Misericordia de Santos (ISCMS) [Brotherhood of the Holy House of mercy of Santos], to cognize how the groups influenced the more active participation in health care and understanding their perception regarding the creation of support network, hosting and exchange of experiences within the group. It is a retrospective and study, exploratory and qualitative, conducted with 10 participants, in which 05 had carpal tunnel syndrome and 05 had upper limb amputees, four women and men, regulars of the interdisciplinary therapeutic and health education groups taking place in OTHT Ambulatory in ISCMS. The instruments used for data collection were: semi-structured interviews; the evolution of groups and field diaries written by occupational therapy and psychology students. Data analysis was carried out following the theory of content analysis and were developed four 04 categories and thirteen 13 thematic units, respectively: treatment of occupational therapy (improvement of symptoms, guidelines and emotional aspects); group service (interaction with patients, activities, new skills and coping); greeting (conversations, confidences and mutual assistance); and the last impact on the everyday life (way of life adjustments, basic activities of daily life and social relations). As a result it was found that changes in daily life occurred in the development of greater autonomy and independence in basic activities due to reduced symptoms and through the emotional benefits as incentive, self-esteem and coping. The group influenced the more active participation in health care through a greater understanding of the health-disease process, the acquisition of new care habits and after receiving explanations and guidelines. The participants perceived the group as a space to share and learn from each other and felt welcomed by the conversations and confidences. The support networks, through interpersonal relations, have strengthened considerably inside the group, but did not expand beyond this. Final thoughts: a group intervention influenced satisfactorily in routine changes and the personal life of the participants, thus being considered a powerful resource for working with this population.

Novas teorias ligadas a reabilitação têm surgido com mudança na concepção do objeto da reabilitação, onde se propõem maior ênfase nas relações sociais e de certa forma mostrado que o modelo reducionista está superado. Porém, por mais que alguns profissionais queiram trabalhar olhando o paciente em sua integralidade, a sua formação reducionista, dificulta. Sabe-se que o ser humano vivencia os grupos ao longo do seu desenvolvimento enquanto indivíduo e componente de uma sociedade, que a educação em saúde pode ser favorecida nas trocas e vivências grupais e que, a abordagem grupal, é utilizada, na Terapia Ocupacional, como uma intervenção importante e eficaz na aquisição de novas habilidades, independência, técnica de cuidado e espaço de aprendizado com relação ao processo de saúde-doença. Desta forma, os objetivos desta pesquisa foram: compreender as mudanças no cotidiano dos participantes dos grupos terapêuticos interdisciplinares de educação em saúde no Ambulatório de Terapia Ocupacional de Terapia da Mão (TOTM) da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia Santos (ISCMS), conhecer de que forma os grupos influenciaram na participação mais ativa no cuidado à saúde e entender a percepção destes com relação a criação de redes de suporte, acolhimento e trocas de experiências dentro do grupo. Trata-se de um estudo retrospectivo e prospectivo, exploratório de natureza qualitativa, realizado com 10 participantes, sendo 05 com síndrome do túnel do carpo e 05 amputados de membro superior, 04 mulheres e 06 homens, frequentadores dos grupos terapêuticos interdisciplinares e de educação em saúde que aconteciam no Ambulatório do TOTM na ISCMS. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram: entrevista semi-estruturada; as evoluções dos grupos e os diários de campo escritos pelos alunos de terapia ocupacional e psicologia. A análise dos dados foi realizada seguindo a teoria da análise de conteúdo e encontrou-se 04 categorias e 13 unidades temáticas, sendo respectivamente: tratamento de terapia ocupacional (melhoras dos sintomas, orientações e aspectos emocionais); atendimento em grupo (interação com os pacientes, atividades, novas habilidades e enfrentamento); acolhimento (conversas, desabafos e ajuda mútua); e a última repercussões no cotidiano (adaptações do modo de vida, atividades básicas de vida diária e relações sociais). Como resultado observou-se que as mudanças no cotidiano se deram no desenvolvimento de maior autonomia e independência nas atividades básicas de vida diária, devido a redução dos sintomas e através dos benefícios emocionais, como incentivo, auto-estima e enfrentamento. O grupo influenciou na participação mais ativa no cuidado a saúde, por meio de uma maior compreensão do processo de saúde-doença, na aquisição de novos hábitos de cuidado e ao receber explicações e orientações. Os participantes perceberam o grupo como um espaço para dividir e aprender com o outro e se sentiram acolhidos através das conversas e desabafos. As redes de suporte, através das relações interpessoais, se fortaleceram muito dentro do grupo, porém não se expandiram para além deste. Considerações finais: a intervenção em grupo influenciou de forma satisfatória nas mudanças de rotina e na vida pessoal dos participantes, desta forma sendo considerado um recurso potente para trabalhar com essa população.
Keywords occupational therapy
hand therapy
groups
rehabilitation services
hospital context
terapia ocupacional
terapia de mão
grupos
serviços de reabilitação
contexto hospitalar
Language Portuguese
Date 2015-11-30
Published in PAIVA, Gisele. Grupo interdisciplinar de terapia da mão do ambulatório de terapia ocupacional da irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos: uma clínica de muitas mãos, sujeitos e reflexões. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Ensino
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 100 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2965280
http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/057_bx_dissertacao_gisele_paiva.pdf
Access rights Open access Open Access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47453

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account