Da pessoa que recai a pessoa que se levanta: a recursividade dos que usam crack

Da pessoa que recai a pessoa que se levanta: a recursividade dos que usam crack

Author Rameh-de-Albuquerque, Rossana Carla Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nappo, Solange Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde Coletiva – EPM
Abstract Although available treatments for crack abuse reduce the gravity of the psychosocial problems caused by usage, they have not been able to solve drug abuse “relapses” until now. Hoping to increase the knowledge around the theme, this qualitative research thesis aims to investigate reasons for relapse among abusive crack users –who, in their final treatment phase have relapsed. To develop the study, the search field included three venues: the Centers of Psychosocial Attention in alcohol and other drugs (Caps AD), the Therapeutic Communities (CT) and Medical Clinics (CM). Principles of qualitative investigation were used along with samples chosen for set criteria, built with the help of the key-informants (gatekeepers), and semi-structured interviews which were applied to the research participants. Reaching a theoretical saturation point, 120 people were equally divided between the greater metropolis regions of Recife – PE and São Paulo – SP. Analysis of the content revealed categories that emerged from the interviewees’ narratives. Didactically narratives were divided into three thematic blocks: reasons associated with people (MP), reasons associated twith the drug (MD), reasons associated with the environment (MA). Within these blocks, those most reported were the ones related to the MP category, which were highly relevant to the difficulty and/or inability people have to deal with their emotions. Aspects which defined the concept of “relapse” as inappropriate also revealed the phenomenon of reading through the light of Harm Reduction based on Human Rights, considering the principle of recursivity as a fundamental starting point to another perception over the phenomenon. Some final considerations were reached: people’s interpersonal relations and the consequent frustrations were the mostly cited reasons for unleashing “relapse”, breaking the paradigm that says the causes are centered mainly on the drug itself.In addition, the intersubjective processes which refer to people’s recursive movements showed that their knowledge and resignifications over crack are neglected aspects of treatment, by professionals and caretakers, independent of the model by which care instances are affiliated. It is expected that these findings can contribute to an improvement of the attention given to crack users who search for treatment.

Embora os tratamentos disponíveis tragam uma diminuição da gravidade dos problemas psicossociais causados pelo abuso do crack, não conseguiram até o momento “resolver” a “recaída” ao consumo da droga. Buscando ampliar o conhecimento sobre o tema, esta tese, de caráter qualitativo de pesquisa teve como objetivo investigar junto às pessoas que abusam de crack - em fase final de tratamento e que tivessem vivenciado episódios de “recaídas” -, os motivos desencadeadores desse processo. Para o desenvolvimento do estudo, o campo da pesquisa se deu em três instâncias de cuidado: os Centros de Atenção Psicossociais em álcool e outras drogas (Caps AD), as Comunidades Terapêuticas (CT) e as Clínicas Médicas (CM). Foram utilizados os princípios da investigação qualitativa com amostra intencional por critérios, construída com o auxílio das informantes-chaves (gatekeepers) e entrevistas semi-estruturadas que foram aplicadas aos participantes da pesquisa. Alcançou-se através do ponto de saturação teórica, um N de 120 entrevistados divididos igualmente entre Recife - PE e São Paulo – SP considerando-se também as regiões metropolitanas. A análise de conteúdo revelou categorizações que emergiram das narrativas dos entrevistados. Didaticamente foram divididas em três blocos temáticos: motivos associados às pessoas (MP), motivos associados à droga (MD), motivos associados ao ambiente (MA). Destes, as motivações mais citadas, pertenceram à categoria dos MP, sendo bastante relevante a dificuldade e/ou inabilidade das pessoas em lidarem com suas emoções. Também foram revelados aspectos que colocam o conceito de “recaída” como inapropriado para a leitura do fenômeno à luz da Redução de Danos (RD) baseada nos Direitos Humanos (DH), considerando o princípio da recursividade como ponto de partida fundamental a um outro olhar sobre esse processo. Algumas considerações finais foram tecidas: as relações interpessoais e as consequentes frustrações das pessoas foram os motivos mais citados como desencadeadores de “recaída”, rompendo o paradigma de que as causas estariam centradas principalmente na droga; além disso, os processos intersubjetivos referentes aos movimentos recursivos das pessoas mostraram que seus aprendizados e ressignificações diante do crack são aspectos negligenciados no tratamento pelos profissionais e cuidadores, independentemente dos modelos aos quais as instâncias de cuidado estejam filiadas. Espera-se que tais achados possam contribuir para a melhoria da atenção prestada às pessoas que buscam tratamento.
Keywords crack
relapse
dependency
recursivity
complexity
treatment
crack
recaída
dependência
recursividade
complexidade
tratamento
Saúde Coletiva
Language Portuguese
Date 2017-02-09
Published in RAMEH-DE-ALBUQUERQUE, Rossana Carla. Da pessoa que recai a pessoa que se levanta: a recursividade dos que usam crack. 2017. 227 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2017.
Research area Corpo, saúde e doença
Knowledge area Ciências Sociais e Humanas em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 227 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5148133
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/41862

Show full item record




File

Name: 2017-0015.pdf
Size: 2.869Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account