A internacionalização do ensino superior na Universidade Federal de São Paulo: o programa ciência sem fronteiras na graduação em saúde

A internacionalização do ensino superior na Universidade Federal de São Paulo: o programa ciência sem fronteiras na graduação em saúde

Alternative title The internacionalization of higher education at the Federal University of São Paulo: the science without borders program in health graduation
Author Timóteo, Varner Google Scholar
Advisor Batista, Nildo Alves Google Scholar
Graduate program Ensino em Ciências da Saúde - EPM
Abstract Introduction: The internationalization of education has been seen as a priority for many Higher Education Institutions (HEIs) in the world scenario. It means a series of international activities, such as academic mobility of students and teachers, partnerships for project development, creation of new academic joint research programs. Among the internationalization initiatives is the Science without Borders Program (CsF), regulated by Decree No. 7642, of December 13, 2011. At UNIFESP, this Program presents a continuous flow to undergraduate students and within their areas Priority areas, the areas of Health Sciences and Biomedical, Pharmaceutical, Biotechnology and Biodiversity that include Campi de São Paulo, Baixada Santista and Diadema stand out. Objectives: To investigate the internationalization process of undergraduate health students under the CsF Program. Analyze specifically, the reasons that motivate the students to carry out an international exchange, to identify the main obstacles that the student of the health area finds in the process of experience provided by the exchange, to know the contributions and benefits in the vision of that student and to map the suggestions of the students. Students to improve the internationalization process. Method: With a quantitative and qualitative exploratory approach, the study was conducted at UNIFESP with the participation of 94 students from the health area of Campi São Paulo, Diadema and Baixada Santista, who were scholarship holders of the Program between 2011 and 2015, respecting all the Ethical precepts of research. The data collection instrument used in the research was composed of three parts: a sociodemographic information form of the study population, a Likert-type attitudinal scale and two open questions. The assertions were analyzed statistically and the open questions were submitted to an analysis of content thematic modality. Results: UNIFESP students participating in the CSF Program are already proficient in the language of the country chosen for the exchange, they show great expectations regarding the possibility of an international exchange, idealizes several possibilities with the exchange (such as thinking about their professional future), the experience, in another country, time away from family, among other factors. The family is considered very important in the decision to participate in an exchange as well as the financial factor. The students report difficulties in communicating with SRI and the information disclosed in the selection bids, alleging a high cost of preparation with documents for the exchange. Emphasize that the subjects taken abroad need to be incorporated into the students' academic records. They emphasize that the program provides a differential in their professional life and suggests the improvement of the process of candidate selection, establishing clearer and more transparent rules of information, improving support before the exchange, during selection, after-selection and for His return to UNIFESP. Conclusions: The UNIFESP health students had an excellent expectation of participating in an international exchange through the CsF Program. The obstacles encountered in the exchange process allowed us to conclude that, 94% of the students had some difficulty in locating the information of the Program available by UNIFESP. And that more than 95% of the students the results of the exchange was satisfactory. We conclude that some actions should be provided for the good development of the process as the reduction of bureaucracy. This research did not pretend to exhaust this theme so relevant to the improvement of the Brazilian students' education. We understand that internationalization and especially the CsF Program require more studies with which we hope to contribute with this internationalization analysis at the Federal University of São Paulo.

Introdução: A internacionalização do ensino tem sido vista como prioridade para muitas Instituições de Ensino Superior (IES) no cenário mundial. Significa uma série de atividades internacionais, tais como: mobilidade acadêmica de estudantes e docentes, parcerias para o desenvolvimento de projetos, criação de novos programas acadêmicos de pesquisas conjuntas. Entre as iniciativas de internacionalização encontra-se o Programa Ciência sem Fronteiras – CsF, regulamentado pelo Decreto n.º 7.642, de 13 de dezembro de 2011. Na UNIFESP este Programa apresenta um fluxo contínuo aos alunos de graduação, e dentro de suas áreas prioritárias, destacam-se as áreas das Ciências da Saúde e Biomédica, Farmacêutica, Biotecnologia e Biodiversidade que contemplam os Campi de São Paulo, Baixada Santista e Diadema. Objetivos: Investigar o processo de internacionalização dos estudantes de graduação da área da saúde no âmbito do Programa CsF. Analisar, especificamente, as razões que impulsionam os estudantes à realização de um intercâmbio internacional, identificar os principais obstáculos que o aluno da área da saúde encontra no processo de vivência proporcionado pelo intercâmbio, conhecer as contribuições e benefícios na visão desse aluno e mapear as sugestões dos estudantes participantes visando o aprimoramento do processo de internacionalização. Método: Com abordagem quantitativa e qualitativa de caráter exploratório, o estudo foi realizado na UNIFESP com a participação de 94 estudantes da área da saúde dos Campi São Paulo, Diadema e Baixada Santista, que foram bolsistas do Programa entre 2011 a 2015, respeitando todos os preceitos éticos da pesquisa. O instrumento de coleta de dados utilizado na pesquisa foi composto de três partes: um formulário de informações sociodemográficas da população de estudo, uma escala atitudinal tipo Likert e duas questões abertas. As assertivas foram analisadas estatisticamente e as questões abertas foram submetidas à uma análise de conteúdo modalidade temática. Resultados: Os estudantes da UNIFESP que participam do Programa CSF já se apresentam proficientes na língua do país escolhido para o intercâmbio, mostram-se com ótimas expectativas frente à possibilidade de um intercâmbio internacional, idealizam várias possibilidades com a realização do intercâmbio (como, por exemplo, pensar em seu futuro profissional), a vivência em outro país, o tempo longe da família, entre outros fatores. A família é considerada muito importante na decisão de participar de um intercâmbio, bem como o fator financeiro. Os estudantes apontam dificuldades de comunicação com a SRI e com as informações divulgadas nos editais de seleção, alegando um alto custo de preparação com documentos para o intercâmbio. Enfatizam que as matérias cursadas no exterior necessitam ser incorporadas no histórico escolar dos estudantes. Ressaltam que o Programa proporciona um diferencial na sua vida profissional e sugerem o aprimoramento do processo de seleção de candidatos, por meio do estabelecimento de regras mais claras e com transparência de informações, melhorando o apoio antes do intercâmbio, durante a seleção, com o trâmite após seleção e para o seu retorno à UNIFESP. Conclusões: Os estudantes da área da saúde da UNIFESP apresentaram uma excelente expectativa em participar de um intercâmbio internacional pelo Programa CsF. Os obstáculos encontrados diante do processo de intercâmbio foi possível concluir que, 94% dos estudantes tiveram alguma dificuldade em localizar as informações do Programa disponíveis pela UNIFESP. E que mais de 95% dos estudantes os resultados do intercâmbio foi satisfatórios. Concluímos que algumas ações devam ser providenciadas para o bom desenvolvimento do processo como a redução da burocracia. Esta investigação não teve como pretensão esgotar esta temática tão relevante para o aprimoramento da formação dos estudantes brasileiros. Entendemos que a internacionalização e, especialmente, o Programa CsF necessitam de mais estudos com os quais esperamos contribuir com esta análise de internacionalização na Universidade Federal de São Paulo.
Keywords Intercâmbio educacional internacional
Estudantes de ciência da saúde
Internacionalidade
International Educational exchange
Health science students
Internationality
Language Português
Date 2017
Published in TIMÓTEO, Varner. A internacionalização do ensino superior na Universidade Federal de São Paulo: o programa ciência sem fronteiras na graduação em saúde. 2017. 96f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Brasil
UNIFESP
São Paulo
Extent 96f.
Origin http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/teses/tese_195_varner_timoteo.pdf
Access rights Aberto
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/45799

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account