Avaliação histomorfométrica e imunoistoquímica do uso da hidroxiapatia manométrica em defeitos ósseos na calota craniana de ratos

Avaliação histomorfométrica e imunoistoquímica do uso da hidroxiapatia manométrica em defeitos ósseos na calota craniana de ratos

Author Faria, Marcio Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Simoes, Manuel de Jesus Simoes Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Biologia Estrutural e Funcional
Abstract Currently it is considered a challenge to surgical reconstruction of bone defects created by trauma and degenerative diseases. It is eventually necessary to use autogenous bone or other bone substitute biomaterials, performing procedures grafts and transplants. As part of these biomaterials, contains the hydroxyapatites (HA), which have shown promising for behaving biocompatible way. However, it is known that the size of the HA particles is important in bone healing process, once the biomaterial should be reabsorbed to make room for the bone tissue. In this context, the hydroxyapatite nanometer (nHA) has a promising role in the healing process of the bone tissue because of their small size and approach the size of the natural HA of bone crystals. The objective of this study was to evaluate the effect of nHA paste (ReproBone ®) in bone defects created in the skull of Wistar rats after 7, 14 and 21 days, by histomorphometric and immunohistochemical analysis for VEGFA. The nHA was implanted in calvarial defects in the test group while the control group defects were filled only with blood clot. The animals were divided into 6 groups: GI (ctrl 7 days), GII (ctrl 14 days), GIII (ctrl 21 days), GIV (test 7 days), GV (trial 14 days), GVI (test 21 days). After surgery, the animals were euthanized and the calvaria removed for histological and immunohistochemical processing. The results showed that the test groups increased formation of bone tissue compared to control groups at 21 days was the total closure of the bone defect in the test group. There was a greater reactivity to Vegf in connective tissue region and the periphery of the newly formed bone in the test groups compared to control groups. It follows from the data obtained that nHA accelerates bone regeneration process at all times 7, 14 and 21 days and that its use could promote full healing of a critical defect in bone tissue.

Atualmente considera-se um desafio a reconstrução cirúrgica de defeitos ósseos gerados por traumas e doenças degenerativas. Sabe-se eventualmente é necessário o uso de osso autógeno ou outros biomateriais substitutos ósseos, realizando procedimentos de enxertos e transplantes. Fazendo parte destes biomateriais, constam as Hidroxiapatitas (HA), que têm se mostrado promissoras por se comportarem de forma biocompatível. Entretanto, sabe-se que o tamanho das partículas de HA é importante no processo de cicatrização óssea, uma vez que o biomaterial deve ser reabsorvido para ceder espaço ao tecido ósseo. Neste contexto, a Hidroxiapatita nanométrica (nHA) tem um papel promissor nos processos de cicatrização do tecido ósseo, em virtude de seu tamanho reduzido, e por se aproximar do tamanho natural dos cristais de HA do tecido ósseo. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da nHA em pasta (Reprobone ®) em defeitos ósseos criados na calvária de ratos Wistar após 7, 14 e 21 dias, através de análise histomorfométrica e imunoistoquímica para VegfA. A nHA foi implantada em defeitos de calvária nos grupos teste enquanto que os defeitos do grupo controle foram preenchidos somente por coágulo sanguíneo. Os animais foram divididos em 6 grupos, a saber: GI (crtl 7 dias), GII (crtl 14 dias), GIII (crtl 21 dias), GIV (teste 7 dias), GV (teste 14 dias), GVI (teste 21 dias). Após as cirurgias, os animais foram eutanasiados e as calvárias removidas para processamento histológico e imunoistoquímico. Os resultados mostraram que nos grupos teste houve maior formação de tecido ósseo em relação aos grupos controle e aos 21 dias houve o fechamento total do defeito ósseo no grupo teste. Houve uma maior reatividade ao Vegf na região do tecido conjuntivo e periferia do osso neoformado nos grupos teste em relação aos grupos controle. Conclui-se, através dos dados obtidos que a nHA acelera o processo de regeneração óssea em todos os tempos 7, 14 e 21 dias e que seu uso poderia promover a cicatrização total de um defeito crítico no tecido ósseo.
Keywords immunohistochemistry
skull
healing
nanostructures
bone
immuno-histoquímica
crânio
cicatrização
nanoestruturas
osso
Language Portuguese
Date 2016-06-29
Published in FARIA, Marcio Antonio. Avaliação histomorfométrica e imunoistoquímica do uso da hidroxiapatia manométrica em defeitos ósseos na calota craniana de ratos. 2016. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Biologia geral
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4060504
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47041

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account