O graffiti de mundano e a paisagem urbana: um debate social e artístico na circulação do objeto

O graffiti de mundano e a paisagem urbana: um debate social e artístico na circulação do objeto

Author Neves, Carlos Alexandre Das Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Dias, Elaine Cristina Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program História da Arte
Abstract This work aims to study the art of graffiti through the analysis of the trajectory of São Paulo graffiti artist Thiago Teixeira Leite Ackel, who signs his works as Mundano. Mundano is an urban artist who distinguished himself in the graffiti scene in the last twenty years, with works made in unusual places, such as signs of political advertisements, recyclers of cars and scrap collected in the dry bed of the reservoir Atibainha. The reason for the choice of this artist for the study is the fact that Mundano can be considered representative of a new generation of graffiti artists, who in addition to concern themselves with its production and political contestation, also end up taking the gallerist function and graffiti art dealer. This way is followed by other artists in this field on the contemporary world. Mundane as well as other artists such as Os Gêmeos, Zezão, Cranio etc., at the same time showing its presence in urban space with works in various locations such as bridges squares and walls, also realizes a production for trade and for exhibition galleries, a fact that reveals a demand for his art. Thus, in order to develop this productive way of study was organized etapadas the research into three parts; the study of the iconography of graffiti, the Mundano path and the reception of their works by the public. By articulating these three points can have a more extada size of the production of this artist process to understand not only the aesthetic references of their productions, but also how Mundano, to transfer his work to various media and institutionalized spaces allowed his art encontronto circulated to a wider audience than that which commonly enjoys his work in urban space. Thus, the artist not only produces graffiti art, but also writes every day a page of the history of São Paulo graffiti. And study their production and reception of his works, it is a scientific repertoire of production so that will be the basis for future studies that aim to account for the complex story of a kind of intense and ephemeral art such as graffiti.

Este trabalho procura estudar a arte do graffiti por meio da análise da trajetória do grafiteiro paulista Thiago Teixeira Leite Ackel, que assina suas obras como Mundano. Mundano é um artista urbano que se notabilizou na cena do graffitinos últimos vinte anos, com obras realizadas em lugares inusitados, como placas de propagandas políticas, carroças de recicladores e em sucatas, coletadas no leito seco do reservatório do Atibainha. O motivo da escolha desse artista para o referido estudo deve-se ao fato de Mundano ser considerado representante de uma nova geração de artistas grafiteiros, que além de se ocuparem com sua produção e com a contestação política, também acabam por assumir a função de galerista e de comerciante da arte do graffiti, caminho seguido por muitos artistas desse campo no mundo contemporâneo. Mundano, assim como outros artistas como Os Gêmeos, Zezão, Crânio etc, ao mesmo tempo que mostra sua presença no espaço urbano, com obras em locais diversos como pontes praças e muros, também dá conta de uma produção voltada para o comércio e para a exposição em galerias, fato que revela uma demanda por sua arte. Assim, visando desenvolver esse estudo de modo produtivo organizou-se as etapas da pesquisa em três capítulos: o estudo da iconografia dos graffitis, da trajetória de Mundano e a recepção de suas obras pelo público. Ao articular esses três pontos, pode-se ter uma dimensão mais extada do processo produtivo desse artista ao compreender não apenas as referencias estéticas de suas produções, mas também o modo como Mundano, ao transferir suas obras para suportes diversos e para espaços institucionalizados, permitiu que sua arte circulasse ao encontro de um público maior, além daquele que comumente aprecia seu trabalho no espaço urbano. Desse modo, esse artista não apenas produz arte do graffiti, como também escreve a cada dia uma página da história do graffiti paulistano. E estudar a sua produção e a recepção de suas obras é um modo de produção de repertório científico que ficará como base para estudos futuros, que visem dar conta da complexa história de um tipo de arte intensa e efêmera como é o caso do graffiti.
Keywords graffiti
urban art
contemporary art
graffiti
arte urbana
arte contemporânea
Language Portuguese
Date 2016-09-09
Published in NEVES, Carlos Alexandre Das. O graffiti de mundano e a paisagem urbana: um debate social e artístico na circulação do objeto. 2016. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2016.
Research area Artes
Knowledge area Lingüística, letras e artes
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4107770
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46900

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account