Avalaicao das praticas e conhecimentos de profissionais da atencao primaria a Saúde sobre vigilancia do desenvolvimento infantil

Show simple item record

dc.contributor.author Figueiras, Amira Consuelo de Melo [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:02:07Z
dc.date.available 2015-12-06T23:02:07Z
dc.date.issued 2002
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2002. 107 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17876
dc.description.abstract Objetivo: Avaliar os conhecimentos e praticas relacionadas a vigilancia do desenvolvimento da crianca, de medicos e enfermeiros que atuam na atencao primaria a Saúde. Metodos: Populacao - 160 profissionais, sendo 40 medicos e 40 enfermeiros de Unidades Municipais de Saúde - UMS, 40 medicos e 40 enfermeiros do Programa da Familia Saudavel - PFS. Instrumentos de avaliacao - Teste sobre Desenvolvimento da Crianca, Questionario sobre Praticas Relacionadas a Vigilancia do Desenvolvimento da Crianca e entrevistas com 320 maes atendidas por estes profissionais. Resultados: A maioria dos medicos das UMSs eram pediatras (92,5 por cento), enquanto que no PFS eram clinicos gerais (90 por cento). No Teste, de um total de 19 questoes, a media de acertos dos medicos foi 11,5, sendo 12,1 para medicos das UMSs e 10,9 para medicos do PFS. Para os enfermeiros, de um total de 14 questoes, a media de acerto foi 8,1, sendo 8,7 para enfermeiros do PFS e 7,6 para enfermeiros das UMSs. Do total dos profissionais, 64,8 por cento afirmaram que solicitavam a opiniao das maes sobre o desenvolvimento dos seus filhos, 70,6 por cento relataram que faziam avaliacao rotineira do desenvolvimento das criancas atendidas e 70,3 por cento que forneciam orientacao as maes sobre a estimulacao do desenvolvimento das criancas. Entretanto, na entrevista com as maes, verificou-se que apenas 21,8 por cento das que compareceram as consultas aprazadas informaram que foram indagadas pelos profissionais sobre o desenvolvimento dos seus filhos, 27,6 por cento relataram que o profissional perguntou ou observou o desenvolvimento da sua crianca e 14,4 por cento que receberam orientacao sobre como estimula-las. Conclusao: Profissionais da atencao primaria (medicos e enfermeiros) no municipio de Belem apresentam defiCiências nos conhecimentos sobre desenvolvimento infantil, sendo que os medicos das UMSs apresentaram melhor desempenho no teste aplicado que os do PFS, enquanto que os enfermeiros do PFS tiveram melhor rendimento que os das UMSs. Em sua maioria, os profissionais consideraram importante fazer a vigilancia do desenvolvimento utilizando informacoes da mae, avaliacao da crianca e orientacoes sobre estimulacao. Entretanto, segundo as informacoes das maes, observou-se que esta pratica nao ocorre de maneira sistematica. Portanto, concluimos que, a vigilancia do desenvolvimento infantil nao e realizada de forma satisfatoria na atencao primaria no municipio de Belem, sendo necessario sensibilizacao...(au) pt
dc.format.extent 107 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Desenvolvimento Infantil pt
dc.subject Vigilância pt
dc.subject Avaliação de Desempenho Profissional pt
dc.subject Atenção Primária à Saúde pt
dc.title Avalaicao das praticas e conhecimentos de profissionais da atencao primaria a Saúde sobre vigilancia do desenvolvimento infantil pt
dc.title.alternative Evaluation of the practices and knowledge of primary healtcare professionals in relation to child development suveillance en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-017790.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account