Tempo de permanência do curativo após mamoplastia de aumento com implantes de silicone:ensaio clínico aleatório

Tempo de permanência do curativo após mamoplastia de aumento com implantes de silicone:ensaio clínico aleatório

Alternative title Application time for wound dressing following breast augmentation with silicone implants: randomized controlled trial
Author Mendes, Denise de Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Veiga, Daniela Francescato Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Cirurgia translacional - São Paulo
Abstract Introdução: O tratamento da ferida operatória é controverso na literatura e varia desde não usar curativo, mantê-lo por 24 a 48 horas ou mantê-lo até a retirada das suturas. Objetivo: Avaliar a influência do tempo de permanência do curativo após a mamoplastia de aumento. Métodos: 80 pacientes candidatas à mamoplastia de aumento com implantes de silicone foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos. No grupo A o curativo foi retirado no primeiro dia pós-operatório e no grupo B o curativo foi retirado no sexto dia pós-oprtório. A colonização cutânea foi verificada por meio de culturas de amostras coletadas antes e após o curativo ser retirado. A avaliação da ferida operatória quanto a infecção seguiu os critérios definidos pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC). A opinião das pacientes quanto ao curativo foi verificada no 13º dia pós-operatório. Resultados: Não houve diferença significante entre os grupos antes do curativo (p=0,198). No sexto dia pós-operatório o crescimento de bactérias foi significantemente maior no grupo A (p=0,01). Não houve casos de infecção do sítio operatório. As pacientes preferiram manter o curativo por um dia e consideraram a manutenção do curativo por um dia mais prática. Conclusões: A colonização no sexto dia pós-opratório foi maior no grupo A. Não houve diferença entre os grupos na ocorrência de infecção da ferida operatória. As pacientes preferiram remover o curativo no primeiro dia pósoperatório e consideraram mais prático manter o curativo um dia.

Introduction: The treatment of the surgical wound is controversial in literature and range from not use dressing, keep it for 24 to 48 hours or keep it until the removal of the sutures. Objective: To evaluate the influence of application time for wound dressing following breast augmentation. Methods: 80 patients candidates for augmentation mammoplasty with silicone implants were randomized into two groups. In group A the dressing was removed on the first postoperative day and in the group B the dressing was removed on the sixth postoperative day. The skin colonization was verified by cultures samples collected before and after the dressing be removed. The evaluation of the wound on the infection followed the criteria set by the Centers for Disease Control and Prevention (CDC). The opinion of patients on the dressing was observed on the 13th postoperative day. Results: There was no significant difference between the groups before the dressing (p=0,0198). On the sixth postoperative day bacteria growth was significantly higher in group A (p=0,01). There were no cases of infection of the surgical site. The patients preferred to keep the dressing for one day and considered the maintenance of the dressing for one day more practical. Conclusions: The colonization on the sixth postoperative day was higher in group A. There was no difference between groups in the occurrence of surgical wound infection. The patients preferred to remove the dressing in the first postoperative day and considered more pratical to keep the dressing for one day.
Keywords Gerenciamento do tempo
Mamoplastia
Crescimento bacteriano
Curativos
Infecção da ferida operatória
Cuidados pós-operatórios
Language Portuguese
Date 2015
Published in MENDES, Denise de Almeida. Tempo de permanência do curativo após mamoplastia de aumento com implantes de silicone:ensaio clínico aleatório. 2015. 122 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2015.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 122 f.
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39298

Show full item record




File

Name: Publico-39298.pdf
Size: 1.144Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account