Efeito do adesivo butil-2-cianoacrilato em osteotomias e enxerto ósseo em coelhos

Efeito do adesivo butil-2-cianoacrilato em osteotomias e enxerto ósseo em coelhos

Alternative title The effect of 2-butyl-cyanoacrylate adhesive in osteotomies and bone graft in rabbits
Author Xavier, Mário Sergio Viana Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Leite, Vilnei Mattioli Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract Objetivos: avaliar o efeito do adesivo tecidual butil-2-cianoacrilato em osteotomias e no enxerto osseo no radio de coelhos, sob o aspecto macroscopico, radiografico, histologico e histomorfometrico. Material e Metodos: A amostra consistiu de 48 coelhos, da raca Nova Zelandia, divididos aleatoriamente em 4 Grupos de 12 animais cada um, denominados de A, B, C e D, com periodos de observacao respectivamente de 2, 4, 8 e 16 semanas. Foram operados os dois membros toracicos de cada animal, sendo que em um lado foram realizadas 2 osteotomias no radio, com retirada de um fragmento osseo de 1 cm de comprimento, enxerto osseo, recolocado no local e aplicada uma gota do adesivo em cada uma das osteotomias, no sentido dorsal para ventral. No outro lado, controle, foi realizado o mesmo procedimento sem a aplicacao do adesivo. Analisou-se macroscopicamente: a presenca de deformidade, mobilidade no local das osteotomias, infeccao e fratura. As pecas cirurgicas foram radiografadas e as radiografias digitalizadas. Realizou-se a analise histologica na superficie dorsal e ventral de cada osteotomia proximal e distal. Os osteocitos nas corticais dorsal e ventral do enxerto osseo foram quantificados, pelo metodo estereologico, para determinar a quantidade de tecido osseo vivo presente nos enxertos. Foram aplicados testes estatisticos parametricos e nao parametricos. Fixou-se em 0,05 ou 5 por cento o nivel de rejeicao da hipotese de nulidade. Resultados: Presenca de marcas azuis nas pecas cirurgicas em que foi utilizado o adesivo. A partir da quarta semana, ausencia de movimentacao dos enxertos osseos com adesivo e controle. Nos animais do Grupo A, ao Rx, ocorreu menor desvio do enxerto osseo nas osteotomias proximais e distais, no lado em que foi usado o adesivo. Nos animais do Grupo D, ao Rx, a uniao das osteotomias e a integracao do enxerto osseo foi melhor nos lados controle. Ao exame histologico, nao houve diferenca significante entre os lados com adesivo e controle, em relacao a uniao ossea nos periodos de observacao. A porcentagem de osteocitos foi menor nas corticais dos enxertos osseos com adesivo, com observacao de 16 semanas. Conclusoes: o adesivo nao e totalmente metabolizado com 16 semanas. Consolidacao clinica das osteotomias em 4 semanas. O adesivo estabiliza o enxerto osseo nas duas primeiras semanas, mas retarda a consolidacao das osteotomias assim como a integracao do enxerto osseo, com 16 semanas de observacao radiografica. Nao ha diferenca significante em relacao a uniao das osteotomias, entre os lados com adesivo e controle, em todos os periodos de observacao, a histologia. Menor quantidade de osteocitos nas corticais do enxerto osseo com adesivo, com 16 semanas de observacao
Keywords Adesivos teciduais
Osteotomia
Transplante ósseo
Osseointegração
Cianoacrilatos
Tissue adhesives
Osteotomy
Bone transplantation
Osseointegration
Cyanoacrylates
Language Portuguese
Date 2003
Published in São Paulo: [s.n.], 2003. 144 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 144 p.
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19625

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account