Evolução cromossômica em escorpiões brasileiros de gênero rhopalurus (buthidae) e espécies realcionadas

Show simple item record

dc.contributor.advisor Schneider, Marielle Cristina Schneider [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Ubinski, Crislaine Vanessa [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-27T15:50:32Z
dc.date.available 2018-07-27T15:50:32Z
dc.date.issued 2016-12-04
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3625543 pt
dc.identifier.citation UBINSKI, Crislaine Vanessa. Evolução cromossômica em escorpiões brasileiros de gênero rhopalurus (buthidae) e espécies realcionadas. 2016. 57 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, 2016.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46592
dc.description.abstract Scorpiones has a great diversity of species and very particular chromosomal characteristics, such as holocentric and monocentric chromosomes, absence of genetic recombination during meiosis and great interspecific and intraspecific variation of diploid number. The family Buthidae is the most numerous among the Scorpiones, having more than 1.000 species taxonomically described, of which only 56 were studied under the cytogenetic view. Rhopalurus is the third most diverse genera from the Brazilian scorpion fauna, with nine species taxonomically described. Cytogenetically, only two species were examined, which showed the diploid number 2n=28. This aim of this work is to understand the processes related to chromosome differentiation in Brazilian species of Rhopalurus, Physoctonus and Troglorhopalurus. The chromosomes were standard-stained using 3% Giemsa solution, silver-impregnated to detect the nucleolar organizer regions (NORs), and submitted to fluorescence in situ hybridization (FISH) technique to localize the 28S rDNA and (TTAGG)n telomeric sites. The analysis of mitotic and meiotic cells in all species revealed holocentric chromosomes and following diploid number: 2n=28 in Rhopalurus agamemnon, Rhopalurus pintoi and Rhopalurus rochai; 2n=26 in Physoctonus debilis, Rhopalurus sp.n.1 and Rhopalurus sp.n.2; 2n=25 in Rhopalurus guanambiensis; 2n=22 in Rhopalurus crassicauda; 2n=20 in Troglorhopalurus translucidus; and 2n=20-22 in Rhopalurus lacrau. These results reveal that number diploid higher than 2n=20 is a common feature among the species of this group, as it occurs in most genera of Buthidae. Prophase I spermatocytes exhibited the synaptic and achiasmatic chromosome behaviour and formation of multivalent association in Rhopalurus crassicauda, Rhopalurus guanambiensis, Rhopalurus pintoi and Rhopalurus sp.n.2. These multivalent associations probably were consequence of reciprocal translocations or fission/fusion chromosomal rearrangements. In prophase I cells of one female of Troglorhopalurus translucidus, we verified bivalents with similar behavior to that observed in males of scorpions, indicating the absence of genetic recombination in meiosis. Despite the intraspecific variation of diploid number, most species analyzed in this work presented a conserved pattern of two NORs and 28S rDNA cistrons, localized in terminal region of the chromosomes. The presence of (TTAGG)n telomeric repeats was observed in the 10 species studied, occurring only in terminal regions of the chromosomes, including the specimens carriers of the heterozygous chromosome rearrangements. en
dc.description.abstract A ordem Scorpiones apresenta uma grande diversidade de espécies e características cromossômicas bastante particulares, tais como cromossomos holocêntricos e monocêntricos, ausência de recombinação genética durante a meiose e grande variação interespecífica e intraespecífica de número diploide. A família Buthidae é a mais numerosa dentre os Scorpiones, possuindo mais de 1.000 espécies descritas taxonomicamente, das quais apenas 56 foram estudadas sob o ponto de vista citogenético. O gênero Rhopalurus é o terceiro mais diversificado da fauna brasileira, com nove espécies conhecidas, das quais apenas duas foram estudadas citogeneticamente e apresentaram número diploide conservado de 2n=28. O objetivo deste trabalho é entender os processos envolvidos com a diferenciação cromossômica das espécies de Rhopalurus, Physoctonus e Troglorhopalurus da fauna brasileira. As análises foram realizadas através de coloração convencional, impregnação pelo íon prata e hibridação in situ fluorescente com sondas de rDNA 28S e sequência telomérica TTAGG. A análise de células mitóticas e meióticas revelaram a presença de cromossomos holocêntricos em todas es espécies e os números diploides 2n=28 em Rhopalurus agamemnon, Rhopalurus pintoi e Rhopalurus rochai, 2n=26 em Physoctonus debilis, Rhopalurus sp.n1 e Rhopalurus sp.n2, 2n=25 em Rhopalurus guananbiensis, 2n=22 em Rhopalurus crassicauda, 2n=20 em Throglorhopalurus translucidus, e 2n=20-22 em Rhopalurus lacrau. Este resultado mostra que números diploides maiores que 2n=20 são comuns entre as espécies deste grupo, tal como ocorre na maioria dos gêneros de Buthidae. O estudo de células em meiose mostrou o comportamento sináptico e aquiasmático dos cromossomos em machos e formação de cadeias em R. crassicauda, R. guananbiensis, R. pintoi, e Rhopalurus sp. n.2. Estas associações multivalentes possivelmente foram originadas por translocações recíprocas ou fissões/fusões cromossômicas. Em um exemplar fêmea de T. translucidus, foi possível observar células em prófase I com comportamento similar aquele encontrado em machos das demais espécies, indicando a ausência de recombinação gênica na meiose. Apesar das variações interespecíficas de número diploide, um padrão conservado de número e localização das regiões organizadoras de nucléolo e sítios de rDNA 28S foi encontrado na maioria das espécies analisadas aqui. A presença da sequência telomérica TTAGG foi observada nas 10 espécies estudadas, ocorrendo somente na região terminal dos cromossomos, inclusive nos indivíduos portadores de rearranjos cromossômicos heterozigotos. pt
dc.format.extent 57 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject cytogenetics en
dc.subject chromosomes holocentric en
dc.subject ribosomal gene en
dc.subject meiosis en
dc.subject diploid number en
dc.subject citogenética pt
dc.subject cromossomos holocêntricos pt
dc.subject gene ribossomal pt
dc.subject meiose pt
dc.subject número diploide pt
dc.title Evolução cromossômica em escorpiões brasileiros de gênero rhopalurus (buthidae) e espécies realcionadas pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2016-0236.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus Diadema, Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF) pt
unifesp.graduateProgram Ecologia e Evolução pt
unifesp.knowledgeArea Ciências biológicas pt
unifesp.researchArea Ecologia pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account