Qualidade de vida de indivíduos com HIV/AIDS em uso de terapia antiretroviral

Show simple item record

dc.contributor.advisor Barbosa, Dulce Aparecida Barbosa [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Pinto, Kelly Cristina de Lima Ramos [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-27T15:49:32Z
dc.date.available 2018-07-27T15:49:32Z
dc.date.issued 2013-09-25
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=631850 pt
dc.identifier.citation PINTO, Kelly Cristina de Lima Ramos. Qualidade de vida de indivíduos com HIV/AIDS em uso de terapia antiretroviral. 2013. 80 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46128
dc.description.abstract With technological advancement and therapeutic process, from the advent of antiretroviral therapy which allowed greater possibilities for recovery of health and prolongation of life of those infected with HIV, it became necessary changes in care practices demonstrating a holistic approach to treatment, especially considering the psychosocial impact of lifestyle and therapeutic process in these individuals, emphasizing the improvement of their quality of life. Objective: To analyze the quality of life of individuals with HIV / Aids on antiretroviral therapy and its correlation with lifestyle and serum quantification of viral load and CD4 count. Methods: This was a descriptive epidemiological study with cross-sectional design. The study included 58 individuals with HIV / Aids outpatients by the Municipal STD / Aids and the Association Prudentina Support Patient with Aids, the city of Presidente Prudente, in the period from 15/01/2012 to 15/01/2013. We used the WHOQOL-HIV BREF and semi-structured questionnaire to assess lifestyle and obtained laboratory results of quantification of viral load and CD4 count of records of individuals surveyed Descriptive statistics were calculated for the scores of each domains scores for lifestyles, viral load and CD4 count testing using analysis of variance for repeated measures with application of the Greenhouse-Geisser correction, the unpaired t test and analysis of variance for one-way (ANOVA ) to validate the assumption of data homoscedasticity by Levene's test, correlation analysis and nonparametric Spearman correlation analysis of Pearson. For all comparisons, significance level was 5% and the analyzes conducted with the aid of the computer package SPSS v. 13.0. Results: The study population had mean scores of quality of life between 13.37 and 14.37. Statistically significant difference (p <0.05) between the form of infection and marital status and psychological domains and social relations between the average results of viral load and level domains of independence and the environment. Regarding lifestyle, there was significant correlation between alcohol consumption and the psychological domain, the consumption of fruits and field of spirituality, to 8 hours of sleep and physical, psychological and level of independence, the practice of walking and other physical activities like cycling, swimming and football and the physical, psychological and environmental. The negative correlation occurred between the consumption of salt, oil and water and domains of level of independence, social relationships and environment. Conclusion: The quality of life of individuals with HIV / Aids surveyed met in an intermediate position, with positive and negative correlations between sociodemographic characteristics, viral load values and lifestyle scores and the various domains of quality of life en
dc.description.abstract Com o avanço tecnológico e do processo terapêutico, a partir do advento da terapia antiretroviral que propiciou maiores possibilidades para a recuperação da saúde e prolongamento da vida dos infectados pelo HIV, tornou-se necessário mudanças nas práticas assistenciais evidenciando uma abordagem holística para o tratamento, considerando principalmente o impacto psicossocial, do estilo de vida e do processo terapêutico na vida destes indivíduos, ressaltando a melhoria das suas qualidades de vida. Objetivo: Analisar a qualidade de vida de indivíduos com HIV/Aids em uso de terapia antiretroviral e sua correlação com estilo de vida e valores séricos de quantificação de carga viral e contagem de LT-CD4+. Métodos: Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo com delineamento transversal. Foram incluídos no estudo 58 indivíduos portadores de HIV/AIDS acompanhados ambulatorialmente pelo Programa Municipal DST/Aids e pela Associação Prudentina de Apoio ao Paciente com Aids, do Município de Presidente Prudente, no período de 15/01/2012 a 15/01/2013. Foi aplicado o instrumento WHOQOL–HIV BREF e um questionário semi-estruturado para avaliação do estilo de vida bem como obtidos resultados laboratoriais de quantificação de carga viral e contagem de LT-CD4+ dos prontuários dos indivíduos pesquisados Foram calculadas estatísticas descritivas para os escores de cada domínio, escores de frequência de estilos de vida, carga viral e contagem de LT-CD4+ utilizando o teste de análise de variância para medidas repetidas com aplicação da correção de Greenhouse-Geisser, o teste t não pareado e de análise de variância em uma via (ANOVA) com validação do pressuposto de homocedasticidade dos dados pelo teste de Levene, a análise de correlação não paramétrica de Spearman e a análise de correlação de Pearson. Para todas as comparações foi adotado nível de significância de 5% sendo as análises conduzidas com auxílio do pacote computacional SPSS v. 13.0. Resultados: a população estudada apresentou médias dos escores de qualidade de vida entre 13,37 e 14,37. Houve diferença estatística significante (p<0,05) entre a forma de infecção e o estado civil e os domínios psicológicos e de relações sociais, entre as médias dos resultados de carga viral e os domínios de nível de independência e do meio ambiente. Em relação ao estilo de vida, houve correlação positiva significante entre o consumo de álcool e o domínio psicológico, o consumo de frutas e o domínio da espiritualidade, às 8 horas de sono e os domínios físico, psicológico e de nível de independência, a prática de passeio e de outras atividades físicas como ciclismo, natação e futebol e os domínios físico, psicológicos e do meio ambiente. A correlação negativa ocorreu entre o consumo de sal, óleo e água e os domínios de nível de independência, de relações sociais e do meio ambiente. Conclusão: a qualidade de vida dos indivíduos com HIV/AIDS pesquisados encontrou-se em posição intermediária, havendo correlações positivas e negativas entre as características sociodemográficas, os valores de carga viral e do estilo de vida e os diversos escores dos domínios da qualidade de vida. pt
dc.format.extent 80 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject acquired immune deficiency syndrome en
dc.subject quality of life en
dc.subject lifestyle en
dc.subject síndrome da imunodeficiência adquirida pt
dc.subject qualidade de vida pt
dc.subject estilo de vida pt
dc.title Qualidade de vida de indivíduos com HIV/AIDS em uso de terapia antiretroviral pt
dc.type Tese de doutorado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2013-0229.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Enfermagem (EPE) pt
unifesp.graduateProgram Enfermagem pt
unifesp.knowledgeArea Ciências da saúde pt
unifesp.researchArea Enfermagem pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account