Avaliacao dos niveis de oxido nitrico e estresse oxidativo e sua associacao com a enzima conversora de angiotensina em pacientes com diabetes mellitus tipo 2

Avaliacao dos niveis de oxido nitrico e estresse oxidativo e sua associacao com a enzima conversora de angiotensina em pacientes com diabetes mellitus tipo 2

Alternative title Nitric oxide and oxidative stress levels evaluation associated to angiotensin converting enzyme in patients with diabetes mellitus type 2
Author Mouro, Margaret Gori Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract O diabetes mellitus tipo 2 (DM2) e uma das doencas que tem atingido a populacao mundial ocasionando graves consequencias para a Saúde deste contingente. O objetivo deste estudo foi avaliar os niveis de oxido nitrico (NO), estresse oxidativo, correlacionando com a atividade da enzima conversora de angiotensina (ECA), em pacientes com DM2. Foram coletadas amostras de sangue e urina isolada em pacientes saudaveis (CTL) e diabeticos tipo 2 (DM2) de ambos os sexos. Nestes pacientes avaliamos: indice de massa corporal (IMC), pressao arterial media (PAM), glicemia de jejum, hemoglobina glicada, creatinina serica, colesterol, triglicerides, albuminuria, NO, substancias reativas ao acido tiobarbiturico (TBARS) e a atividade da ECA. Nossos resultados mostraram alteracoes em alguns parametros dos pacientes diabeticos. O IMC (Kg/m2) apresentou diferenca significante somente no genero feminino (29,6±5 mulher DM2 vs 25,8±4 mulher CTL; P<0,05). A PAM (mmHg) mostrou diferencas entre: mulher CTL vs homem CTL (88,4±8 vs 100,9±12; P<0,05) e mulher DM2 vs mulher CTL (100,0±14 vs 88,4±8; P<0,05). Ja as medidas a seguir foram significantes em ambos os generos, mulher DM2 vs mulher CTL e homem DM2 vs homem CTL: glicemia de jejum (mg/dL) (141±64 vs 77±11; P<0,05) e (146±6 vs 81±11; P<0,05); hemoglobina glicada (%) (8,00±2 vs 4,99±5; P<0,05) e (8,00±2 vs 5,09±0,4; P<0,05) e triglicerides (mg/dL) (177,00±90 vs 88,5±27; P<0,05) e (187,00±102 vs 121±88; P<0,05), ou seja, todos elevados quando comparados a seus respectivos controles. Os resultados do NO (&#956;mol/L) apresentaram tendencia de aumento nos niveis urinarios; entretanto houve um significante aumento nos niveis sericos de ambos os generos (67,69 ± 0,5 mulher DM2 vs 37,85 ± 0,3 mulher CTL) e (72,81 ± 0,6 homem DM2 vs 37,05 ± 0,3 homem CTL) P<0,05. A atividade da ECA (nmol/mL) tendeu a aumentar nos pacientes DM2 do genero masculino; entretanto houve um significante aumento no genero feminino (73,33 ± 3,24 mulher DM2 vs 46,83 ± 2,61 nulher CTL; P<0,05). As alteracoes da pressao associadas ao DM2 poderiam ser responsaveis pelo aumento dos niveis de albuminuria (mg/L), como observado em ambos os generos: mulher DM2 vs mulher CTL (82,56±4,08 vs 5,13±0,1; P<0,05) e homem DM2 vs homem CTL (113,15±3,87 vs 5,65±0,3; P<0,05). Notavelmente, os niveis de TBARS no soro nao mostraram alteracoes, contudo os niveis urinarios de TBARS (nmol/L) encontravam-se mais elevados no grupo homem DM2 quando comparado ao grupo mulher DM2. Em suma, nosso estudo sugere que o DM2 induz mudancas nos niveis de NO em ambos os generos. A atividade da ECA e o TBARS apresentaram diferencas entre os generos. Os niveis de NO nao estao associados a atividade da ECA. Mais estudos sao necessarios para esclarecer se as diferencas entre os generos na atividade da ECA e no TBARS poderiam estar associadas com a progressao da nefropatia diabetica ou na progressao do DM2 nos pacientes
Keywords Humanos
Diabetes Mellitus Tipo 2
Estresse Oxidativo
Óxido Nítrico
Peptidil Dipeptidase A
Humanos
Language Portuguese
Date 2014
Published in São Paulo: [s.n.], 2014. 57 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 57 p.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23155

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account