Estilos de aprendizagem e educação a distância: um estudo dos estilos de profissionais do curso de especialização em saúde da família da Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP

Estilos de aprendizagem e educação a distância: um estudo dos estilos de profissionais do curso de especialização em saúde da família da Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP

Author Natel, Maria Cristhina Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Sigulem, Daniel Sigulem Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Gestão e Informática em Saúde
Abstract Learning through technology brings forth new ways of obtaining information and acquiring knowledge. Objective: The study herein aims to identifying the learning style of health professionals who attend the Specialization Course in Family Health at Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde, Universidade Federal de São Paulo. Method: Quantitative approach to a study carried out to a convenience sample to map learning styles of health professionals. This sample has been designed to study the association of the variables such as gender (male and female), age in years and profession (nurse, physician and dentist) with each different learning style ( active, reflexive, theoretical and pragmatic). It has been inferred that the least prevalence found in the learning styles lies on 10% (0, 10) while the estimative error is 5% (0, 05) and the reliability level stands on 90% (or 10% significance level). SPSS® statistics program has examined the data of this study in univariate, bivariate and multivariate analyses. The learning style questionnaire Honey-Alonso – CHAEA has been used as the research tool. Result: The result regarding professional share in the sample indicated a predominance of nurses followed by dentists and then physicians. In the bivariate analysis, homogeneity has been identified regarding the share of learning styles. There is no relation between the variables age in years and learning styles. Concerning age by gender, a trend to younger women has been observed,and among nurses the number of women is higher than in other professions . In the multivariate analysis, it has been observed that physicians are associated with the reflexive style. Conclusion: This study has identified homogeneity regarding the share of learning styles, has revealed the correlation between the reflexive style and physicians, finally the predominance of nurses and a trend to younger women.

A aprendizagem mediada por tecnologia, permitindo outros modos de se obter a informação, propõe, por consequência, novas formas de produção de conhecimento. Objetivo: Essa pesquisa tem como objetivo identificar o estilo de aprendizagem do aluno do curso de Especialização em Saúde da Família da Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde da Universidade Federal de São Paulo. Método: Estudo descritivo, com abordagem quantitativa realizado com uma amostra de conveniência para identificar os estilos de aprendizagem de profissionais da área da Saúde. A amostra foi calculada para estudar a associação das variáveis gênero (masculino, feminino), idade em anos e categoria profissional (enfermeiro, médico, odontólogo) com cada um dos estilos de aprendizagem (ativo, reflexivo, teórico, pragmático). Assumiu-se que a menor prevalência encontrada nos estilos de aprendizagem seria de 10% (0,10), erro da estimativa de 5% (0,05) e nível de confiança de 90% (ou nível de significância de 10%). Utilizou-se o programa estatístico SPSS® para as análises univariadas, bivariadas e multivariadas dos dados deste estudo. O instrumento da pesquisa utilizado foi o questionário dos estilos de aprendizagem de Honey-Alonso – CHAEA. Resultado: No resultado da distribuição da categoria profissional na amostra há a predominância de enfermeiros seguido dos dentistas e médicos. Pela análise bivariada identificamos em relação à distribuição dos Estilos de Aprendizagem homogeneidade nas proporções. Não há a associação entre as variáveis idade em anos e estilos de aprendizagem; na distribuição da idade por gênero observa-se uma tendência das mulheres serem mais jovens e, há entre os enfermeiros mais mulheres que nas demais categorias profissionais estudadas. Na análise multivariada observou-se que a categoria profissional médico está asociada ao estilo reflexivo. Conclusão: Nesta pesquisa identificou-se a homogeneidade nas proporções de distribuição dos estilos de aprendizagem, associação do estilo de aprendizagem reflexivo com a categoria profissional médico, a predominância da categoria profissional enfermeiro e uma tendência das mulheres serem mais jovens.
Keywords learning
learning styles
distance education
health education
aprendizagem
estilos de aprendizagem
educação a distância
educação em saúde
Language Portuguese
Date 2014-06-30
Published in NATEL, Maria Cristhina. Estilos de aprendizagem e educação a distância: um estudo dos estilos de profissionais do curso de especialização em saúde da família da Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP. 2014. 106 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 106 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=993654
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47164

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account