Health Assessment Questionnaire em pacientes submetidos a reconstrução mamaria tardia com o retalho musculocutâneo transverso do reto abdominal

Show simple item record

dc.contributor.advisor Sabino Neto, Miguel [UNIFESP]
dc.contributor.author Kokuba, Elisa Mayumi [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:44:42Z
dc.date.available 2015-12-06T23:44:42Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation KOKUBA, Elisa Mayumi. Health Assessment Questionnaire em pacientes submetidos a reconstrução mamaria tardia com o retalho musculocutâneo transverso do reto abdominal. 2006. 134 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo,
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21477
dc.description.abstract OBJETIVO: Avaliar a capacidade funcional em pacientes submetidas à reconstrução mamária tardia com o retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome. MÉTODOS: 36 pacientes mastectomizadas por indicação oncológica, foram, consecutivamente, selecionadas para a avaliação da capacidade funcional após a reconstrução mamária, através da utilização do instrumento Health Assessment Questionnaire (HAQ-20), que é um dos instrumentos mais citados e utilizados para a avaliação do estado funcional. Trata-se de um instrumento validado, traduzido e adaptado culturalmente para mais de 60 línguas e dialetos, geralmente, com apenas discretas modificações, contribuindo para a sua aplicação como um método de avaliação padronizado entre os estudos. O HAQ-20 foi auto-administrado nos períodos pré e pós¬operatórios de 3 e 6 meses do primeiro tempo da cirurgia. RESULTADOS: Na avaliação por componentes do HAQ-20, os componentes 1 "vestir-se", 3 "alimentar-se", 4 "caminhar", 5 "banhar-se" (higiene pessoal), 8 "outras atividades", não apresentaram diferença estatisticamente significante entre os períodos avaliados com relação à presença ou ausência de dificuldade de realizar as atividades. Já os componentes 2 "levantar-se" e 7 "apreender objetos" apresentaram piora quando comparados os períodos pré e pós-operatórios. Por um outro lado, na análise do escore final do HAQ-20, verificamos que houve diferença entre pré e 3 meses, mas não entre o pré e 6 meses de pós-operatório. CONCLUSÃO: Não houve diminuição da capacidade funcional nas pacientes submetidas à reconstrução mamária tardia com retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome. pt
dc.format.extent 134 f..
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Mama pt
dc.subject Retalhos Cirúrgicos pt
dc.subject Qualidade de Vida pt
dc.subject Questionários pt
dc.title Health Assessment Questionnaire em pacientes submetidos a reconstrução mamaria tardia com o retalho musculocutâneo transverso do reto abdominal pt
dc.title.alternative Health Assessment Questionnaire among patients undergone delayed breast reconstruction with the transverse rectus abdominis musculocutaneous flap en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.identifier.file epm-20070306164601GARCIA.pdf
dc.identifier.file Publico-21477.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Cirurgia translacional - São Paulo



File

Name: Publico-21477.pdf
Size: 1.848Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account