Avaliação da qualidade dos principais planos cardíacos em fetos com coração normal por meio da ultrassonografia tridimensional com spatio-temporal image correlation no segundo e terceiro trimestres de gestação.

Avaliação da qualidade dos principais planos cardíacos em fetos com coração normal por meio da ultrassonografia tridimensional com spatio-temporal image correlation no segundo e terceiro trimestres de gestação.

Alternative title Assessment of quality of the main fetal cardiac views in fetuses with normal heart by three-dimensional ultrasound with spatio-temporal image correlation in the second and third trimester of pregnancy
Author Amorim, Luciane Alves da Rocha Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Araujo Júnior, Edward Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (obstetrícia) – São Paulo
Abstract Objetivo: Avaliar se a ultrassonografia tridimensional com o spatio-temporal image correlation (STIC) pode fornecer os principais planos cardiacos com qualidade em fetos com coracoes normais no segundo e do terceiro trimestres de gestacao. Metodo: Realizou-se um estudo prospectivo e transversal com gestantes entre 20 e 30 semanas com coracao fetal normal. Foram obtidas imagens bidimensionais (2D) e tridimensionais (3D) com STIC para a avaliacao cardiaca nos planos quatro camaras (4C), vias de saida dos ventriculos esquerdo e direito (VSVE e VSVD), tres vasos e traqueia (3VT) e arcos aortico e ductal (AAo e ArD). As imagens foram categorizadas em satisfatoria e nao satisfatoria. Foi realizada uma analise descritiva da populacao estudada e dos dados da avaliacao cardiaca. Na analise inferencial, utilizou-se o teste de McNemar para avaliar a diferenca nos percentuais de deteccao de imagens satisfatorias entre as tecnicas; o qui-quadrado de Pearson para verificar a influencia ou nao entre os tipos de aparelhos utilizados e o teste t de Student para analisar os resultados satisfatorios das imagens do STIC com a idade gestacional no momento do exame cardiaco. Foi realizado ainda uma avaliacao do grau de concordancia inter-observador atraves do Kappa nas imagens do STIC. Resultados: A idade media das gestantes foi de 31,8 ± 8,3 anos, sendo que 56,3% eram pacientes com idade &#8805;35 anos. A idade gestacional media foi de 25 semanas e 3 dias. Trinta e quatro gestantes (70%) realizaram o rastreamento devido risco materno, oito gestantes por risco fetal (16,6%) e 9 devido risco familiar (18,7%). De acordo com a historia gestacional das pacientes, nossa populacao era primigesta (34%) ou secundigesta (20%) e 74% negaram antecedente de abortamento. Apenas tres fetos (6%) apresentavam algum tipo malformacao: megabexiga, labio leporino e cisto de plexo coroide. Os rastreamentos cardiacos foram realizados de forma quase proporcional em cada aparelho: 58% no Voluson E8 e 42% Voluson 730 Expert. Os planos cardiacos obtidos pela tecnica 2D foram satisfatorios em todas as pacientes, enquanto que pela tecnica 3D com STIC foram 100%, 66%, 70%, 82%, 16% e 44%, para os planos 4C, VSVE,VSVD,3VT,AAo e AD, respectivamente. O teste de McNemar comparando as tecnicas apresentou p<0,001 para todos os planos. Considerando o resultado final da avaliacao cardiaca fetal pela tecnica 3D com STIC satisfatorio com quatro planos (4C, VSVD, VSVE e 3VT) e com todos os seis planos cardiacos (4C, VSVD, VSVE, 3VT, AAo e ArD), identificamos que 54% e 14% dos fetos, respectivamente, possuiram uma avaliacao adequada das estruturas cardiacas (p<0,001). A idade gestacional no momento da realizacao do exame cardiaco fetal e o tipo de aparelho utilizado nao influenciaram no resultado satisfatorio das imagens. Houve uma concordancia moderada na avaliacao inter-observador: 0,56 (considerando a avaliacao com apenas os quatro planos cardiacos) e 0,43 (considerando a avaliacao com os seis planos cardiacos). Conclusao: Demonstramos que os resultados da qualidade das imagens dos principais planos cardiacos dos fetos com coracoes normais no segundo e terceiro trimestres de gestacao, realizado pela tecnica 3D com STIC, ainda se apresenta com algumas limitacoes diante da tecnica 2D.
Keywords Humanos
Coração Fetal
Ecocardiografia
Ecocardiografia Tridimensional
Feto
Humanos
Language Portuguese
Date 2013
Published in São Paulo: [s.n.], 2013. 114 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 114 p.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22843

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account