O ensino híbrido na Educação Permanente em Saúde: a experiência de um curso sobre evolução de enfermagem

O ensino híbrido na Educação Permanente em Saúde: a experiência de um curso sobre evolução de enfermagem

Alternative title The Hybrid Education in Continuing Education in health: the experience of a course on the evolution of nursing
Author Silva, Adriana da Google Scholar
Advisor Tarcia, Rita Maria Lino Google Scholar
Graduate program Ensino em Ciências da Saúde - EPM
Abstract Introduction: Continuing education in nursing, besides being one of the strategies of the SUS for training and development of workers, enables health organizations to achieve strategic results, since they evolve in the same way that their employees develop. For the effectiveness of learning processes and consequent positive results, the use of active methodologies is fundamental, and among these, blended learning points out as a possibility to facilitate efficiency and participation in corporate training, so this research had the objective: to analyze the experience of a course on nursing evolution carried out in the hybrid teaching format and its contribution to the permanent education in health. Method: field and documentary study, descriptive and exploratory, with a quantitative-qualitative approach using both the triangulation of methods and data, on a training developed in hybrid teaching format referring to one of the stages of the nursing process, called "nursing evolution" In a private hospital. Data collection took place in three phases, the first being: documental analysis of the indicators of the Continuing Education sector of the Hospital, treated quantitatively. While in the second phase, interviews were conducted with the nurses participating in the research through a structured questionnaire, in addition to the evaluation of their immediate managers by means of a script, both to be treated according to the technique of "content analysis "In thematic modality. In the third phase, the data was triangulated in order to obtain a complete and integrated evaluation of the participants' performance results. From the analysis of content emerged 63 contextual units, and from these, 28 registration units were extracted according to the four thematic nuclei established: 1) List of skills in professional development; 2) Development of competencies; 3) Experience with hybrid teaching and 4) Professional performance. From these thematic nuclei the categories of analysis were defined, being these: C1 - Process of teaching and learning in the work; C2 - Hybrid teaching possibilities in the corporate environment; C3 - Contributions of Permanent Education; And C4 - Skills developed. Conclusion: The development of learning proved effective, being evidenced in the short, medium and long term, resulting in the transformation of practices, improvement of care indicators and consequently contributing to professional, organizational and quality growth in patient care. The improvements identified were related to the risk management skills of care, decision making, clinical reasoning, administration and time management. Thus proving that hybrid education is capable of developing skills and improving professional performance, although it is not the solution of all obstacles to continuing education in health occur in its essence.

Introdução: A educação permanente em enfermagem, além de ser uma das estratégias do SUS para formação e desenvolvimento dos trabalhadores, possibilita às organizações de saúde resultados estratégicos, uma vez que as mesmas evoluem na mesma medida que seus colaboradores se desenvolvem. Para a eficácia dos processos de aprendizagem e consequentes resultados positivos, a utilização de metodologias ativas é fundamental, e dentre estas, o ensino híbrido aponta como uma possibilidade para facilitar a eficiência e participação em treinamentos corporativos, portanto esta pesquisa teve como objetivo: analisar a experiência de um curso sobre evolução de enfermagem, realizado no formato de ensino híbrido e sua contribuição para a educação permanente em saúde. Método: estudo de campo e documental, descritivo e exploratório, com abordagem quanti-qualitativa utilizando tanto a triangulação de métodos, quanto a de dados, sobre uma capacitação desenvolvida em formato de ensino híbrido referente a uma das etapas do processo de enfermagem, denominada “evolução de enfermagem” realizada em um hospital privado. A coleta de dados ocorreu em três fases, sendo a primeira: análise documental dos indicadores do setor de Educação Continuada do Hospital pesquisado, tratados quantitativamente. Enquanto que na segunda fase, foram realizadas entrevistas com os enfermeiros participantes da pesquisa por meio de um questionário estruturado, além da avaliação dos seus gestores imediatos por meio de um roteiro, ambos, a serem tratados de acordo com a técnica de “análise de conteúdo” na modalidade temática. Na terceira fase foi realizada a triangulação dos dados de forma a obter uma avaliação completa e integrada dos resultados do desempenho dos participantes. Da análise de conteúdo emergiram 63 unidades de contexto, e dessas, extraídas 28 unidades de registro de acordo com os quatro núcleos temáticos estabelecidos: 1) Relação das capacitações no desenvolvimento profissional; 2) Desenvolvimento de competências; 3) Experiência com o ensino híbrido e 4) Desempenho profissional. Desses núcleos temáticos foram definidas as categorias de análise, sendo estas: C1 – Processo de ensino e de aprendizagem no trabalho; C2 – Possibilidades do ensino híbrido no ambiente corporativo; C3 – Contribuições da Educação Permanente; e C4 – Competências desenvolvidas. Conclusão: O desenvolvimento da aprendizagem se mostrou eficaz, sendo evidenciada a curto, médio e longo prazo, resultando assim, na transformação das práticas, melhoria de indicadores assistenciais e consequentemente contribuindo para o crescimento profissional, organizacional e da qualidade na assistência ao paciente. As melhorias identificadas foram relacionadas às competências de gerenciamento de riscos assistenciais, tomada de decisão, raciocínio clínico, administração e gerenciamento de tempo. Comprovando assim que o ensino híbrido é capaz de desenvolver competências e melhorar o desempenho profissional, embora não seja a solução de todos os entraves para que a Educação Permanente em Saúde ocorra em sua essência.
Keywords Educação Continuada em Enfermagem
Capacitação em serviço
Ensino Híbrido
Continuing Education in Nursing
In-service training
Blended learning
Language Português
Date 2017
Published in SILVA, Adriana da. O ensino híbrido na educação permanente em saúde: a experiência de um curso sobre evolução de enfermagem. 2017. 132f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Brasil
UNIFESP
São Paulo
Extent 132f.
Origin http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/teses/tese_207_adriana_silva.pdf
Access rights Aberto
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/45810

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account