O ensino da humanização: um estudo em cursos da área da saúde

O ensino da humanização: um estudo em cursos da área da saúde

Author Angel, Ana Flavia da Costa Nobre Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Batista, Sylvia Helena Souza da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ensino em Ciências da Saúde
Abstract The teaching of humanization permeates discussions in the field of training health professionals, mainly based on the National Curriculum Guidelines in which the egress´s profile includes the humanistic education. The aim of this study was to analyze how the theme of humanization is approached in undergraduate courses in health, at the Federal University of Acre – UFAC. The specific objectives tried to characterize the teaching on the humanization ( curricular integration , dynamic activities , workload and academic staff ) based on the political-pedagogical project - PPP and to map the concepts of humanization that permeate the undergraduate courses of the UFAC , from the coordinators and teachers „point of view. A qualitative approach was used to develop this research and data collection was performed in two moments: documentary analysis of the politicalpedagogical projects of the courses and semi-structured interviews with four coordinators and ten teachers, after approval by the Federal University Research Ethics Committee of São Paulo. It was not possible to confirm in the documentary analysis process, the dispersion and plurality of conceptions present in the humanization of healthcare courses, specifically in UFAC. However, the interviews showed that concepts are markedly based on the teaching experience, whose theoretical and conceptual frameworks define how and when to work the theme of humanization. When addressing their integration and how it is handled in the discipline, a traditional teaching, focused on technique and procedures, in which humanization is theoretically addressed and unrelated to the other disciplines. The interviewed teachers and authors emphasize the transversal proposal of this teaching and the need of including active learning methodologies; besides the changes in the teacher / student relationship and the necessity to approach the university with health services. In relation to humanizing conceptions, the following categories were identified : acceptance, respect for others, without imposing the scientific knowledge , personal and family life dimension , ethics and trust relationship constituted by and in human actions and in the humanistic formation. Regarding humanistic formation the following categories were found: acceptance, institutional polices and personal movements, holistic approach and essential relationship. Regarding the orienting nucleus, national policy of humanization and health training, most of the subjects mentioned lack of knowledge related to the policies. They indicated as challenges :the rupture with the work-centered methods and procedures, placing emphasis on attitudes, change in the curriculum, besides the need to invest in teaching training processes through different methodological strategies. Humanization not as specific discipline/class but as a transversal theme that permeates all disciplines, at different moments. It was possible to identify the benchmarks provided by the educational policies, especially the guidelines established by the National Curriculum Guidelines for courses in the health area. However, it was not possible to observe the policies established by the Ministry of Health in the practice, except in some cases when teachers reported an approach to health services or in specific areas such as the health care of women and children. Further studies are needed, with the inclusion of more teachers and students as well as those courses in which it was not possible to work effectively at that at that time.

O ensino da humanização permeia as discussões no campo da formação dos profissionais da saúde, principalmente, a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais que no perfil do egresso contempla a formação humanística. Esta pesquisa teve como objetivo geral analisar como a temática da humanização é abordada nos cursos de graduação em saúde da Universidade Federal do Acre – UFAC, e como específicos buscou-se caracterizar o ensino sobre a humanização (inserção curricular, dinâmica das atividades, carga horária, docentes) a partir dos projetos políticos pedagógicos - PPP e mapear as concepções de humanização que permeiam os cursos de graduação da UFAC, a partir das óticas de coordenadores e docentes. A abordagem qualitativa foi utilizada para o desenvolvimento desta pesquisa e a produção de dados se deu em duas fases: análise documental dos projetos político-pedagógicos dos cursos e entrevistas semiestruturadas com quatro coordenadores e dez docentes, após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de São Paulo. Durante a análise documental não foi possível confirmar a dispersão e pluralidade de concepções sobre humanização presentes nos cursos da área da saúde, especificamente, na UFAC. No entanto, as entrevistas trouxeram como resultado que as concepções estão marcadamente baseadas na vivência do(a) docente, que a partir de seus referenciais teóricos-conceituais define como e quando trabalhar a temática da humanização. Ao abordarem a sua inserção e como é trabalhada nas disciplinas percebe-se um ensino fundamentalmente tradicional, focado na técnica e procedimentos, no qual a humanização é abordada teoricamente, sem relação com outras disciplinas. Embora, os docentes e autores consultados apontem para a transversalidade desse ensino e a necessidade de inclusão de metodologias ativas de aprendizagem; além da mudança na relação professor/aluno e da necessidade de aproximação da universidade com os serviços de saúde. Em relação às concepções de humanização foram identificadas as seguintes categorias: acolhimento, respeito ao outro e sem imposição do conhecimento científico, dimensão pessoal e familiar, relação de ética e confiança e constituída por e nas ações humanas, e sobre a formação humanística foram mapeadas as seguintes categorias: acolhimento, política institucional e movimentos pessoais, abordagem integral e relação essencial. No núcleo direcionador política nacional de humanização e a formação em saúde, a maioria dos sujeitos afirmou não conhecer a política. Os sujeitos apontaram como desafios a ruptura com o trabalho centrado em técnicas e procedimentos, colocando ênfase nas atitudes; a mudança nos currículos, além da necessidade de investimentos em processos de formação docente, por meio de estratégias metodológicas diversificadas. A humanização trabalhada não como uma aula/disciplina específica, mas como um tema transversal que perpassa todas as disciplinas, nos diferentes momentos. Foi possível identificar os referenciais apresentados pelas políticas educacionais, principalmente as diretrizes estabelecidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos da área da saúde. No entanto, não visualizamos, na prática, as políticas definidas pelo Ministério da Saúde, exceto em alguns casos, quando os docentes referiram uma aproximação com os serviços de saúde ou em áreas específicas como é o caso da atenção à saúde da mulher e da criança. Destaca-se a necessidade de aprofundamento desse estudo, com a inclusão de mais docentes, bem como daqueles cursos que não foi possível trabalhar nesse momento efetivamente, além dos discentes.
Keywords humanization
political pedagogical project
humanistic education
education in health
national policy of humanization
sistema único de saúde
educação permanente em saúde
estratégia de saúde da família
formação profissional em saúde
Language Portuguese
Date 2013-12-20
Published in ANGEL, Ana Flavia da Costa Nobre. O ensino da humanização: um estudo em cursos da área da saúde. 2013. 150 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Research area Ensino
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 150 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=862940
Access rights Closed access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47009

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account