Tentando reconstruir o que foi quebrado: a família compondo a trilha sonora de seu processo de reintegração

Tentando reconstruir o que foi quebrado: a família compondo a trilha sonora de seu processo de reintegração

Author Cascarani, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Horta, Ana Lucia de Moraes Horta Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Enfermagem
Abstract Family reintegration refers to the process of returning children or teens in temporary out-of-home care to a family context. The family in the reintegration process is still poorly studied. Studies about the experience lived by the child or some family members are still the main core of this field. From the questioning of the meaning assigned by the family to the experience of reintegration, this study of qualitative approach aimed to understand this experience mediated by music making in the family's perspective. Symbolic Interactionism was the theoretical perspective that guided the whole process of thinking and understanding, which provided support to the development of the research that had as methodological reference the Grounded Theory. The study included three families in the reintegration process and one family in the post reunification period. The strategies used for data collection were participants' observation, interviews mediated by music making and a semi-structured interview with the association's psychologist, acting as the experience’s informant. The comparative analysis of the data allowed the identification of the conceptual category “Trying to rebuild what was broken” and revealed that, for the family, the reintegration process is a reconstruction experience that allows revisiting abandonment situations, reviewing caring behavior and reframing the family routine. The identified concepts contribute especially to broaden the understanding of the different family arrangements, to deconstruct the idealization of a family model, to enable other people who work with families to think about new intervention strategies, so that all members are included, and to look into the possibility of using music making in the production and acquisition of research data. This is either by providing the interactions between individuals who are in group settings, or by facilitating the verbalization of feelings that are difficult to be said.

A reintegração familiar compreende o retorno da criança ou do adolescente que encontra-se acolhido institucionalmente ao contexto familiar. A família em processo de reintegração ainda é pouco estudada, concentrando-se os estudos no que diz respeito à experiência vivida, pela criança ou por alguns membros da família. A partir do questionamento sobre qual o significado atribuído pela família à vivência da reintegração, este estudo, de abordagem qualitativa, buscou compreender esta experiência mediada pelo fazer musical na perspectiva da família. O Interacionismo Simbólico foi a perspectiva teórica que orientou todo o processo de pensamento e compreensão, e que proporcionou sustentação ao desenvolvimento da pesquisa que teve como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram do estudo três famílias em processo de reintegração e uma família pós reintegrada. As estratégias utilizadas para a coleta dos dados foram: a observação participante, a entrevista mediada pelo fazer musical e a entrevista semiestruturada realizada com a psicóloga da associação, na qualidade de informante da experiência. A análise comparativa dos dados permitiu a identificação da categoria conceitual Tentando reconstruir o que foi quebrado e revelou que, para a família, o processo de reintegração familiar é uma experiência de reconstrução que permite revisitar as situações de abandono, rever o comportamento do cuidar e ressignificar a convivência familiar. Os conceitos identificados contribuem, especialmente, para: ampliar a compreensão sobre os diferentes arranjos familiares, desconstruir a idealização de um modelo de família; proporcionar aos demais que trabalham com famílias, pensar sobre novas estratégias de intervenção para que todos os membros sejam incluídos; e vislumbrar a possibilidade da utilização do fazer musical na produção e obtenção dos dados de pesquisa, seja por propiciar as interações entre os indivíduos que estão em contextos grupais, como por facilitar a verbalização de sentimentos difíceis de serem falados.
Keywords family
music
family nursing
social welfare
família
música
enfermagem familiar
abrigo social
Language Portuguese
Date 1905-07-07
Published in CASCARANI, Ana Paula. Tentando reconstruir o que foi quebrado: a família compondo a trilha sonora de seu processo de reintegração. 2015. 145 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Enfermagem
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 145 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3045191
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46811

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account