Efeito do treinamento físico aeróbico sobre a resposta vasomotora de ratas ovariectomizadas

Efeito do treinamento físico aeróbico sobre a resposta vasomotora de ratas ovariectomizadas

Author Nogueira, Viviane Aparecida Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Medeiros, Alessandra Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract BP reduction, however, is not yet well established effect of aerobic exercise on vasomotor response in the absence of estrogen. The present study examined the effect of aerobic exercise training on vasomotor response of ovariectomized rats. The sample consisted of female Wistar rats divided to 4 groups: sedentary and trained ovariectomized trained and sedentary (OVX and OVX-TRE) control (SHAM and SHAM-TRE). The results showed that groups OVX and OVX-TRE showed an increase in body mass and flow blood pressure during the weeks after ovariectomy, however, after the 5th of experiment group OVX-TRE showed a reduction in gain body and tail arterial pressure mass when compared to group OVX. After the 7th without experiment, group SHAM-TRE had a reduction in body weight compared to the SHAM group. The group OVX showed a lower endothelium dependent vasodilation, and this response was prevented in the group OVX-TRE by aerobic training. The endothelium dependent vasodilation of the group SHAM-TRE was close to the values of the group SHAM. On the other hand, endothelium independent vasodilation was not different between the groups. The level of reactive oxygen species was higher in the group OVX compared with the other groups (SHAM, SHAM-TRE and OVX-TRE), thus aerobic training was able to reduce the production of reactive oxygen species in the vessel group OVX-TRE. The results suggest that physical training promotes improved body composition and decreasing blood pressure levels of ovariectomized rats, besides contributing to the improvement of vasomotor response and reduced superoxide anion production in the vessel, even in estrogen deficiency.

A deficiência de estrogênio, oriunda da pós-menopausa, promove alterações importantes no endotélio vascular, as quais estão relacionadas com o surgimento da disfunção endotelial. A disfunção endotelial, por sua vez, contribui para o aumento da pressão arterial (PA). O treinamento físico aeróbico vem se mostrando uma ferramenta importante para a manutenção da integridade do endotélio vascular e diminuição da PA, no entanto, ainda não está bem estabelecido o efeito do treinamento físico aeróbico na resposta vasomotora na ausência do estrogênio. O presente estudo analisou o efeito do treinamento físico aeróbico sobre a resposta vasomotora de ratas ovariectomizadas. A amostra foi composta por ratas fêmeas Wistar dividas em 4 grupos: ovariectomizadas sedentárias e treinadas (OVX e OVX-TRE) e controle sedentárias e treinadas (SHAM e SHAM-TRE). Os resultados demonstraram que os grupos OVX e OVX-TRE apresentaram um aumento da massa corporal e da pressão arterial caudal no decorrer das semanas após a ovariectomia, porém, após a 5ª sem de experimento, o grupo OVXTRE apresentou uma redução no ganho de massa corporal e da pressão arterial caudal quando comparado ao grupo OVX. Após a 7ª sem de experimento, o grupo SHAM-TRE apresentou uma redução da massa corporal em relação ao grupo SHAM. O grupo OVX apresentou uma menor vasodilatação endotélio dependente, sendo que tal resposta foi prevenida no grupo OVX-TRE pelo treinamento físico aeróbico. A vasodilatação endotélio dependente do grupo SHAM-TRE ficou próximo aos valores do grupo SHAM. Por outro lado, a vasodilatação endotélio independente não foi diferente entre os grupos. O nível de espécies reativas de oxigênio foi maior no grupo OVX quando comparado com os demais grupos (SHAM, SHAM-TRE e OVX-TRE), dessa forma, o treinamento físico aeróbico foi capaz de reduzir a produção de espécies reativas de oxigênio no vaso do grupo OVX-TRE. Os resultados sugerem que o treinamento físico aeróbico promove melhora na composição corporal e diminuição dos níveis pressóricos das ratas ovariectomizadas, além de contribuir com a melhora da resposta vasomotora e redução dos níveis de ânion superóxido no vaso, mesmo na deficiência de estrogênio.
Keywords hypertension
menopause
endothelial dysfunction
physical training
hipertensão arterial
menopausa
disfunção endotelial
treinamento físico aeróbico
Language Portuguese
Date 2014-02-26
Published in NOGUEIRA, Viviane Aparecida Vieira. Efeito do treinamento físico aeróbico sobre a resposta vasomotora de ratas ovariectomizadas. 2014. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2014.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 76 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=523760
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47023

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account