A amamentação sob o olhar de mães frequentadoras da atenção primária do município de Santos

A amamentação sob o olhar de mães frequentadoras da atenção primária do município de Santos

Author Barros, Daniela Emmerich de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Juzwiak, Claudia Ridel Juzwiak Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ensino em Ciências da Saúde
Abstract The act of breastfeeding goes beyond the physiological aspects related to nutrition. Although the benefits of exclusive breastfeeding (EBF) to the health of both mother and child are well known and therefore recommended for the first six months of the child's life, it is observed that many factors influence the achievement of this goal. Even with public policies and laws, which support, protect and encourage the EBF, they seem to be insufficient, since it is a process permeated by values, beliefs, desires, satisfactions, frustrations, among other feelings. The objectives of this study were to understand the process of interruption of exclusive breastfeeding in mothers attending primary care in Santos; to identify the profile of mothers who precociously interrupt exclusive breastfeeding or not; to identify the network of support for the continuation of breastfeeding, and to identify the influence of the social networking on the mother's decision to discontinue exclusive breastfeeding. In this descriptive, cross-sectional quantitative/qualitative study, 24 women, in the remote postpartum period, participated divided into two groups: mothers who prematurely discontinued the EBF (IP) and mothers without early discontinued EBF (NIP). Data collection took place in two stages: first, mothers of IP and NIP groups answered a questionnaire on demographic, status of birth and feeding characteristics. In the second, only the IP group mothers were interviewed regarding how the process of discontinuation of exclusive breastfeeding happened. Data were collected in the six health units in the city of Santos, in which the researcher works. Quantitative results are presented as descriptive statistics and for the comparison between IP and NIP groups the Fisher Exact Test (results significant when p <0,05) was applied. To analyze the qualitative results we used the method of the Collective Subject Discourse, in which, from key expressions of maternal speeches, and central ideas, it as possible do defined categories and speeches written in the first person of singular were identified, which reflect the ideas of the collective. Results indicated that mothers were mostly married or in a stable relationship, 30 years old or more, multiparous, having completed elementary school or incomplete middle school II, belonging to socioeconomic class C and not working. There was no difference between the socio-cultural, obstetric and postpartum resultds between IP and NIP groups, excepting the use of artificial teats before 6 months (p = 0,002), child?s father support (p= 0.036) and having no support (p=0.037) for the EBF. The analysis of the IP group discourse generated five categories: "The (in) sufficient breast," "When suffering speaks louder", "My knowledge and the knowledge of others: between breastfeeding and formula", "Disruption of the umbilical cord"and "Self-perception". For two categories dichotomous discourses were identified: the sovereignty of the bottle to the satisfaction of the child, and at the same time, the appreciation of the breast milk. Furthermore, it was observed that regarding the social network, the influence can be both positive and negative for the maintenance of EBF and that just to inform women about their benefits is not enough if people who surround her are not involved in the process, particularly the father. Healthcare professionals should ensure accurate information on EBF, be aware of the qualified listening and create a bond of trust. We conclude that looking at issues related to breastfeeding must go beyond the biological and technologic dimensions and also consider the social and cultural dimension, which both influence this process, in particular the network support of family and health care team.

O ato de amamentar vai além dos aspectos fisiológicos relacionados à nutrição. Embora os benefícios do aleitamento materno exclusivo (AME) à saúde do binômio mãe-filho sejam bem conhecidos e por isso recomendado nos primeiros 6 meses de vida da criança, observa-se que muitos fatores influenciam para que essa meta seja alcançada. Mesmo com políticas públicas e leis que apóiam, protegem e incentivam o AME, percebe-se que não são suficientes, uma vez que se trata de processo permeado por valores, crenças, vontades, satisfações, frustrações, dentre outros sentimentos. Os objetivos deste estudo foram compreender o processo da interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo em mães frequentadoras da atenção primária do município de Santos; identificar o perfil de mães que interromperam precocemente ou não o aleitamento materno exclusivo; identificar a rede de apoio para a manutenção do aleitamento e identificar a influência da rede social na decisão materna em interromper o aleitamento materno exclusivo. Nesta pesquisa descritiva, de corte transversal e com abordagem quanti/qualitativa participaram 24 mulheres no puerpério remoto, divididas em dois grupos: mães que interromperam precocemente o AME (IP) e mães que não interromperam precocemente o AME (NIP). A coleta dos dados se deu em duas etapas: na primeira, mães dos grupos IP e NIP responderam um questionário sobre características demográficas, situação do parto e de aleitamento. Na segunda, apenas mães do grupo IP foram entrevistadas sobre como se deu o processo de interrupção do AME. Os dados foram coletados nas seis Unidades de Saúde do município de Santos, nas quais a pesquisadora atua profissionalmente. Os resultados quantitativos foram apresentados como estatística descritiva e para a comparação dos grupos IP e NIP aplicou-se o Teste Exato de Fisher (resultados significantes quando p<0,05). Para a análise dos resultados qualitativos utilizou-se o método do Discurso do Sujeito Coletivo, no qual, a partir de expressões-chave das falas maternas, foram identificadas ideias centrais, definidas categorias e escritos discursos, na primeira pessoa do singular, que refletem as ideias do coletivo. Os resultados indicaram que as mães eram, em sua maioria, casadas ou em união estável, com 30 anos ou mais, multíparas, tendo o ensino fundamental II completo ou o médio incompleto, pertencentes à classe socioeconômica C e não trabalhadoras. Não houve diferença entre os dados socioculturais, obstétricos e puerperais entre os grupos IP e NIP, exceto quanto ao uso de bicos artificiais antes dos 6 meses (p=0,002), apoio do pai da criança (p=0,036) e não ter ninguém como apoio (p=0,037) para o AME. A análise dos discursos do grupo IP gerou cinco categorias: ?O peito (in)suficiente?, ?Quando o sofrimento fala mais alto?, ?O meu saber e o saber dos outros: entre a amamentação e a fórmula?, ?O rompimento do cordão umbilical? e ?Auto-percepção?. Para duas categorias foram identificados discursos contraditórios: a soberania da mamadeira para a satisfação da criança, e ao mesmo tempo, a valorização do leite materno. Ainda, observou-se que quanto à rede social, a influência pode ser tanto positiva quanto negativa para a manutenção do AME e que não basta apenas informar a mulher sobre suas as vantagens se não houver inserção dos demais que a rodeiam, em particular o pai. Profissionais da saúde devem garantir informações acuradas sobre o AME, estar sensibilizados para a escuta qualificada e criação de vínculo para uma relação de confiança. Conclui-se que o olhar para as questões relacionadas ao aleitamento materno deve ir além das dimensões biológicas e tecnicistas e considerar também a dimensão cultural e social, que tanto influencia este processo, em particular a rede de apoio familiar e da equipe de saúde, que deve estar integrada ao processo.
Keywords breastfeeding
weaning
maternal and child health
infant care
maternal behavior
aleitamento materno
desmame precoce
saúde materno-infantil
cuidado do lactente
comportamento materno
Language Portuguese
Date 2014-10-09
Published in BARROS, Daniela Emmerich de. A amamentação sob o olhar de mães frequentadoras da atenção primária do município de Santos. 2014. 101 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Ensino
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 101 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1463471
http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/004_bx_danielaemmerich_tese.pdf
Access rights Open access Open Access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46368

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account