Avaliação dos efeitos das ondas de choque nos glicosaminoglicanos sulfatados e ácido hialurônico na regeneração óssea em fêmures de ratos submetidos à perfuração cirúrgica

Avaliação dos efeitos das ondas de choque nos glicosaminoglicanos sulfatados e ácido hialurônico na regeneração óssea em fêmures de ratos submetidos à perfuração cirúrgica

Alternative title Assessment of the effects of shock waves in the sulfated glycosaminoglycans and hyaluronic acid in bone repair rats femurs submitted to surgical drilling
Author Santos, Paulo Roberto Dias dos Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Faloppa, Flávio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Cirurgia translacional - São Paulo
Abstract Introdução: As ondas de choque têm sido utilizadas para estimular a regeneração óssea em pacientes com retardo de consolidação nas fraturas. Dentre as estruturas envolvidas na osteogênese, a matriz extracelular, composta de glicosaminoglicanos (GAGs), tem um papel fundamental. Objetivo: Distinguir e quantificar os glicosaminoglicanos sulfatados e ácido hialurônico (AH) de fêmures de ratos, após perfuração óssea e aplicação de ondas de choque. Métodos: A amostra foi constituída de 50 ratos machos da linhagem Wistar, com três meses de idade e cerca de 300 gramas de peso. Os animais foram divididos em dois grupos e submetidos à cirurgia com perfuração óssea de dois milímetros, associado ou não a aplicação de ondas de choque, sendo feito eutanásia no terceiro, sétimo, 14o, 21o e 28o dias. A análise dos glicosaminoglicanos foi realizada pela eletroforese em gel de agarose, densitometria das bandas de migração e pelo teste ELISA-like. Resultados: Houve aumento significativo dos valores dos glicosaminoglicanos sulfatados no período de três a 28 dias com predominância do condroitim sulfato. O ácido hialurônico, no terceiro dia de sacrifício, mostrou aumento significativo no grupo submetido às ondas de choque em relação ao grupo controle. Conclusão: A aplicação de ondas de choque em fêmures perfurados de ratos estimularam a expressão de glicosaminoglicanos sulfatados durante a reparação óssea e a expressão do ácido hialurônico, no grupo três dias, em relação ao grupo controle.

Introduction: Several cases of delayed bone consolidation in fractures treated with shock waves for bone healing are related in cientific literature. Some of these studies point to a key role of Glycosaminoglycans extracellular matrix in the osteogenesis process. Objective: Sulfated Glycosaminoglycans (GAGs) and Hyaluronic Acid (HA) distinguish and quantification in rat femurs, after bone drilling and shock waves. Methods: The study included 50 male Wistar rats, aged three months and 300g weighted. These animals were divided in two groups, both submitted to bone drilling, but only one of them treated with shock wave. All rats were sacrified by euthanasia in different days after bone drilling: third, seventh, 14th, 21th and 28th days. The glycosaminoglycans were analysed by agarose gel electrophoresis, migration bands densitometry and by ELISA like test. Results: Sulfated glycosaminoglycans statistically significant increased since the third day group to the 28th day group, with chondroitin sulfate predominance. The hyaluronic acid statistically significant increased in the third day group treated with shock waves compared with control group. Conclusion: The application of shock waves in perforated femurs of rats stimulated the expression of sulfated glycosaminoglycans during bone repair and expression of hyaluronic acid in the group three days in the control group.
Keywords Osteogênese
Litotripsia
Condroitim sulfato
Ácido hialurônico
Language Portuguese
Sponsor Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Date 2011-12-09
Published in SANTOS, Paulo Roberto Dias dos. Avaliação dos efeitos das ondas de choque nos glicosaminoglicanos sulfatados e ácido hialurônico na regeneração óssea em fêmures de ratos submetidos à perfuração cirúrgica. 2011. 81 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2011.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 81 f.
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39227

Show full item record




File

Name: Publico-39227.pdf
Size: 6.370Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account